2023-nov-26/Passaram oito anos desde a fotografia abaixo

Até quando?

COMUNICADO 2023-01OP 2015 – ASA em Lisboa
A Associação Autocaravanista de Portugal –  CPA concorreu em 2013 e em 2014 com a proposta da criação de uma ASA – Área de  Serviço para Autocaravanas em Lisboa, tendo sido em ambos os anos colocada pelo júri na categoria de €500 000,00. Fomos desclassificados.

Não somos de desistir e insistimos em 2015.

Prevendo que o júri iria continuar a classificar a nossa proposta no escalão mais alto, onde só duas propostas passariam independentemente do número de votos, a direção solicitou uma reunião ao departamento municipal responsável pela organização do Orçamento Participativo, que nos recebeu de imediato.

Explicámos que o projeto de uma ASA deveria ser classificado na categoria até ao €150 000,00. Tendo sido aceite a nossa sugestão, o número de votos obtidos classificou a proposta do CPA no grupo das vencedoras, o que foi assinalado numa cerimónia onde o Sr. Presidente da CML entregou uma placa alusiva ao presidente da direção do CPA.

Os meses foram passando e as notícias sobre a concretização da ASA que nos iam chegando não eram favoráveis, até que em 6 de julho de 2017 o gabinete da presidência da câmara respondeu às nossas inquietações remetendo-nos para os gabinetes do vereadores Manuel Salgado e Jorge Máximo, dos quais nunca obtivemos qualquer resposta sobre o tema.

Perante o impasse e o termos tido conhecimento de que estaria para breve a criação do Parque para Autocaravanas num recinto da responsabilidade da EMEL, com cerca de quatorze lugares e uma ESA – Estação de Serviço para Autocaravanas, insistimos, na qualidade de proponentes, junto do gabinete responsável pela concretização dos projetos vencedores do OP 2015 para que toda a informação nos fosse fornecida. Aí obtivemos a confirmação do que acima relatamos.

De imediato reagimos negativamente justificando que tal solução nada tinha a ver com um projeto vencedor orçamentado com uma verba próxima dos €150 000,00.

Foi então que uma associada do CPA sugeriu um contacto com a junta de freguesia dos Olivais, pois aí havia um terreno camarário com as condições necessárias para a criação de uma verdadeira ASA e não de um pequeno canto inserido num parque de estacionamento já existente.

Iniciadas conversações com os responsáveis desta junta de freguesia, fomos informados numa reunião realizada na sua sede no dia 29 de agosto de 2019 de que o terreno e a respetiva verba estavam na posse da junta e que agora era meter mãos à obra.

A 13 de fevereiro de 2020 novo contacto durante a NAUTICAMPO.

Todo o processo continuou e em janeiro de 2022 foi-nos dado a conhecer o projeto da ASA, que teve de imediato o nosso acordo.

Apesar da nossa insistência, desde essa data não voltamos a ter notícias do seu desenvolvimento.

Atualmente podemos ver na página da câmara o ponto da situação deste projeto:

E agora?

O que falta para que se concretize a tão esperada e necessária ASA para o acolhimento dos turistas itinerantes que se deslocam a Lisboa?

CPA, 29 de junho de 2023

A direção

Vantagens: Direito ao bom nome e a uma imagem social digna que o CPA também proporciona; Respeitar a lei e o ambiente e ver defendido com o CPA o direito de circular e estacionar e não ser discriminado negativamente pelas autoridades; Em unidade, e de forma coordenada e organizada pelo CPA, interagir, defender e promover as Regras