Páginas: 1 2 [3] 4 5 6   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: Seguro da AC por 194 euros: protocolo CPA-Allianz  (Lida 60910 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
alfredo veludo
Visitante
« Responder #81 em: 06 Nov 2007, 17:17 »

Boa Tarde

Solicito o favor ao Sr. Antóni Damas para por mail me enviar em nome da D.Arminda Dias Ribeiros, um pequeno memorando com indicação do dia e das horas de contacto para a AV e hora de chegada do reboque, òbviamente horas aproximadas.
Apòs recepção irei instruir a Allianz para a indeminização que lhe é devida.

Cordiais cumprimentos
Alfredo Veludo
Registado
Antonio
Visitante
« Responder #80 em: 05 Nov 2007, 20:55 »

Sr. Alfredo Veludo
A matricula é 51-DX-48
Esperei e nada tenho a dizer, foi a 2ª vez na minha vida que tive de recorrer a este serviço, ambos por avaria (o outro á muitos anos), e tanto da outra vez como desta o serviço foi impecavél e todos os funcionários atenciosos.
Quanto á demora, segundo informava a "menina" ao telefone era de não haver reboque para AC de momento, mas o final de tarde estava agradavel e até ouvi o concerto que havia ao lado da Avenida onde empanei lá no Porto.
Se para ir pagar ao estado tenho de esperar a maioria das vezes, porque não esperar também pelo reboque, ainda por cima estava de férias e sem compromissos.

Mas se tiver direito a alguma "indeminização ?" venha ela, é sempre bem vindo alguns €€€quando nada se espera.

Um Abraço
António
« Última modificação: 05 Nov 2007, 20:58 por Antonio » Registado
alfredo veludo
Visitante
« Responder #79 em: 05 Nov 2007, 15:47 »

Boa Tarde

Como o que está escrito,  é para cumprir, grato ficaria se o Sr. António Damas me pudesse fornecer a matricula da sua autocaravana.

Cordiais cumprimentos
Alfredo Veludo
Registado
madalenarelvao
Visitante
« Responder #78 em: 04 Nov 2007, 22:34 »

Caro Sr. alfredo Veludo,

Comecei em Agosto a aventura do autocaravanismo. Inscrevi-me hoje como sócia do CPA (nome do marido: Rafael Rodrigues Relvão). Pretendo fazer o seguro da autocaravana. Mas gostava de saber se teremos vantagens em mudar para a Allianz os outros nossos 3 automóveis, vésperas de 4.
Como no dia 17 irei a um encontro de antigos amigos da A.Académica de Coimbra, em Chaves, aproveitarei para passar na Exponor no dia 18 e falar consigo.

Até lá.
Com os cumprimentos de Rafael e Madalena Relvão

Boa noite

Gostaria de apresentar os meus cumprimentos a todos os associados do CPA, e informar que, com o maior prazer estarei num pequeno stand na Exposição "Vida Natura" a realizar na Exponor, nos dias 15-18/11, onde estarei com a minha equipa Castela e Veludo para, de viva voz, poder falar sobre este protocolo e suas condições.
Creiam que sempre subscrevi a frase "Os seguros têm rosto", e portanto lá estarei, com intuito de esclarecer tudo o que souber e conseguir.

Cordiais cumprimentos

Alfredo Veludo
Registado
alfredo veludo
Visitante
« Responder #77 em: 02 Nov 2007, 22:35 »

Boa noite

Gostaria de apresentar os meus cumprimentos a todos os associados do CPA, e informar que, com o maior prazer estarei num pequeno stand na Exposição "Vida Natura" a realizar na Exponor, nos dias 15-18/11, onde estarei com a minha equipa Castela e Veludo para, de viva voz, poder falar sobre este protocolo e suas condições.
Creiam que sempre subscrevi a frase "Os seguros têm rosto", e portanto lá estarei, com intuito de esclarecer tudo o que souber e conseguir.

Cordiais cumprimentos

Alfredo Veludo
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #76 em: 02 Nov 2007, 20:15 »

Companheira Madalena,

Quanto ao fazer-se sócia do CPA, apenas vos direi: sejam bem-vindos!

Relativamente à questão que coloca posso dizer-lhe que o protocolo que assinámos prevê o tratamento especial para quem queira também segurar os seus carros normais.
Esse tratamento traduz-se num desconto comercial do prémio de seguro que pagaria se contratasse com a Allianz uma apólice MotorAll  (pode fazer a simulação do custo no site da Allianz). Ou seja, o Protocolo CPA-Allianz-CV garante-lhe que terá um desconto relativamente ao valor que teria de pagar na Allianz se não existisse este Protocolo. O valor do desconto depende de vários parâmetros técnicos, nomeadamente do Concelho de residência. Dos casos que conheço, na zona de Lisboa, isso tem significado ficar a pagar menos cento e tal euros por ano pelo seguro do carro com assistência em viagem ...
De qualquer modo, para ter uma resposta mais objectiva o melhor será contactar com o Sr. Veludo: alfredo.veludo@cvseguros.com   Telf. 21 458 41 80
Registado
madalenarelvao
Visitante
« Responder #75 em: 02 Nov 2007, 13:35 »


Caro RaulLopes,

estive a tentar preencher a ficha de inscrição de sócio (em nome de meu marido RAFAEL RODRIGUES RELVÃO), mas faltava-me a foto digitalizada. Vou refazer a inscrição amanhã.

No entanto, aproveitei para dar uma volta pelo forum e surgiu-me uma dúvida quanto aos seguros: se eu mudar para esta seguradora os outros automóveis - são 3 e vésperas de 4, pois a minha filha acabou de tirar a carta e está à espera de uma oferta nossa... - terei algum desconto nestes? Neste momento tenh-os segurados no seguro directo porque foi o que me ofereceu melhores condições para o conjunto dos 3.
Agradeço mais informações.
Madalena Relvão



Vivam companheiros.

Como a mensagem anterior do Sr. Veludo ilustra, o Protocolo CPA-Allianz-C&Veludo continua a mexer.

Como acaba de ser dito, apesar de o capital seguro obrigatório ter aumentado 3 vezes (de 600 mil para 1.800 mil euros) o pacote de condições seguras mantém-se nos 194 euros para os sócios do CPA.

Talvez mais importante do que isso. O acordo estabelecido fixou como âmbito de aplicação os veículos que no Livrete estivessem classificados como "autocaravanas", o que se veio a revelar excluir as autovivendas e mesmo algumas autocaravanas construídas sobre chassis comercial.

Pois bem, fruto do espírito de colaboração que o CPA tem encontrado na Allianz e na Castela & Veludo, agora as autovivendas passam a dispor do mesmo tratamento que as AC, isto é podem fazer o seguro no C&V por 194 euros (atenção Decas Smiley).

Registado
Carlos Nuno
Membro
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 49

: Jun, 2006


« Responder #74 em: 30 Out 2007, 12:18 »

Caros companheiros.
Claro que tomei conhecimento do seguro que, penso que em boa hora, o CPA conseguiu para os sócios. Fui fazer uma revisão ao que se tem aqui falado e que tem sido devidamente esclarecido quanto às dúvidas suscitadas. Quanto aos vidros, ou acrílicos, posso AFIRMAR que comigo na Fidelidade (STMS) não houve qualquer dúvida. Partiu-se-me o vidro da janela grande - acrílico- e foi pago sem qualquer problema. Fiz a participação, o perito foi ver e deu logo ordem para a substituição. Confesso que nem sei o que consta nas cláusulas do contrato sobre o assunto dos vidros. Esta é a VERDADE e por isso é meu dever partilhar essa informação aqui. Tenho vários seguros mas, quanto a este, por enquanto estou na espectativa. Como já aqui se disse só os burros é que não mudam.Um abraço.
Registado

Carlos Nuno
Amadora
Antonio
Visitante
« Responder #73 em: 30 Out 2007, 00:54 »

Boa noite

Mais, gostaria de acrescentar ter a Allianz, um item chamado 60+1, que não é mais do que quando é necessário a assistencia em viagem, e apòs o primeiro contacto telefónico a assistencia em viagem tem 60 minutos para chegar junto ao veiculo avarido/sinistrado.
Se tal não acontecer a Allianz paga 60 Euros mais 1 Euro por cada minuto excedente.
Apresento os meus cordiais cumprimentos
Alfredo Veludo


Sendo assim tenho + de 200 € a cobrar.
Esperei mais de 3 horas pelo reboque.
« Última modificação: 30 Out 2007, 00:56 por Antonio » Registado
viktor
Visitante
« Responder #72 em: 29 Out 2007, 09:26 »

Obrigado.

Fiquei esclarecido.

De qualquer forma o folheto enviado com as condições gerais presta-se a más interpretações.


Cumps.

V.R.
« Última modificação: 29 Out 2007, 10:44 por viktor » Registado
alfredo veludo
Visitante
« Responder #71 em: 28 Out 2007, 21:43 »

Boa noite

Relativamente à mensagem do companheiro Sr. Vitor Rodrigues, posso confirmar não existir qualquer franquia na assistencia em viagem, pois como diz, não faria sentido.
Mais, gostaria de acrescentar ter a Allianz, um item chamado 60+1, que não é mais do que quando é necessário a assistencia em viagem, e apòs o primeiro contacto telefónico a assistencia em viagem tem 60 minutos para chegar junto ao veiculo avarido/sinistrado.
Se tal não acontecer a Allianz paga 60 Euros mais 1 Euro por cada minuto excedente.
Apresento os meus cordiais cumprimentos
Alfredo Veludo
Registado
viktor
Visitante
« Responder #70 em: 27 Out 2007, 22:30 »

  Relativamente ao protocolo CPA-Allianz sobre o seguro para AC`S  a 194€ /ano,ao qual aderi e do qual hipotéticamente vou beneficiar gostava contudo de ser esclarecido sobre a frankia a pagar na assistencia em viagem.Pelo que me apercebi e cito embaixo não há frankia.Mas no guia do cliente falam em 250€.Em que ficamos?

Espero não precisar de telefonar para a Allianz por ter uma avaria quando ando na estrada mas porem logo a faskia nos 250€ parece-me exagerado.

Ou seja pagamos anualmente 194€.Quando *realmente*  precisarmos do serviço são mais 250€.Total:444€

Por 444€/ano há "n" companhias a fazer o seguro com custo 0 para a frankia.

É ASSIM?Espero bem que não.

Nesse sentido gostava de ser esclarecido.

Antecipadamente agradeço.






5- Assistência em viagem à autocaravana e à família do segurado, compreendendo, nomeadamente: despesas de desempanagem e reboque, despesas de transporte/repatriamento da AC, envio de peças de substituição (só estrangeiro), envio de motorista profissional em caso de impedimento para conduzir do segurado, assistência em caso de furo e de falta de combustível (só Portugal), despesas de transporte para regresso a casa, despesas de estadia em hotel e de acompanhamento em caso de hospitalização (com limites pré-definidos), etc
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #69 em: 22 Out 2007, 23:04 »

Vivam companheiros.

Como a mensagem anterior do Sr. Veludo ilustra, o Protocolo CPA-Allianz-C&Veludo continua a mexer.

Como acaba de ser dito, apesar de o capital seguro obrigatório ter aumentado 3 vezes (de 600 mil para 1.800 mil euros) o pacote de condições seguras mantém-se nos 194 euros para os sócios do CPA.

Talvez mais importante do que isso. O acordo estabelecido fixou como âmbito de aplicação os veículos que no Livrete estivessem classificados como "autocaravanas", o que se veio a revelar excluir as autovivendas e mesmo algumas autocaravanas construídas sobre chassis comercial.

Pois bem, fruto do espírito de colaboração que o CPA tem encontrado na Allianz e na Castela & Veludo, agora as autovivendas passam a dispor do mesmo tratamento que as AC, isto é podem fazer o seguro no C&V por 194 euros (atenção Decas Smiley).
Registado
alfredo veludo
Visitante
« Responder #68 em: 22 Out 2007, 16:06 »

Boa tarde

Depois de um periodo de férias tardias, já de regresso, gostaria de partilhar algumas informações de importancia para todos nós.
Entrou em vigor no passado dia 20 de Outubro, o novo decreto lei do seguro automóvel que passa o limite minimo da responsabilidade civil para 1.800.000 Euros. Ao abrigo do protocolo existente este aumento de capital não irá implicar nenhum aumento de prémio do seguro automóvel.
Penso que ainda não foi aqui falado, mas devido à sua importancia, não gostaria de mencionar que o seguro auto da Allianz, "Motorall", é o unico que comtempla a Responsabilidade Civil Cruzada.
Passo a explicar: Se houver um acidente entre dois veículos do mesmo proprietário ou conjuge, a Responsabilidade Civil automóvel ´não actua pois ninguem é civilmente responsàvel por si próprio ou pelo conjuge.
O seguro da Allianz cobre estas situações porque tem, como disse a RC cruzada.
Estamos a trabalhar na nova tarifa de danos próprios e espero brevemente ter boas noticias para todos os associados que pretendam esta cobertura.
Apresento os meus cordiais cumprimentos
Alfredo Veludo
Registado
rduarte
Visitante
« Responder #67 em: 10 Out 2007, 12:13 »

Bom Dia

Pois agora voltarei a carga em Junho de 2008 Grin Grin Grin

Boa Viagem
Registado
Decas
Visitante
« Responder #66 em: 10 Out 2007, 11:46 »

Bom dia RDuarte,

O mesmo se passou comigo, quando telefonei em Junho a saber preços para o seguro contra todos os riscos. No entanto o Sr.Veludo, estava de férias pelo que irei contactar novamente. Na altura queria passar para lá a Ac, mais 2 viaturas e como tenho um seguro de saúde da Allianz, pensei poder beneficiar, mas as contas saíram superiores.

De qualquer forma vou tentar novamente para saber se "no entretanto" algo foi revisto.
Registado
rduarte
Visitante
« Responder #65 em: 10 Out 2007, 09:43 »

Bom Dia

Companheiro Raul e Decas, em Junho solicitei preços para o seguro contra todos os riscos a empresa Castelo & Veludo,  mas o valor solicitado fora superior ao que pago na STMS


Boa Viagem
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #64 em: 08 Out 2007, 22:48 »

Olá Decas,

As coisas nem sempre são tão rápidas quanto desejamos, e é o caso. Parece que este dossier vai transitar para a próxima Direcção.

Entretanto sugiro-te que peças à Castela & Veludo (directamente) uma simulação para o teu caso. Receio que tenha havido ruido de comunicação na tua anterior diligência. O valor que te terá sido transmitido "não joga" com o que resulta das minhas conversas de aproximação ao problema.
Registado
Decas
Visitante
« Responder #63 em: 03 Out 2007, 23:45 »

Olá Raul,

Ainda não há nada de novo relativamente a seguro contra todos os riscos, pois não?

É que eu aguardo notícias dessa modalidade, pois quando vou é " contra todos mesmo " Grin
Registado
Ameneses
Hero Member
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 960

: Mai, 2006



« Responder #62 em: 03 Out 2007, 19:17 »

...
« Última modificação: 03 Abr 2008, 15:30 por Ameneses » Registado

Adérito Meneses
Aveiro
Raul Lopes
Visitante
« Responder #61 em: 03 Out 2007, 19:12 »

Caros companheiros,

 Um alerta, não sei se têm a noção mas o seguro da Allianz (acabei obter essa informação junto do mediador Castela  Veludo) só cobre a quebra de vidros e não engloba a quebra de acrilícos. Ou seja, no meu caso como as janelas da autocarana são em acrílico a quebra destas não está coberta.

Um abraço,

 António Carvalho

Companheiro António,

A informação que lhe foi transmitida pelo mediador é correcta. Com efeito no Protocolo assinado está absolutamente claro que os acrílicos não ficariam incluídos. Não há na matéria truques de "esperteza" associados a claúsulas escritas em letras pequeninas. Isto ficou escrito em letras do tamanho das restantes.
Posso também acrescentar que do levantamento que oportunamente fiz só encontrei uma campanhia (não tenho agora presente qual) que aceitava incluir os acrílicos.
Este é um dos vários pormenores que a próxima Direcção poderá vir a melhorar. Neste Protocolo os acrílicos só não ficaram incluidos porque a Allianz não tinha qualquer experiência de segurar este "tipo de objectos", não estando em condições de avaliar o risco associado ao seguro.

Uma nota final: a bem do esclarecimento desta matéria tão sensível para os autocaravanistas, não me parece adequada a divulgação de "esclarecimentos" num registo de quem descobriu que andam a conspirar contra nós tentando  vender-nos gato por lebre. Denuncie-se o que houver para denunciar, o que vier a correr mal ou aquilo em que as nossas expectativas sejam goradas, mas não levantemos suspeitas infundadas.
Registado
Carlos North
Visitante
« Responder #60 em: 03 Out 2007, 18:20 »

Caros companheiros,

Na minha companhia de seguros, Vitoria, a quebra de vidros compreende as da parte automóvel e não da célula habitacional por não serem vidros, ou seja o para brisas e as janelas da cabine OK o resto não.

Já agora e para complementar, quando terminar a validade do meu seguro vou para o protocolo da Allianz/CPA
                               "eu é que não sou parvo" - dúvidas?-.

Saudações
North
Registado
Laucorreia
Visitante
« Responder #59 em: 03 Out 2007, 16:53 »

Olá NunoR
Obrigado pelo teu esclarecimento.
Assim sendo, o post do companheiro AC1972 serviu talvez e apenas para lançar a suspeição sobre o protocolo assinado entre o CPA e a Allianz via Castelo & Veludo, pela forma como foi apresentado o "alerta", parecendo ser uma situação que dizia respeito tão só a este protocolo e a esta companhia.
Seria útil uma mais rigorosa intervenção por parte de todos os intervenientes.
Afinal de contas o colectivo autocaravanista só ganharia com isso.
Cordialmente,
Laucorreia
« Última modificação: 03 Out 2007, 17:55 por Laucorreia » Registado
nunor
Visitante
« Responder #58 em: 03 Out 2007, 16:24 »

Na Fidelidade, quer atráves da STMS quer da FCMP, a quebra de vidros não abrangia os acrílicos.
Penso que esta situação é comum a todas as seguradoras, que não seguram os acrílicos, apesar de estes serem mais baratos que os vidros.....
Nuno
Registado
Laucorreia
Visitante
« Responder #57 em: 03 Out 2007, 16:11 »

Olá companheiros
Perante este quadro, há uma pergunta que se impõe:
- E nas outras companhias/apólices os acrílicos das AC's estão, realmente, contemplados?
Agradeço respostas fundamentadas a quem as tiver.
Nunca passei pela situação de ter alguma das janelas acrílicas partidas com a anterior apólice, não tendo, assim, usado a cobertura de "quebra isolada de vidros" que havia susbscrito. Fiquei sem saber se eram só os vidros ou se incluía os ditos acrílicos.
Cordialmente,
Laucorreia
Registado
Páginas: 1 2 [3] 4 5 6   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: