Páginas: [1] 2   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: Autocaravanismo na Imprensa Regional do litoral  (Lida 9820 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
rduarte
Visitante
« Responder #37 em: 18 Set 2007, 16:07 »

Bom Dia

Eu pessoalmente não consigo gostar de nenhuma parte deste texto, quanto a expressão de eles não sabem o que dizem eu vou mais para outra eles falam pela voz do dono.
Do texto pode-se perceber que para sermos melhor recebidos aos olhos do Sr.Presidente da C.M.Aljezur, teremos que ser para alem de autocaravanistas Surfistas, pois é um mal menor que até da um certo jeito no que respeita a vigilância das praias, já que os meios disponíveis deixam muito a desejar.
Este senhor vive obcecado com a construção do famoso hotel, empreendimento turístico e agora o Parque de campismo porque será?
Será que com a construção destes empreendimentos os problemas do concelho vão desaparecer, serão construídos parques de estacionamento para os actuais utilizadores das praias e para os clientes dos mesmos (tanta generosidade…….), sinceramente penso que quando se têm tanta preocupação com a natureza não se devia demonstrar a seguir tanto apetite por betão.
Quanto ao Sr.João Tiago autor (ou tradutor) do texto pouco se pode dizer porque o seu trabalho é realmente mau, contudo não me deixo de preocupar por não existir que fiscalize este tipo de serviço, se este Sr. escrever sobre todos os temas como escreveu este, qual será o futuro do jornal Barlavento. Huh Huh Huh

Boa Viagem
Registado
Ameneses
Hero Member
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 960

: Mai, 2006



« Responder #36 em: 18 Set 2007, 12:13 »

Realmente Companheiros.....

Será que o «homenzinho» se estará a referir ao óleo da frigideira?

O melhor que temos a fazer é inundar o mail dele com fotos e conceitos Autocaravanistas.

Saudações.

Ameneses


* frigideira.gif (11.64 Kb, 193x153 - visto 327 vezes.)
« Última modificação: 18 Set 2007, 12:14 por Ameneses » Registado

Adérito Meneses
Aveiro
msilva
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 257

: Ago, 2006


Visitante Nº 1053


« Responder #35 em: 17 Set 2007, 22:52 »

Caros Companheiros:
Com este artigo fiquei preocupado pois devo estar com o nivel de oleo no maximo pois foi coisa que nunca mudei, a não ser na MIDAS.
É deveras triste que os jornais regionais precisem de transcrever para o papel ,e deturpando, a má reportagem da SIC.
Estando a ouvir a Ministra da Educação enquanto escrevo esta mensagem espero que a educação em Portugal melhore e que os jornaleiros que existem, amanhã possam ser chamados de JORNALISTAS.
Um abraço
MSilva
Registado

Mário Silva
Loures
marco nuno
Visitante
« Responder #34 em: 17 Set 2007, 20:18 »

É triste...!
 
Eu especialmente "gostei" da parte das autocaravanas estarem estancionadas nas dunas.... Devem de estar bem preparadas para não se atascarem na areia... devem de ser 4x4 ou coisa assim...

é triste quando se confunde autocaravismo com campismo selvagem.... 

Como diz aquela conhecida canção:

.... " .... Eles não sabem o que dizem...."

Att. Marco Nuno
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #33 em: 17 Set 2007, 14:52 »

No dia 16 de Agosto o Jornal Barlavento publicou mais um naco de prosa daqueles com que vamos sendo mimados. Aliás na linha da reportagem da SIC da mesma altura.

Pessoalmente gostei particularmente desta parte:

Citar
Não têm casas de banho, áreas de serviço para mudanças de óleo ou de águas sanitárias, nem tão pouco um sistema ordenado de deposição de lixo ou de acesso a água potável. É o verdadeiro campismo selvagem que, de tão selvagem, ameaça destruir a beleza e a riqueza ambiental das praias da Costa Vicentina

O autor merece ser felicitado: joaotiago@barlavento.online.pt
Aos companheiros que andem pelo Algarve sugiro que o convidem a visitar a V/ autocaravana para ele perceber do que fala.



Se carregarem no nome do ficheiro que está mais abaixo podem ver o texto completo.

* Publicado no Jornal Barlavento a 16 Agosto.pdf (330.97 Kb - transferido 261 vezes.)
« Última modificação: 17 Set 2007, 14:56 por RaulLopes » Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #32 em: 09 Mai 2007, 11:55 »

Meu caro Ameneses,

compreendo o seu (nosso) problema. Sem se poder observar o aspecto gráfico, pode-se ler o texto integral aqui:
http://www.diariocoimbra.pt/15274.htm
Registado
Ameneses
Hero Member
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 960

: Mai, 2006



« Responder #31 em: 09 Mai 2007, 00:33 »

Amigo e Companheiro Raul Lopes.

Como os óculos que utilizo (comprados em Coimbra!) já não me ajudam, mesmo ampliando a imagem não consegui ler tudo. Como tenho acompanhado de perto a luta do CPA em relação a Coimbra, serão boas notícias! Vou aproveitar no próximo dia 10 que vou estar todo o dia no IPO, encontrar um jornal dessa data e actualizar-me.

Saudações Autocaravanistas.

Ámeneses

P.S. Revisitando agora post's mais antigos, já em 17 de Abril o Companheiro Nuno transcrevia uma notícia alusiva ao mesmo e, parece-me, com as mesmas palavras no mesmo Diário.
« Última modificação: 09 Mai 2007, 01:00 por Ameneses » Registado

Adérito Meneses
Aveiro
Raul Lopes
Visitante
« Responder #30 em: 08 Mai 2007, 23:27 »

Há sementes que teimam em germinar no deserto. Não acreditam? Leiam este artigo do Diário de Coimbra:

Instalar uma estrutura de apoio ao autocaravanista em Coimbra... é só uma questão de vontade!


* Coimbra-DC-MPT2B.JPG (694.63 Kb, 620x873 - visto 464 vezes.)
Registado
Jocavelino
Visitante
« Responder #29 em: 30 Abr 2007, 14:55 »

Isto mais uma vez comfirma-se o que já todos sabemos é que infelizmente o Algarve foi criado com Campismo Selvagem e outra situações que actualmente reprovamos mas a verdade é que foi assim que o Algarve se desenvolveu.
Agora o que se passa é que os grandes investidores(ingleses,alemães,etc...), não querem, assim que abrem as janelas, ver Frigoríficos á sua frente!!!
è lamentável mas os nossos próprios conterrâneos são os piores e isto porque a verdade é esta grande parte dos locais Algarvios (e felizmente que existe excepções), querem é levantar-se da cama e sentar-se ao lado dela e se para isso for preciso vender tudo o que os seus antepassados reuniram não hesitarão a faze-lo.
E com respeito a simpatia? Se for inglês é yes, yes, yes, e tal se for português quase que somos tratados ao coice e porque?
Porque não lhes compramos os terrenos!!!
È triste e lamentável o que se passa neste país é lamentável...
Bem Hajam a todos
Registado
msilva
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 257

: Ago, 2006


Visitante Nº 1053


« Responder #28 em: 26 Mar 2007, 22:33 »

Caro Ruy, Raul, Nuno e demais direcção do CPA:
Em primeiro lugar o meu total apoio às 2 respostas sobre o artigo do pertenço jornalista da Gazeta de Lagoa região Algarvia que já muito admirei e para a qual já distribui muito do seu vinho na região de Lisboa. Tal como o vinho que distribuía em tempos de grande qualidade com o relevo que teve foi perdendo qualidade e o que sempre se lutou para que não chegassem as grandes superfícies pois a qualidade seria só para algumas garrafeiras de qualidade da capital com o passar dos tempos e as trapalhadas que se foram fazendo só encontramos esses vinhos agora de pobre qualidade em grandes supermercados e até nos mais económicos.
Podem ter a certeza que o mesmo se passara nesta região algarvia que muito tem para nos oferecer mas com a má publicidade por eles mesmo feita será a primeira a corrigi-los por necessidade criando áreas de serviço e pernoita para ACs e será uma das nossas principais aliadas do CPA e de todos os autocaravanistas. Passamos por um momento em que todas as regiões que desenvolveram muito a custa de turismo autocaravanista que propagandeou pelos quatro cantos as belas paisagens e áreas de lazer, praias, gentes... nos começam a desprezar mas depressa vão dar pelo erro e reconhecer no autocaravanismo (e quando digo autocaravanismo incluo nacional e estrangeiro) uma das formas de melhor publicidade gratuita das regiões por onde passamos.
Continuemos com as nossas passeatas de fim-de-semana, ferias e deixemos as mas línguas onde estão pois como diz o velho ditado "vozes de burro não chegam ao céu"
Um abraço
MSilva
Registado

Mário Silva
Loures
mcouto
Visitante
« Responder #27 em: 26 Mar 2007, 21:01 »

Enfim...

Um jornalista e um director dum jornal que fizeram juz ao nome e gazeta à escola (de jornalismo).

Ambos a procurarem os seus 15 minutos de fama regateando «à la reality show» uma espécie de independência do Algarve em relação ao resto do país.
Infelizmente todas as regiões turisticas que não compreendam os seus turistas nacionais dificilmente conseguirão sustentar ou aumentar o turismo internacional.

A prova é o que se tem visto pelas estatisticas. Nenhum turista estrangeiro faz férias tranquilamente num sitio que não seja amplamente frequentado por turistas dessa nacionalidade. Se esse destino tiver apenas nacionais «profissionais» que lhe tentam somente aliviar (e por vezes estorquir) os euros, nessa altura ele percebe que se não é bom para os nacionais também não é bom para ele.

Só por esta razão o tal jornal regional já está a cometer um erro, que embora de pouca expressão pela sua reduzida divulgação, mostra que não promove a informação nem a formação (dois dos principios básicos do jornalismo) no seu objectivo de existência.

A meu ver a coisa tem pouca importancia, porque se tivesse não eram só os autocaravanistas que se sentiriam insultados, seriam todos aqueles que passam pelo Algarve, é que ao passarem por lá têm que ocupar espaço, estacionamentos, beber água do chafariz, andar por sitios com paisagens bonitas, etc., chama-se a isso fazer turismo.

Claro que certas pessoas por razões compreensiveis preferiam que as pessoas só lá fossem depositar os euros e saissem logo de seguida para não «agredir» as suas doenças do foro psicológico e de relacionamento.

Acho que a carta apresentada pelo Presidente do CPA é perfeitamente correcta e pretende mostrar que o CPA apesar de não poder responder por todos os autocaravanistas, tenta colocar objectividade na questão referindo e corrigindo a generalização injusta que foi cometida pelo jornalista.

Além disso a mesma carta do Presidente do CPA  reveste-se (contrariamente à atitude pouco jornalistica do director do jornal), do unico caracter informativo no meio disto tudo sobre o meio autocaravanistico que era o que estava em análise e deveria ser informado aos leitores. Na verdade o jornal não informou, mesmo quando teve ajuda especializada, portanto não informa, nem forma, apenas entretêm.

Também acho que não devem ser queimados mais nenhums neurónios com este assunto e deixo claro o meu total apoio (e agradecimento) ao Presidente do CPA.

Manuel
Registado
J.Sanches
Sócio do CPA
Membro
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 25

: Out, 2006

Sócio Nº 314


« Responder #26 em: 26 Mar 2007, 20:14 »

Companheiros:

Ruy Figueiredo e Raúl Lopes


Muitos parabéns, pelas respostas dadas ao dito "pasquim" , mas penso que não vale a pena bater mais no pasquineiro, porque deve ser como o ferro frio.


J. Sanches
Maia
Registado

José Sanches
Maia
Raul Lopes
Visitante
« Responder #25 em: 26 Mar 2007, 18:32 »

Forçada pelas circunstâncias, a Direcção do CPA enviou ao Director da Gazeta de Lagoa o seguinte texto com o que pretende dar por encerrado o "assunto Lagoa".
Ao cuidado de cada um fica a leitura do que o CPA escreveu e do que foi publicado na Gazeta de Lagoa. Depois digam-nos onde encontram a falta de educação de que se queixa o dono do jornal.

Citar
Campismo selvagem e provincianismo: alguns esclarecimentos aos leitores que se impõem

1. No passado dia 16 de Fevereiro de 2007 a Gazeta de Lagoa publicou um texto da autoria de Pires Guerreiro com o título: “Campismo selvagem junto ao Rio Arade”. Pelas afirmações aí proferidas, mas não fundamentadas, tal texto ofende de forma indiscriminada todos os autocaravanistas.

2. O CPA, pela mão do seu Presidente Ruy Figueiredo, protestou junto do Director da Gazeta de Lagoa pelo teor do texto de Pires Guerreiro. O Sr. Arthur Ligne usando de critérios jornalísticos que não nos cabe qualificar, publicou a carta do CPA enquadrando-a por um texto seu em que objectivamente nem responde a nenhum dos argumentos apresentados pelo CPA, nem pede desculpa aos autocaravanistas, conforme seria de esperar. Em vez disso, ele próprio subscreve as afirmações de Pires Guerreiro e procura atingir a dignidade do CPA e do seu Presidente, pondo em causa “a classe” e o “nível” do Presidente Ruy Figueiredo, para além de qualificar a sua resposta de “desabrida, desastrada e que ultrapassa os limites da boa educação”.

3. Está visto que em matéria de educação não bebemos nos mesmos manuais. Como a carta do CPA-Ruy Figueiredo está publicada, confiamos à inteligência dos leitores a avaliação de quem é que afinal é mal educado. Não obstante, parafraseando Diognes, lembramos que “o insulto desonra a quem o profere, não a quem o recebe”.

4. Em matéria de educação, honra e respeitabilidade do Presidente Ruy Figueiredo, todos os membros da Direcção do CPA o testemunham e, se necessário for, outras mil vozes virão a terreiro fazê-lo.

5. Entretanto, no dia 20 de Março a Gazeta de Lagoa publicou outro texto assinado por P.Guerreiro onde, para além de se fazer passar por vítima, o escriba não trás a lume um único facto que suporte as suas acusações anteriores. Limita-se a seguir o caminho iniciado pelo seu director tentando atingir o bom nome do Presidente do CPA. Há níveis a que não descemos, por isso o texto não nos merece resposta.

6. Já todos conhecemos o resultado do entendimento de que ao Algarve  (Allgarve?) não interessa os turistas portugueses. Para algumas mentes parece haver uma nova versão desta “cultura”: os autocaravanistas (estrangeiros ou portugueses) são turistas que não interessam à Região. Mesmo quando estamos a falar de potencialmente 2 milhões de autocaravanistas que fazem turismo itinerante durante todos os meses do ano! Em nome de quê? Do que foi publicado só ressalta um argumento: “defender os interesses da minha terra”. Se a perseguição aos turistas portugueses no Algarve é uma atitude provinciana, esta postura só pode ser vista como bairrismo provinciano. Como sempre acontece com as atitudes bairristas, mais cedo ou mais tarde elas acabam por revelar-se contrárias ao interesse estratégico do desenvolvimento local. É o Algarve, e particularmente Lagoa, quem fica a perder com este tipo de atitudes.
 
7. Temos mais que fazer, por isso para nós esta “novela” acaba aqui. Mas não queremos fazê-lo sem antes deixar claro duas coisas. Primeira, os autocaravanistas não confundem a opinião de algumas pessoas (por mais destaque que seja dado a essas opiniões), com a opinião das populações locais. Estamos certos de continuar a merecer e de continuar a contar com a boa hospitalidade dos habitantes do Concelho de Lagoa, nomeadamente dos habitantes de Ferragudo. A segunda coisa que queremos deixar clara é a nossa disponibilidade para colaborar activamente com as instituições locais, particularmente com as Autarquias, no sentido de melhor conjugar autocaravanismo e desenvolvimento local.

8. Estamos certos de que não precisamos de invocar o direito de resposta para que o sr director Arthur Ligne aceite publicar este nosso esclarecimento no seu jornal
.
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #24 em: 24 Mar 2007, 18:59 »

Companheiros,

Há notícias que preferíamos não dar , mas...

Desta vez é para vos informar de que voltámos a ser notícia, com "direito" a destaque de 1ª página, na Gazeta de Lagoa.
Sem mais comentários, deixo aqui cópia da despropositada resposta à carta do CPA que foi aproveitada para um inaceitável ataque à idoneidade moral do companheiro e presidente Ruy Figueiredo. Todos sabemos que ele assinou a carta em defesa da nossa imagem, mas não merecia esta tentativa de assassinato de carácter. Claro que ele conta com a incondicional solidariedade de todos os membros da Direcção... e de todos os autocaravanistas!

PS.
Já agora, para aqueles que como eu têm cão e que por vezes usam papel de jornal para apanhar do chão os excrementos do bichano: quando viajarem pelo Algarve tenham em atenção que nem todo o papel merece ser reciclado.   Há algum que está tão sujo que o melhor mesmo é ir definitivamente para o lixo. Usem-no para acondicionar os ditos excrementos!

Nota: para conseguir ler o texto precisam fazer clique sobre a miniatura do texto em anexo e de seguida ampliá-lo um pouco. Quem não tiver feito o login (os "visitantes") não conseguirá ver o anexo.


* gazeta3-23Marco-reduzida.jpg (103.13 Kb, 1047x860 - visto 368 vezes.)
« Última modificação: 24 Mar 2007, 19:08 por RaulLopes » Registado
rduarte
Visitante
« Responder #23 em: 21 Mar 2007, 09:42 »

Bom Dia

Acabo de enviar para a Gazeta de Lagoa o seguinte mail



Ricardo Manuel Oliveira Duarte
Autocaravanista, proprietário de cão


                                                           Gazeta de Lagoa
                                                           ATT Exmº Senhor Pires Guerreiro

Assunto: Crónica??? na Gazeta de Lagoa

Antes de mais gostaria de lhe dizer que sou proprietário de uma autocaravana e de um cão, ambos estão em conformidade com a lei, a viatura em questão paga os impostos decretados para a respectiva classe, o cão e portador de BI internacional, Chip, e
têm seguro de responsabilidade civil, e não anda na praia.
Quanto a questão de V.Exas achar que nos autocaravanistas somos feirantes e somos um problema de saúde publica, já me deixa algumas preocupações, tendo V.Exas o dom da palavra num jornal e quando o director do mesmo compactua com estes comentários leva-me a concluir que realmente existe falta de profissionalismo, e que este jornal poderá ter os dias contados o se não as pessoas andam a ser enganadas por um pseudo jornalista que escreve sem saber o que diz.

1º Se não é do seu conhecimento deveria ser que as Autocaravanas possuem WC, com sanita, lavatório, base de chuveiro, como se calhar o Senhor têm em casa por isso não vai fazer as suas necessidades fisiológicas a rua correcto?

2ª Nos somos cidadão normais tal como o senhor, estamos no ano 2007 e usamos água
potável como o Senhor usa em casa, o direito a usar a água do chafariz deve ser igual para qualquer cidadão correcto?

3º Quanto ao parqueamento selvagem de autocaravanas é igual ao estacionamento do seu veiculo só que somos maiores correcto?

4º Quanto as autoridades locais actuarem em conformidade com a lei, nós autocaravanistas, respeitamos a lei e o meio ambiente espero que o Senhor também o faça?
 
Por fim e para o bem dos leitores da Gazeta da Lagoa sugiro que quer o pseudo jornalista quer o pseudo Director, aproveitem as ferias da Páscoa, para lerem um pouco sobre Autocaravanismo, para tal encontram na Edição do Jornal o Publico de 17 de Setembro de 2006, ou na Edição do Jornal do Algarve de 22/02/2007 texto da Autoria de Martins Coelho  que poderá ser uma boa referência para a aprendizagem, de quem quer andar neste meio.
Quem sabe se um dia vão ser um Jornal de referencia para os milhares de utilizadores de autocaravanas.

 Boa Viagem


Registado
msilva
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 257

: Ago, 2006


Visitante Nº 1053


« Responder #22 em: 21 Mar 2007, 00:49 »

Caro Raul e sócios do CPA:
Acho que nos cabe escolher os sítios por onde andamos e ficamos, mas não devemos deixar de passar por onde gostamos e somos bem recebidos pelas gentes por sermos invejados, pois estas criticas não passam de inveja, por dois ou três pseudo jornalistas que nem sabem do que escrevem. Devemos é informar todos os autocaravanistas nacionais e estrangeiros que podem encontrar este tipo de pessoas em Lagoa e em todos os locais em que tivermos conhecimento deve ser feito o alerta. Deve também ser informada a Junta de Turismo do Algarve assim como o Ministério da Economia que acaba de investir uns largos milhares de euros no projecto ALLGARVE e que vai atrair mais gente e muitos autocaravanistas com grandes probabilidades de serem mal recebidos.
Quanto a esses pseudo jornalistas da Gazeta de Lagoa pode ser que haja uma maré viva mais forte e que os leve.
Um abraço
MSilva
Registado

Mário Silva
Loures
Ameneses
Hero Member
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 960

: Mai, 2006



« Responder #21 em: 20 Mar 2007, 19:01 »

Companheeiro Raul:

Articulistas deste quilate só merecem o nosso desprezo. As gentes não têm culpa mas, pela minha parte para além de escrever ao dito senhor, em todos os foruns da europa irei aconselhar os Autocaravanistas, a não se deslocar a Lagoa.

Saaudações Autocaravanistas.

Ameneses
Registado

Adérito Meneses
Aveiro
Raul Lopes
Visitante
« Responder #20 em: 20 Mar 2007, 11:55 »

Obrigado companheiro Rui.

De facto há casos que ou se resolvem no Tribunal, ou à velha maneira dos beirões e/ou dos ribatejanos ou ... se votam os protagonistas ao destino que merecem: desprezo.

Seja como for esta é uma situação em que me parece que o Clube fez o que podia fazer: tentou defender o bom nome dos autocaravanistas.
Agora, sem prejuízo de o CPA vir a tomar posição formal, se algo se pode fazer deverá passar pela acção dos autocaravanistas, especialmente dos sócios do CPA, que têm o dever de defender o bom-nome do Clube e do seu presidente que estes srs tentaram enxovalhar.

aqui ficam os contactos dos artistas:
-- Pires Guerreiro: carlosp.guerreiro@sapo.pt
-- Arthur Ligue (directos do "jornal"): gazetadelagoa@gmail.com

E também o link para o formulário de reclamação junto da ERC-Entidade Reguladora para a Comunicação Social: http://www.erc.pt/index.php?op=conteudo&id=79&mainLevel=folhaSolta&lang=pt
 

Mais abaixo estão os contactos da Câmara Municipal e das Juntas de _Freguesia envolvidas.
Registado
RCruz
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 118

: Set, 2006


« Responder #19 em: 20 Mar 2007, 10:51 »

Caros companheiros(as). Caro Raul. A todos bons dias

Não sou adepto de corridas de touros até porque, não defendo a violencia gratuita exercida sobre qualquer tipo de animal por parte de um ser dito "superior" mas... na minha opinião o que se está a passar com os senhores da Gazeta de Lagoa é exactamente o que se passa com os touros nas corridas. Ao sentir-se picado desata a "bufar" e a querer marrar em tudo o que se move e, se apanha o toureiro...

Desculpem as analogias mas é que com este sol ficamos inspirados.

Penso que deve o CPA enviar uma carta ao dito jornal informando-os que é só o maior clube português de autocaravanistas e que defenderá o seu bom nome e os seus direitos seja contra quem for e onde for.

Quanto ao resto seremos nós autocaravanistas que no futuro mostraremos a esses senhores que contráriamente ao que pensam não somos todos farinha do mesmo saco.

Outras batalhas mais importantes temos para travar e não devemos dar demasiada importância a quem não merece.

A ser dada qualquer resposta, julgo que não deve ser o CPA a fazê-lo mas sim os associados individualmente. Publiquem os contactos desses senhores e seremos nós a responder-lhes cabalmente.

Obrigado e Boas Viagens

Rui Cruz

Registado

Rui Cruz
Palmela
Raul Lopes
Visitante
« Responder #18 em: 20 Mar 2007, 00:59 »

As cópias do "Jornal" estão como anexo das mensagens. A letra é que está muito pequena, mas foi a única maneira de elas caberem no fórum.
quem não conseguir ler, sugiro que:
1- faça clique na imagem para a abrir
2-com o rato em cima da janela aberta, carreguem no botão direito do rato e escolham a opção "guardar imagem" para a gravar no disco
3- indo ao directório do disco onde a gravaram, abram-na com um programa de visualização de imagens/fotos, onde podem ampliar a imagem.

Peço desculpa, mas não há outra forma. A não ser escrever o texto do jornal. Mas para isso falta-me o tempo.

Já agora, que acham que deva o CPA fazer face a esta atitude do "director"/dono da Gazeta da Lagoa?
Será que merece que gastemos muito tempo com o assunto (sobretudo tendo em conta o tipo de pessoas em causa)?
Registado
Mcas
Visitante
« Responder #17 em: 20 Mar 2007, 00:06 »

...defeito meu já corrigido.
Desculpem...
Registado
Mcas
Visitante
« Responder #16 em: 19 Mar 2007, 23:59 »

Caro Raul Lopes:

Não visualizo as fotos das páginas da gazeta (links inexistentes).

Pode postar novamente, pf, ouserá defeito meu?

obrigado
Registado
jgomes
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 90

: Jan, 2007

Sócio Nº 1238


« Responder #15 em: 19 Mar 2007, 11:48 »

Bom dia companheiros.

FIquei revoltado e indignado com o texto da Gazeta de Lagoa, tendo enviado o meu comentário ao seu autor, que passo transcrever:

Bom dia Sr. Pires Guerreiro.
Sou autocaravanista ainda há pouco tempo, mas não posso calar a minha indignação com o artigo que publicou no jornal »Gazeta de Lagoa», nº858, 16 de Fev. do corrente ano.
Já passei por alguns lugares onde em vez de nos despresarem, nos recebem de braços abertos e simpatia, pois sabem que são mais alguns euros que entram no comércio local.
De certeza que se o Sr. tivesse uma casa em algum local onde fosse fazer turismo, o Sr não abdicava da mesma e ia para hotal, ou iria?
De certeza que os autocaravanistas que por ali passam não sujan nem deitam aquilo a que chama de excrementos humanos no rio, ou o Sr em vez de ir à casa de banho vai ao quintal?
O Sr se precisar de água, encontra uma torneira ou bebedouro péblico, prefere passar sede ou utilizá-lo? Onde é que está o mal de abastecer uma viatura num local público? Ou preferia que lhe fossem comparar a água a sua casa?
Será que os comerciantes locais têm uma opinião como a sua dos autocaravanistas? Tenho quase a certeza que não, senão pergunte-lhes.
Lembre-se que as autocaravanas são viaturas auto sufucientes.
E as outras viaturas que por ali estacionam não ocupam espaço? Essas nem casa de banho possuem. Onde será que irão deixar os excrementos humanos?
O Sr tem o direito de escrever e continuar com a sua crónica, mas por favor quando o fizer assuma o seu estatuto de jornalista e não descarregue e sua má disposição sobre o primeiro que apareça.
Fico curioso para ver a próxima crónica por si assinada. Qual será o sobre o quê?
Até lá um abraço.
Registado

João Gomes
Odivelas
Raul Lopes
Visitante
« Responder #14 em: 19 Mar 2007, 01:02 »

Vejam bem a 1ª página da Gazeta de Lagoa.

Chama-se a isto jornalismo?


* gazeta.jpg (91.54 Kb, 1269x1072 - visto 392 vezes.)
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #13 em: 19 Mar 2007, 01:00 »

E vejam bem a prosa que acompanha a nossa carta.


* gazeta1.jpg (81.48 Kb, 694x818 - visto 395 vezes.)
« Última modificação: 19 Mar 2007, 01:05 por RaulLopes » Registado
Páginas: [1] 2   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: