Páginas: [1]   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: ecos de outros foruns...vejam como vai a vida em França..  (Lida 8541 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Decarvalho
Visitante
« Responder #20 em: 16 Set 2009, 20:08 »

Vivam
para quem se entende com o francês e queira saber em 52 minutos como se faz uma boa reportagem como autocaravanismo em França...siga os links da TV5....


« Última modificação: 16 Set 2009, 20:09 por Decarvalho » Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #19 em: 14 Dez 2008, 16:11 »

Vivam

aqui vai uma listagem de areas para AC e actualizada ,em França
http://pagesperso-orange.fr/jean-pierre.rossi/aires/aires.html
« Última modificação: 14 Dez 2008, 16:20 por Decarvalho » Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #18 em: 02 Nov 2008, 10:24 »

Vivam
 Wink
Um excelente link ( em francês mas com muitas fotos) para se enviar a amigos e desconhecidos,
portugueses e estangeiros, que precisem dicas para uma volta a Portugal em autocaravana

ver em

 http://portugal2008.uniterre.com/
« Última modificação: 14 Dez 2008, 16:09 por Decarvalho » Registado
Mário Caxias
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 316

: Fev, 2006


Sócio Nº 26


« Responder #17 em: 05 Mai 2007, 22:45 »

Simbologia muito bem concebida!  Exemplo a seguir.
Registado

Mário Caxias
Lisboa
Decarvalho
Visitante
« Responder #16 em: 01 Abr 2007, 09:07 »

carissimos

Novasplacas (em França) para sinalizaçao de areas de pernoita de AC dos muncipios ao norte de Bordeus...

vale a pena ver o excelente site e a informaçao em
http://a.ccl.free.fr/actions/annuaire/33.st-savin.htm

Era bem bom que por ca, em vez de só placas de proibiçao ( ou tambem além de placas de proibição ) começassem a ser vistas estas placas de permissão...


* signal05.jpg (6.57 Kb, 104x143 - visto 478 vezes.)
« Última modificação: 06 Mai 2007, 03:25 por Decarvalho » Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #15 em: 05 Dez 2006, 10:23 »

alo
aqui vai mais uma nota sobre a vida em França, em françês e sobre a Bretanha. O tema central é o conflito entre actividade economica púbica e privada, entre parques de campismo privados e municipios que criam estacionamentos, areas de serviço e parkings de pernoita para autoacaravanas...e não apenas por esse facto, mas por o preço ser demasiado baixo...e retirar assim capacidade concorrencial aos campings...

 Camping car : une concurrence public privéLa vogue du camping car fait des vagues chez les professionnels de l'hôtellerie de plein air. Ils s'inquiètent de la concurrence des communes.

L'accueil des camping-cars était à l'ordre du jour de l'assemblée générale du syndicat de l'hôtellerie de plein air samedi à Saint-Pierrre-Quiberon. Le syndicat, qui revendique cent trente adhérents, soit 65 % des campings privés du département, se plaint de la concurrence des communes. « Les camping-cars sont de plus en plus souvent accueillis par les municipalités pour une redevance peu élevée. Or, c'est à nous de les recevoir », a estimé la présidente Marie-Noëlle Communal.

« En France, le camping est libre, sauf qu'un stationnement pour passer la nuit au-delà de six jours sur une même parcelle cadastrale est réglementé » et implique la création d'un terrain spécifique. « Nous avons des aires de vidange, des bornes, nous sommes souvent adaptés pour les recevoir », a souligné Marie-Noëlle Communal. Les professionnels du plein air estiment que c'est un sérieux manque à gagner, d'autant que les camping-cars voyagent très fréquemment aux marges de la saison estivale.

L'environnement est un autre atout de l'accueil des campings avec un outil à leur disposition : une charte nationale pour la qualité paysagère. « Nous devons favoriser une bonne intégration de nos hébergements dans la nature, campagne ou bord de mer. » Comment ? Grâce à un agencement raisonné des emplacements en évitant les surcharges, en utilisant clôtures et haies, en réduisant l'impact vi,suel des bâtiments collectifs. « La clientèle recherche aujourd'hui plus de confort, mais aussi de la sécurité et de l'espace avec un grand souci environnemental, c'est un retour à nos vraies valeurs, au camping dans la nature. »
« Última modificação: 05 Dez 2006, 10:25 por Decarvalho » Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #14 em: 03 Nov 2006, 21:10 »


...é preciso avançar-se com a tal rubrica de legislação e encontrar algumas cabeças juridicas no CPA (são sempre melhor duas do que uma)

Cumpre-me chamar a vossa atenção para o facto de que tal "rubrica" já existe. Ora vejam: http://cpa-autocaravanas.com/forum/index.php/topic,535.0.html
O que falta mesmo são as tais "cabeças juridicas"!! Smiley

Aproveito para lembrar que as questões que foram objecto das últimas mensagens deste tópico que têm a ver com as Cartas de Campista e com a Federação, também já foram tratadas neste tópico (onde apelo que prossigam o V/ diálogo): http://cpa-autocaravanas.com/forum/index.php/board,4.0.html

com algum esforço de autodisciplina a informação que aqui vamos costruindo no fórum será muito mais útil a quem posteriormente venha até nós para se documentar sobre esta grande realidade que é o autocaravanismo.
« Última modificação: 03 Nov 2006, 21:14 por Raul Lopes » Registado
Laucorreia
Visitante
« Responder #13 em: 02 Nov 2006, 21:45 »

Caro DeCarvalho
Creio que já aqui, algures, afirmei que a França é para mim "modelar", sem que isso signifique que não tenha problemas, mas em matéria autocaravanista está, de facto, a anos luz.
Se a FCMP admitisse sócios individuais directos, creio que já o CPA, há muito, tinha deixado de ser sócio colectivo. O que pode "prender" o nosso clube será a complementaridade campista do autocaravanismo, porque creio ser maioritária a opinião dos sócios de que o autocaravanismo é uma modalidade de "turismo itenerante".
Pessoalmente não preciso do CPA na FCMP, sou sócio de outras instituições que são igualmente membros da FCMP. Apesar de ter Carta Campista, ela foi tirada através de outro clube que não o CPA (este ano até nunca a usei). Só que sou forçado a pensar nos outros e compreender as suas necessidades. Tão só!
Cordialmente.
Laucorreia
Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #12 em: 02 Nov 2006, 18:58 »

carissimo Nunor...

teria mesmo que fazer uma pesquisa...e ainda não estou reformado a 100% e por isso falta-me o tempo...é preciso avançar-se com a tal rubrica de legislação e encontrar algumas cabeças juridicas no CPA (são sempre melhor duas do que uma)

Quanto a teoria juridica o ponto de partida é sempre a Constituição...mesmo antes da consideração da Legislação comunitária e do Tratado da UE ou da  CE...e aqui em complemento as decisões dos tribunais, como ja deixei extractado um acordão do STA em outro post...

Quer isto dizer que pode haver leis e regulamentos ilegais e inconstitucionais....inclusive o codigo da estrada (quem sabe?!) e além disso pode haver actos (multas , coimas etc) também ilegais e inconstitucionais se excederem a conformidade... com os criterios de aplicaçao da legislação...

Por exemplo....em dia  de sporting benfica, com a 2º circular atulhada, não é verdade que a propria PSP ajuda a arrumar os carros em 2 fila e em demais lugares proibidos?

Porquê?
R: Entre outras coisas porque não é exigivel, nessa ocasiao outro comportamento aos automobilistas, fazê-lo....seria desproporcionado...violaria o tal principio da proporcionalidade previsto na Constituição...e até outros, por ex. o da boa fé...porque a falta de parques de stacionamento, nessas circunstancias, não é senão das autoridades...CM, Estado que financiou os estadios etc..logo...
Claro que a força do Futebol em si mesmo...também é outra coisa, mas convem sempre racionalizar o argumento por contraponto à emoção!
« Última modificação: 02 Nov 2006, 19:01 por Decarvalho » Registado
nunor
Visitante
« Responder #11 em: 02 Nov 2006, 18:10 »

Boas tardes

O companheiro Decarvalho tem aqui colocado várias situações que ocorrem em França e que (infelizmente) não ocorrem em Portugal.... As diferenças entre os dois países na questão do autocaravanismo é realmente enorme:

Em França, por ex, os campistas ou autocaravanistas que o desejem, podem  ser membros directos da Federação, obtem directamente e automaticamente os cartoes de campista nacional e do carnet camping...e ainda os respectivos seguros, assinaturas com bons descontos o em revistas etc...basta espreitar o site francês..

Em Portugal a FCMP só admite como associados colectividades legalmente constituídas, não havendo associados individuais.


carissimos aqui vão as instruções oficiais aos presidentes de camara franceses, dadas sobre a forma de esclarecimentos a FAQ, e recomendações das autoridades do poder central....

em portugues e em resumo
1) não pode haver distinção entre estacionamento diurno e nocturno (pernoita, se a AC esta ocupada, ou vazia)

2) são proibidos os pórticos a menos para sinalizar obsctaculos, ex arvores, tuneis, entradas subterraneas)


A primeira questão já foi debatida noutro tópico. Os POOC publicados em Diário da República permitem-no e portanto as câmaras municipais portuguesas podem valer-se desta distinção.

A segunda questão também tem um tratamento diferente em Portugal, já que os pórticos delimitadores de altura são legais e o estacionamento
em parques ou zonas de estacionamento podem ser condicionados, mediante sinalização, a determinadas classes ou tipos de veículos previstos no Código da Estrada. (DR81/2006).

Como podemos facilmente concluir a realidade é bastante diferente, ficando aqui várias questões:

Será a legislação francesa omissa nalguma destas questões e que por via disso seja mais fácil contestar as situações que nós achamos abusivas?
E quando se fala tanto em uniformização das leis entre os estados membros da União Europeia como se interpretará esta marcante diferença? Grupos de pressão? Bom senso por parte dos legisladores?
Companheiro Decarvalho consegue esclarecer-nos um pouco mais?

Um abraço
Nuno


   
« Última modificação: 02 Nov 2006, 18:11 por NunoR » Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #10 em: 02 Nov 2006, 17:36 »

meu caro Laurindo

Se é por causa dos cartões...nem vale a pena, o CPA filiar-se numa Federação (qualquer que ela seja) eles podem obter-se de outras maneiras, por ex. basta ser socio do ACP, (como esta demonstrado numa troca de mails com o Nunor)  mas ha outras alternativas tambem...apesar da falta de entusiasmo de alguns companheiros, ainda não coloquei de parte a hipotese de um protocolo CPA/ACP, de modo a ter-se acesso a algumas mutuas valências entre aqueles dois clubes...a ver vamos

Em França, por ex, os campistas ou autocaravanistas que o desejem, podem  ser membros directos da Federação, obtem directamente e automaticamente os cartoes de campista nacional e do carnet camping...e ainda os respectivos seguros, assinaturas com bons descontos o em revistas etc...basta espreitar o site francês..

boas estradas...
« Última modificação: 02 Nov 2006, 17:38 por Decarvalho » Registado
Laucorreia
Visitante
« Responder #9 em: 02 Nov 2006, 16:50 »

Caro Raul
Compreendo os comentários tecidos a propósito da sondagem em questão. Contudo, interrogo-me sobre se o assunto estará já bem amadurecido entre todos e se as perguntas cobrirão todas as opções.
No meu caso em concreto p.e., embora seja favorável à criação de uma federação autocaravanista, entendo que ela poderá estar filiada na FCMP mas apenas para dar satisfação aos pedidos de cartões campistas nacionais e internacionais que eventualmente surjam entre os seus membros. Assim, mesmo que haja muitos clubes e associações na federação autocaravanista, bastaria que apenas a sua federação se filiasse, como acontece com nas organizações naturistas.
Cordialmente.
Laucorreia
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #8 em: 01 Nov 2006, 23:37 »

A julgar pela última sondagem que criamos aqui no fórum, sobre uma coisa fundamental para a vida do CPA ( http://cpa-autocaravanas.com/forum/index.php/topic,9.0.html) a vontade de participação alinha pelo padrão francês.
Em termos de % de inscritos estamos melhor, mas quanto ao número absoluto de votantes ...

Será que custa assim tanto carregar no botão do rato?
Já não estou a falar de escrever  Smiley Smiley
Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #7 em: 01 Nov 2006, 22:45 »

Carissimos

desta vez menos boas noticias....
A falta de participaçao e de respostas a inqueritos em França deve estar ao mesmo nivel de Portugal.

No site Françês do Yahoo de camping car....com 1600 inscritos e registados só 30 AC responderam ao ultimo inquerito on line (sobre HI FI)...e os que responderam interrogam-se sobre o que fazem os 1570 preguiçosos.........

Era bem bom que neste aspecto,  aqui nos inqueritos passassemos a perna aos franceses, Ok ?

transcreve-se um post sobre o tema:
...............
environ 30 avis sur 1600 inscrits (il me semble)= 1570 ki n'en n'ont rien à faire.... (désolé).
......................
 
« Última modificação: 01 Nov 2006, 22:46 por Decarvalho » Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #6 em: 29 Out 2006, 18:24 »

carissimos

a minha 100º comunicaçao (ou post) procura ser o mais objectiva possivel...o que significa que bem podia estar presente em varios tópicos e rubricas...

Neste fica bem, porque é um eco de outros foruns, tem que ver com a vida em França, e é directamente sobre o âmago da actividade dos AC.

Votez dès aujourd'hui ! Un nouveau sondage a été créé pour le groupe
campingcar :


d'après votre expérience et le vécu de cette année 2006, quelles seraient les priorités à mettre en oeuvre pour améliorer notre "plaisir" de ccristes

  o actions auprès constructeurs pour la fiabilité des engins
  o actions près associations pour mieux défendre notre "statut" de "libertins"
  o négocier des tarifs " camping" adaptés a notre usage
  o créer plus d'aires de stationnement
  o créer plus d'aires de service
  o s'organiser entre ccristes pour faire appliquer le droit ( des communes) et seulement le droit
  o faire reconnaitre 2 périodes différentes; hors et pendant saison
  o faire supprimer les barres de hauteur et arrêtés illégaux
  o faire respecter la charte des ccristes


Pour voter, allez sur :

http://fr.groups.yahoo.com/group/campingcar/polls

Remarque : Les votes n'étant pas recueillis par e-mail, merci de ne
pas répondre à ce message mais sur Yahoo! Groupes.

 



« Última modificação: 29 Out 2006, 18:25 por Decarvalho » Registado
Laucorreia
Visitante
« Responder #5 em: 28 Out 2006, 08:00 »

Caro Raul
Notáveis, a sua capacidade de organização e o empenho que põe na ordenação deste forum. Parabéns!
Cordialmente.
Laucorreia
« Última modificação: 28 Out 2006, 08:01 por Laucorreia » Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #4 em: 27 Out 2006, 23:05 »

companheiros,

chamo a vossa atenção para o facto de várias das mensagens que aqui colocaram estarem agora neste tópico: http://cpa-autocaravanas.com/forum/index.php/topic,535.0.html

é qeu elas nada tinham a ver com França (título deste tópico), por isso foram juntar-se às que já existiam sobre questões legais.
Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #3 em: 26 Out 2006, 09:00 »

caríssimos....

Numa rábula do Raul Solnado havia um personagem, que gostava de dizer coisas, e por isso dizia ....pois...os ingleses dizem indeed....e os franceses...alors...

Sinto-me nessa posição!

Porém, convem ver se não ha nenhum membro da direcção com formação jurídica, e se não ha nenhum sócio advogado.

Por outro lado talvez se possa organizar um seminário/mesa redonda com os ditos comerciantes do sector, e outros empresarios com interesses no automovel (seguros, pneus, frigorificos, televisões, GPS, telemoveis, etc), e ate parques de campismo, para ver se assentam em criar com o CPA e o CPAN uma plataforma, uma comissão, um Fundo, ou um Instituto para desenvolver as acções de promoção das condições do autocaravanismo.

O Alenquer Camping oferece a sua sala de reuniões (30/40 pessoas) para o efeito, se for necessário, num sábado ou sexta feriado...dia 1 de Dezembro?

A partir daqui talvez haja algum dinheiro, e a partir dai talvez apareçam colaboraçaões naõ apenas pontuais, mas permanentes. Ou não?

Não pode é recair tudo em 4 mosqueteiros...
« Última modificação: 26 Out 2006, 09:03 por Decarvalho » Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #2 em: 25 Out 2006, 23:34 »

Caro Decarvalho,

Excelentes notícias estas que nos deixou.
A única razão porque em Portugal não temos umas decisões equivalentes com os Tribunais a condenar as Autarquias é porque não temos um "Sindicato de Contrutores de Veículos de Lazer" nem o CPA tem os recursos finaceiros do Camping Car para custear um bom advogado.
Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #1 em: 25 Out 2006, 21:15 »

carissimos

Em França ha uma luta razoávelmente estruturada dos autocaravanistas contra os excessos discriminatórios e excessivos das camaras municipais contra os autocaravanistas em materia de estacionamento e circulação.

De facto, os principios do Estado de Direito, da Democracia e dos Direitos Fundamentais impedem

- a discriminação não justificada
- o excesso de restrições de direitos

Nestes casos ( o velho quero, posso e mando) constitui um abuso de poder, e mesmo que contido em leis pode ser objecto de revogaçao por inconstitucionalidade, e se contido em regulamentos, estes podem ser também revogados por ilegalidade (violação do principio da proporcionalidade).

É assim em França, em Portugal e em qualquer outro País civilizado, e por isso tem interesse verificar-se se num caso concreto, uma proibição de estacionamento de uma autocaravana pode ser perfeitamente admitida como legal, se pelo seu gabarito estorvar o transito, ou prejudicar o estacionamento da maioria, como o impedimento de circulação sera perfeitamento legitimo em ruas estreitas ou sem saida (até se agradece a proibição).

Mas se assim não for, se for uma proibição apenas discriminatória porque  anti autocaravanas então....o Direito estara do lado dos autocaravanistas.

Quem saiba francês delicie-se com o site:
http://www.accueil-camping-car.com/presse.htm

e quem não saiba, veja no essencial o que esta escrito no Blog do semanario SOL, indicado na assinatura deste post!
« Última modificação: 26 Out 2006, 08:52 por Decarvalho » Registado
Decarvalho
Visitante
« em: 09 Out 2006, 18:49 »

Fonte yahoo, grupo camping car
assunto: barras de limitaçao de estacionamento em altura

Bonjour à Toutes et à Tous,
 
Il a raison. Etant donné la discrétion de Digadao j'espère qu'il me permettra de reproduire son message ci-dessous tout le monde n'étant pas forcément présent ou attentif à ce moment là :
 
Bonsoir,
Je rentre d'une courte vadrouille du coté de La Rochelle et si dans beaucoup de petits villages il est facile de stationner en CCar les barres de hauteur fleurissent à l'entrée des parkings . (J'ai même vu "hauteur 1,85 m", si çà continue à baisser bonjour les dégâts)
J'ai appris en écoutent émission de France Inter que légalement ces barres ne pouvaient être mise en place qu'aprés qu'il y ait eu "un arrêté municipal dûment motivé et non discriminatoire" "dans la plus part des cas les maires implantent les barres sans prendre arrêté municipal ou prennent un arrêté municipal non justifié" C'est en bref ce qu'expliqué le représentant du CLC .
Voici une petite suggestion :
Nous sommes 1796 membres sur le forum CCAR et 1501 sur CCLF, je pense que comme moi beaucoup sont sur les deux donc nous pouvons tabler sur 1500 adherents .
Nous sommes en droit il me semble de demander au maire d'une commune qui a érigé sur ses parkings des barres de hauteur de nous donner le texte de l'arrété qu'il a pris pour justifier son action . Cette demande n'a rien d'illégale il me semble .
Ce qu'il faudrait faire c'est que nous envoyons tous sous deux ou trois jours un mail à la même municipalité , municipalité qui aurait bien entendu des barres de hauteurs sur son territoire. Nous circulons tous et à nous d'informer les colistier dès notre retour des communes que nous avons traversé et qui abusent de ce procédé discriminatoire à notre encontre.
Quelqu'un d'entre nous pourrait rédiger un courriel type où il suffirait de mettre le nom du lieu . J'imagine qu'il y aura une petite réaction à l'arrivée de tout ces courriels en mairie . Je crois que le nombre doit être suffisament important pour faire entendre notre mécontentement .
J'attends vos réactions, vos suggestions et vos critiques.
Cordialement
Digadao
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: