Páginas: [1] 2   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: 31º Encontro do CPA, no Cartaxo  (Lida 17385 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Mário Caxias
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 316

: Fev, 2006


Sócio Nº 26


« Responder #45 em: 02 Mai 2006, 22:58 »

Caro Ulisses, na qualidade de membro do fórum agradeço a opinião, pois, como verifica neste tópico, são poucas, muito poucas, as opiniões que chegam, o que dificulta a percepção dos colegas que organizam sobre quais os pontos mais e menos apreciados. 
Quando se está na organização anda-se ocupado e sobra pouco tempo para falar com os presentes para formular uma ideia mais criteriosa sobre a actividade.
Então, até à próxima, seja Encontro, Passeio, ou Assembleia Geral!
Registado

Mário Caxias
Lisboa
ULISSES
Visitante
« Responder #44 em: 28 Abr 2006, 16:10 »

Por desafio do C. Mário Caxias falemos, ainda, sobre a Assembleia do CPA, no Cartaxo, pois só há pouco tempo entrei no Fórum.
A Assembleia do CPA, realizada no Cartaxo, reuniu excepcional número de sócios. A maioria assistiu, pela primeira vez, a uma Assembleia. Foi o que se ouviu. Incluo-me no número dos neófitos.
Os trabalhos decorreram sob uma forte liderança que, por vezes, impôs exigências escusadas, mas que se mostrou eficiente e merecedora de incómios. Houve um ou outro C., cioso de mostrar sabença e empenho, que não me pareceu, de todo, dentro do contexto, embora um C. mais acertivo parecesse competente em matérias várias e bastante fluente, mas para quem não estava por dentro daquelas "tricas" - e era o maior número, decerto - foi fastidioso. Mas isto são coisas das Assembleias!
Foi uma jornada demasiado longa.
Não sobrou tempo para a cavaqueira.
Nem a noite de sábado foi aproveitada para reunião de família. Esta foi a maior falha, na minha opinião.
Porém, como beneficiei do trabalho da organização, que foi de outros, achei que o empenho foi muito meritório e digno de registo. Por isso continuem!
Por mim, na próxima lá estarei, quanto mais não seja, por obrigação.
Saudações a todos.
Registado
Mário Caxias
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 316

: Fev, 2006


Sócio Nº 26


« Responder #43 em: 25 Fev 2006, 16:44 »

Agora que acabámos de receber marcação de data para mais Encontros CPA para o corrente ano, não surgem mais umas opiniões sobre este do Cartaxo em geito de balanço?  Decorrido um mês, as opiniões foram tão poucas...
Votos de fim-de-semana bem regado, que faz falta!
Registado

Mário Caxias
Lisboa
Mário Caxias
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 316

: Fev, 2006


Sócio Nº 26


« Responder #42 em: 21 Fev 2006, 23:20 »

Boa noite NunoR, volto à "mesa do café" já que poucos estão a aparecer, para dar a minha opinião, agora como simples sócio o que sabe muito melhor!...
- sinalização: suponho que as existentes são suficientes, talvez uma ou outra a necessitar de retoque de conservação; costuma haver é dificuldade em encontrar voluntário(s) para as colocar...
- actualização de dados dos sócios: fazer uma impressão em papel dos dados relevantes de todos os 1200 sócios efectivos (endereços postal e electrónico, nº telefone, nº carta campista nacional, modelo e matrícula da AC) gastará muito papel e toma tempo na transferência de dados em secretaria, daí eu perspectivar a viabilidade disso mas com conferência/actualização directa no computador;
- actividades desportivas: pois, a dificuldade tem surgido na quantidade dos "alguém" e dos "quem"; pode ser que os actuais colegas da Direcção consigam contornar esta situação.
Relembro aos restantes 30 membros do fórum que continuamos na expectativa das impressões de cada um! 
Registado

Mário Caxias
Lisboa
nunor
Visitante
« Responder #41 em: 21 Fev 2006, 13:27 »

Olá Mário

Realmente é pena não termos mais opiniões/comentários de forma a podermos fazer sempre melhor. Como não há mais manisfestações aproveito para dar a minha opinião aos teus comentários:

- sinalização:  foram colocadas 4 placas pelas 19h 30 de 6ª-f; estas contêm CPA e o desenho de uma AC, são de face dupla, não são fluorescentes mas estão envernizadas, e pertencem a uma meia dúzia feita há tempos por 2 sócios voluntariosos;

Não reparei nelas. Pode-se fazer mais umas quantas para tornar mais fácil a chegada.

- actualização de dados quando da inscrição:  tornará mais morosa a inscrição; por ex., quando se pede a matrícula da AC, muitos não a sabem de cor; mas é uma situação a ponderar se houver computador portátil para levar o ficheiro;

Não é preciso ter um pc portátil, basta ter uma pessoa destacada para o efeito e que esteja à parte das inscrições de modo a não tornar moroso o registo no encontro.

- actividades desportivas:  para isso, são precisas ideias e quem as realize e acompanhe no terreno; neste caso, até havia o campo de jogos no complexo, mas que ninguém aproveitou ao que suponho;

É evidente que são precisas ideias e alguém da organização que as coordene. Existem actividades desportivas fáceis de organizar e de implementar e que proporcionam excelentes momentos de convívio.

- cerimónia da despedida:  demorámos um pouco a iniciá-la, tendo presente a chuva e frio que estavam; mas a afluência até foi muito considerável, pareceu-me.

Eu aqui discordo completamente contigo. Eu acho que correu muito bem. Apesar das condições atmosféricas estiveram praticamente todos os companheiros.

Um abraço
Nuno
« Última modificação: 21 Fev 2006, 16:18 por nunor » Registado
A748-2
Visitante
« Responder #40 em: 18 Fev 2006, 21:59 »

Boa noite,

Inteiramente de acordo com o Mário, esquecemo-nos fácilmente que termos encontrado tudo prontinho, houve alguém que se mexeu. Para não sermos "cão que passa por vinha vindimada" SÓ temos que emitir opinião.
Em relação á AG, realmente concordo que seja só aberta aos sócios. Para saciar os curiosos, basta o Fórum.
Registado
Mário Caxias
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 316

: Fev, 2006


Sócio Nº 26


« Responder #39 em: 18 Fev 2006, 13:00 »

Falando ainda como membro da organização deste 31º Encontro, e estando certo que os actuais colegas da Direcção não entendem como uma intromissão, venho pronunciar-me sobre os ainda poucos comentários dos membros do fórum (então, os restantes 30 membros não estiveram no Cartaxo?):
- "se ninguém diz nada é porque tudo estava bem":  pois, para os outros que se calam e querem as coisas feitas para só beneficiar delas, é simples;  agora para quem está na organização, se esforça com o tempo parcial que pode dispender e tenta conjugar condições para o sucesso da actividade (neste caso, de auditório para a AG, proximidade de aparcamento, facilidade de localização, ocupação para os familiares, conteúdo cultural, etc) e fica na expectativa da boa ou má aceitação pelos sócios, é ingrato... e fica-se sem fundamentos para saber se o resultado foi assim-assim, medíocre ou do agrado; 
- acesso:  foram descritas 3 formas no Boletim, que entretanto também constou no portal; faltaria uma planta do Cartaxo, mas para ter legibilidade teria de ocupar meia página; a PSP e a GNR foram avisadas por carta e sugerindo que encaminhassem quem os contactasse;
- coordenadas GPS:  é uma sugestão interessante!
- sinalização:  foram colocadas 4 placas pelas 19h 30 de 6ª-f; estas contêm CPA e o desenho de uma AC, são de face dupla, não são fluorescentes mas estão envernizadas, e pertencem a uma meia dúzia feita há tempos por 2 sócios voluntariosos;
- actualização de dados quando da inscrição:  tornará mais morosa a inscrição; por ex., quando se pede a matrícula da AC, muitos não a sabem de cor; mas é uma situação a ponderar se houver computador portátil para levar o ficheiro;
- conteúdo cultural (manhã de sábado, passeio à tarde para os não sócios):  o apoio da autarquia neste aspecto ficou um pouco abaixo do esperado, até porque não arranjaram ocupação para nenhum dos serões;  mas ouvi boas impressões sobre a visita da tarde;
- ingresso na AG exclusivo a sócios:  o texto da divulgação do Encontro não foi tão expresso sobre a AG ser reservada a sócios quanto isso, mas lendo a totalidade acho que se compreendia isso;  como expliquei no final da AG, devido a acontecimentos na precedente, entendeu-se esta ser apenas para os sócios;  se se voltarem a alargar aos familiares (o que me parece favorável mas cuidado com o nº de lugares a considerar na capacidade do auditório!), haverá que atribuir um cartão de voto a cada sócio (mais trabalho para os que "dão ao dedo"...);
- actividades desportivas:  para isso, são precisas ideias e quem as realize e acompanhe no terreno; neste caso, até havia o campo de jogos no complexo, mas que ninguém aproveitou ao que suponho;
- auditório:  mal o vi, e com a possibilidade do aparcamento logo ao lado ou onde ficámos, achei que já não precisa de procurar mais para esta;
- circulação em caravana:  a escolha de ir pela Cruz do Campo foi de propósito pela qualidade do piso, pois também conheciamos esse outro acesso mais curto;
- cerimónia da despedida:  demorámos um pouco a iniciá-la, tendo presente a chuva e frio que estavam; mas a afluência até foi muito considerável, pareceu-me.

Ficando na expectativa da opinião de alguns dos outros 30, bom fim-de-semana!
Registado

Mário Caxias
Lisboa
Decas
Visitante
« Responder #38 em: 13 Fev 2006, 18:20 »

Olá Companheiro Mário,

Eu não passei o fim de semana, mas em relação à sinalização fui lá direitinha, sem perguntar nada a ninguém, e não tenho GPS. Cheesy

Posso falar ainda de alguma confusão em relação a quem podia ou não estar presente na Assembleia.Quero com isto dizer que um companheiro que pensou que a esposa podia estar presente, tentou entrar com ela, entretanto foi-lhe dito que era só para sócios. Como a camioneta que levava os familiares a passear, já tinha ido embora, a senhora, já com alguma idade, ficou sózinha na Ac.

São situações que se criam sem intenção, mas se calhar da próxima vez, mais informação quanto a este assunto, que eu penso, que mesmo assim, e apesar de ter sido falado no final da Assembleia, não ficou bem esclarecido.

E de futuro evitar-se que situações idênticas possam vir a acontecer.Quanto ao resto, não me posso pronunciar, porque não estive o tempo todo, nem pernoitei.
Registado
nunor
Visitante
« Responder #37 em: 13 Fev 2006, 10:38 »

Bons dias

Concordo com o Luís quanto à ausência de comentários significar que tudo correu normalmente.
Contudo é possível melhorar algumas coisas e aproveitando a lista do Mário, aqui vão alguns comentários:

1- Facilidade em encontrar o local do Encontro.
Em futuros encontros pode-se colocar umas placas indicadoras do encontro (a dizerem por exemplo CPA de modo a poderem-se utilizar em outras ocasiões) em locais estratégicos como rotundas, mudanças de direcção, etc. Pode-se também fornecer as coordenadas do local para aqueles que tem GPS.

2- Local de aparcamento
Sendo este o primeiro encontro não tenho muitas referências, mas pareceu-me correcto a forma de estacionamento, e todas as outras condições referidas pelo Mário.

3- Acolhimento e forma de inscrição;
Normal. Penso que poderíamos aproveitar as inscrições para solicitar aos sócios actualização de dados constantes no registo de sócios.

4- sobre o programa (manhã de sábado, passeio à tarde para os não sócios);
Só posso fazer referência à visita da manhã que me pareceu muito fraca, mas isso não pode ser imputado à organização. O Museu do vinho não tem grandes condições (para quem se deslocar de cadeira de rodas é totalmente inacessível) e é muito fraquinho.
Neste encontros podia-se também realizar algumas actividades desportivas de modo a proporcionar um maior convívio entre os associados.

5- sobre o auditório
Muito bom.

6 - Sobre a circulação em caravana no domingo de manhã
Para a primeira vez foi excelente. Já tinha assistido no Porto em Novembro ao Desfile e tinha pensado que aquilo devia ser uma grande seca, mas nada disso. Quando se participa é totalmente diferente. Foi visível também o trabalho de casa da organização ao escolher aquele percurso, pois existe um caminho mais curto entre o Cartaxao e Valada, mas com piso pior e estrada mais estreita.

7- Local da despedida e cerimónia da despedida.
O local foi bem escolhido e apesar da chuva e do frio a cerimónia de encerramento foi bastante concorrida.

8-sobre... a chuva e frio e... o nevão!
Os dois primeiros dispensava, agora o terceiro vai ser díficil de esquecer.....

Nuno
Registado
A748-2
Visitante
« Responder #36 em: 12 Fev 2006, 18:16 »

Boa tarde,

Mário, costuma-se dizer que, se ninguém diz nada, é porque tudo estava bem.
Embora quando eu tivesse chegado ao Cartaxo, me tivesse perdido, houve dois companheiros de mota que gentilmente se ofereceram para me indicar o caminho...embora me tivessem levado por maus caminhos (dentro da cidade) com limite de peso 3,5T, consegui desenrrascar-me.
Em relação ao espaço para parqueamento pareceu-me pequeno, mas como se calhar o clube não estava á espera da enchente, é compreensivel que isso tivesse acontecido. Concerteza para a próxima será melhor.
Registado
Mário Caxias
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 316

: Fev, 2006


Sócio Nº 26


« Responder #35 em: 11 Fev 2006, 02:22 »

Estava à espera de ver mais comentários sobre este 31º Encontro, o primeiro realizado após a criação do fórum e que, por isso, promove que as impressões dos presentes sejam transmitidas rapidamente e trocadas opiniões.

Ora venham daí opiniões:
- sobre a facilidade, ou não, de encontrar o local sobretudo se chegaram à noite;
- sobre o local de aparcamento (condições, iluminação (excessiva ou não), sanitários, forma de arrumação);
- sobre a Quinta das Pratas;
- sobre o acolhimento e forma de inscrição;
- sobre o programa (manhã de sábado, passeio à tarde para os não sócios);
- sobre o auditório;
- sobre a circulação em caravana no domingo de manhã;
- sobre o local da despedida - a dita Valada onde fomos perturbar o sossego do Lucas (mas foi inesperado para si, não foi?);
- sobre a cerimónia da despedida;
- sobre... a chuva e frio e... o nevão!

A vossa contribuição poderá ajudar à orientação para os próximos.
Como eu estava ligado à organização, darei a minha opinião lá mais para a frente, ok?
« Última modificação: 11 Fev 2006, 13:35 por Mário Caxias » Registado

Mário Caxias
Lisboa
Raul Lopes
Visitante
« Responder #34 em: 02 Fev 2006, 00:10 »

Companheiro Lucas,

Ainda bem que estava em Valada!
No próximo passeio espero que nos encontremos de novo.

Seja bem-vindo ao CPA.
Registado
Lucas
Visitante
« Responder #33 em: 01 Fev 2006, 23:40 »

Olá amigos!
Fiquei encantado com o espectáculo de auto-caravanas que surgiram de um momento para o outro na localidade de Valada do Ribatejo. Foi um lindo espectáculo a que tive a feliz oportunidade de assistir. Fiquei igualmente encantado com a postura de todos os presentes e, sobretudo, com o momento muito bonito em que muitos dos partecipantes de mãos dadas entoaram uma linda canção de despedida.
Eu encontrava-me parqueado com a minha auto-caravana no local aonde os amigos caravanistas se juntaram e, claro, não pude ficar indeferente a todo o movimento entretanto gerado. Por isso, procurei junto de um colega caravanista saber como podia tornar-me sócio do CPA. E o curioso é que esse colega foi muito gentil e pronto em providenciar uma proposta para mim.
Portanto, logo que possível, irei enviar para o escritório a proposta devidamente preenchida, o que farei com muito prazer.
Valeu apena o encontro ter terminado na Valada do Ribatejo. Sim, valeu apena, porque foi desta maneira que tive a oportunidade de conhecer  de perto o CPA.
Saudações cordiais para todos, especialmente para a nova direcção.
Cordialmente,
Lucas
Registado
Mário Caxias
Visitante
« Responder #32 em: 24 Jan 2006, 22:52 »

Decas:
Se porventura for sòzinha, o acesso é fácil.  Favor dar uma olhadela à 5ª página da última edição do Boletim do CPA, acessível aqui no portal, onde explicamos os acessos pelo nó da A1 e pela usual EN 3.  Se chegar já sobre a noite, pelo menos as tabuletas do hotel e da GNR são fotoluminescentes e ver-se-ão bem.
NunoR:
A hora de chegada aos nossos Encontros é contínua, digamos assim.  Para fazer a inscrição é que não temos serviço 24 h... pelo que se chegar a horas em que já estejamos a dormir, favor estacionar com o cuidado correspondente à hora de chegada (se necessitar de mais manobras para estacionar, deixá-las para a manhã seguinte) e na manhã seguinte, já refeito da viagem, favor dirigir-se a uma das AC's da organização.
O local de estacionamento não vai ser dentro da Quinta das Pratas mas no estacionamento do estádio, que dista uns 200 m do portão da Quinta das Pratas (entre ambos os locais, fica o hotel); no passeio oposto, fica o quartel da GNR. 
É muito provável que estejam colocadas algumas tabuletas a sinalizar.
Avisámos a PSP e a GNR sobre esta nossa actividade e sua localização, pelo que também poderão contactá-los.
Boa viagem até ao Cartaxo     Mário Caxias
Registado
EMAN
Visitante
« Responder #31 em: 24 Jan 2006, 17:03 »

Nunor

Como em qualquer tipo de encontro, há sempre alguém (pelo menos deverá)da organização que pela lógica deverá "receber" os participantes.
Se na hipótese de chegares tardiamente e em "hora de silêncio", julgo que haverá sempre um cantinho para pernoitares e no dia seguinte ires procurar ou seres procurado a/pela organização.

Como dizes, da tua experiência de encontros, em parques ou não, saberás como proceder.

Saudações rolantes

Registado
nunor
Visitante
« Responder #30 em: 24 Jan 2006, 16:38 »

Já que o forum parece estar adormecido, cá vão mais umas questões de iniciante.....

Quando chegarmos ao complexo é só entrar? Não nos temos que dirigir a ninguém?

E quanto ao programa do encontro? Já está mais definido?

Um abraço
Nuno
Registado
Ruy Figueiredo
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 105

: Dez, 2005

Sócio Nº 76


« Responder #29 em: 24 Jan 2006, 00:25 »

Decas em resposta à sua pergunta eu vou sexta feira às 18h30 saio do Lumiar, se quiser boleia diga.
Até la que tudo corra bem. Smiley
Registado

Com um até breve,
Ruy Figueiredo
Lisboa
Raul Lopes
Visitante
« Responder #28 em: 23 Jan 2006, 23:47 »

Olá Decas,

Ainda estou com algumas incertezas (tenho a AC na oficina e não sei se ma entregam a tempo). Se tiver AC partirei de Lisboa na 6ª feira provavelmente não antes das 21 horas. Nesta eventualidade terei todo o gosto em que me faças escolta.
Mas se não dispuser de AC só irei no Sábado de manhã.

Na 5ª feira conto ficar a saber, até lá ...

Quanto ao Nuno, não sei dar melhor resposta do que a do EMAN. Vai na 6ª, que até ao Cartaxo é um pulo de 1 hora. Se chegares a horas impróprias, não falta por lá espaço onde pernoitar e, se alguém te assustar, puxa da arma secreta que são a centena e tal de AC que estará por perto.
Registado
Decas
Visitante
« Responder #27 em: 23 Jan 2006, 20:24 »

Olá companheiros,


Como tenho sempre dúvidas, pergunto se alguém sai com a AC de Lisboa, na sexta e a que horas? Era só para eu ir como pendura, adoro seguir Acs, para além de que será para mim a 1ª vez que participo num encontro e não conheço o Cartaxo Grin
Registado
nunor
Visitante
« Responder #26 em: 23 Jan 2006, 19:05 »

Oi Eman.

É diferente pois os acampamentos fazem-se em parques de campismo e tinhamos (tem-se) que cumprir com os horários desses parques.
Eu conheço o sítio e o complexo tem portões, por isso é que estou na dúvida se vou na sexta à noite ou no sábado de manhã....
Um abraço
Nuno
Registado
EMAN
Visitante
« Responder #25 em: 23 Jan 2006, 18:44 »

Boas

Nunor

Da tua experiência no CCCA, como é que faziam?
Com certeza que pelo mínimo até às 24 H ninguém te põe na rua, e penso que o Sítio das Pratas não tem portões.
Também se alguém chegar depois das 24 h e arrumar o material com cuidado, os companheiros deverão compreender que não se chega tarde porque se quer.

Saudações rolantes
Registado
nunor
Visitante
« Responder #24 em: 23 Jan 2006, 12:33 »

Bons dias

Quero começar a preparar a minha estreia nos encontros do CPA e estou na dúvida se vou na sexta à noite ou no sábado bem cedo. Até que horas é aconselhável chegar na sexta à noite? Os portões do complexo vão estar sempre abertos ou vão fechar a uma determinada hora?

Nuno
Registado
Mário Caxias
Visitante
« Responder #23 em: 12 Jan 2006, 00:33 »

Quanto à marcação da data para a Assembleia Geral, tendo eu sido promovedor da mesma, tomei como orientação que:
a)  realização entre a 2ª quinzena de Janeiro e a 1ª de Fevereiro;
b)  quanto mais cedo, melhor para a próxima Direcção;
c)  nesta época do ano apenas há NCADI's (onde comparece uma quantidade muito considerável dos nossos sócios), nunca acampamentos;
d)  disponibilidade do local e auditório.
Conjugadas estas situações, porque a eleição presidencial era a 22, escolhemos o 28-Jan.
Esperando ter esclarecido a questão     Mário Caxias
Registado
nunor
Visitante
« Responder #22 em: 09 Jan 2006, 15:47 »

Ok, Raul.
Percebi mal as tuas palavras. Assim já percebi onde queres chegar.

Já agora permite-me uma sugestão (se calhar até já foi feito).  Aproveitando o facto de irmos ter uma nova direcção do CPA e sendo tu um dos seus membros (já agora, os meus parabéns), porquê não tentar fazer uma reunião entre o CPA e as várias secções de autocaravanas dos vários clubes. Quem sabe se juntos não se conseguirá fazer com que a FPCM encare o autocaravanismo de uma forma diferente da que nos tem dispensado até agora.
Nuno 
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #21 em: 09 Jan 2006, 15:31 »

Que grande confusão..........

Raul, ninguém tem que conjugar actividades com ninguém.
(...)
Eu vejo o calendário que a FPCM divulga como uma forma de saber quais as actividades que se vão realizar de modo a uma possível participação. Não como um impedimento  a que se façam actividades nesses ffims de semana já com actividades marcadas.

Nuno

Oh Nuno, pelo menos numa coisa tens toda a razão: esta conversa está a armar uma grande confusão. Não me terei expressado bem e contribui para ela. Creio todavia que o problema reside nalguns equívocos a que voltarei pois agora o tempo não mo permite. Em todo o caso, para que a confusão não aumente, aqui fica esta breve reacção:
-- eu não disse que a Federação ou quem quer que seja nos obrigue a articular actividades, ainda que reconheça a vantagem de o fazer, tal como o Nuno ilustra.
-- assim sendo, o calendário da FCMP só pode ser olhado como um instrumento. Quem não parece concordar com isso é o Time-Out, não sou eu.
-- isto tudo resume-se a uma questão de diálogo. Não me parece, antes fosse.
Claro que o CPA tem que saber manter e intensificar as cordiais relações de diálogo que vem mantendo com outros parceiros estratégicos. Nunca me passou pela cabeça algo de diferente.

O problema, talvez a razão porque tenho insistido nesta tecla, é que esse diálogo está envenenado pela FCMP (não se precipitem a interpretar-me, mais tarde explicarei melhor). Por vezes independentemente da actuação da FCMP, como aliás se tem visto neste fórum. O que está em causa é o papel da FCMP e a relação dos vários clubes com a Federação. Se os interesses desses clubes que passam pela FCMP forem diferentes e conflituosos, então o diálogo entre esses clubes torna-se mais difícil. Entre clubes, que eu saiba, isso ainda se não revelou explicitamente, mas já visível nas mensagens individuais dos Fóruns.
A minha interpretação é que esta fricção tem que ver com distintas maneiras de estar no autocaravanismo, o que acaba por traduzir-se nos distintos papéis que cada um concede à FCMP. Mas isso terá de ser assunto para outro post.
« Última modificação: 09 Jan 2006, 15:34 por Raul Lopes » Registado
Páginas: [1] 2   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: