Páginas: [1] 2   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: ELEIÇÕES NA FCMP  (Lida 38634 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #43 em: 20 Dez 2012, 10:51 »




FCMP – Apontamentos de uma história


Com a eleição que teve lugar no dia 15 de dezembro de 2012 na Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal (FCMP) dá-se início a um novo ciclo da vida associativa relacionada com o campismo, com o caravanismo, com o autocaravanismo, com o montanhismo e com o pedestrianismo.

O empenhamento do CPA nesta mudança não é recente e não se iniciou nem no mandato dos atuais Corpos Gerentes, nem no mandato anterior. É a 27 de fevereiro de 2010 que, numa reunião que por ter tido lugar em Coimbra ficou a ser conhecida como d’ ”Os amigos de Coimbra”, o CPA se fez representar pelo então Presidente da Direção em final de mandato, embora com o conhecimento e a concordância do atual Presidente, então ainda candidato e assim oficialmente considerado desde 21 de fevereiro de 2010.

Registe-se, no entanto, para a história, que todo o processo se inicia em 28 de novembro de 2009 em Esmoriz.

Passaram-se três longos anos até à conclusão de um processo que se pretende de mudança e cujos resultados irão ser avaliados ao longo dos próximos 4 anos.

No Portal da FCMP pode ser lido o seguinte:

ELEIÇÃO

 
No passado dia 15 do corrente, entre as 10H e as 11H, na Sala de Associadas da FCMP decorreu o ato eleitoral para os Órgãos Estatutários, para os quais se apresentaram listas únicas, à exceção do Conselho Fiscal.

Após a votação, para a qual estiveram presentes 29 delegados, do escrutínio resultou:

Presidente, Conselhos de Justiça, Disciplina e Arbitragem 29 votos entrados nas urnas, 1 voto nulo e 4 votos em branco.

Relativamente ao Conselho Fiscal o número de votos entrados na urna foi igualmente de 29, tendo votado na lista A 23 delegados, na lista B 5 delegados, verificando-se 1 voto nulo e 0 em branco.

Assim, o resultado é o seguinte:

PRESIDENTE

João Luís Queiroz - 7644001 - Clube Campismo Lisboa

DIREÇÃO

1º Vice-Presidente - Carlos Alberto Martins Teixeira - 1100057 - CIMO
Vice-Presidente/Tesoureiro - Albino da Silva Gonçalves dos Santos - 7652381 - Clube Port. Caravanismo
Vice-Presidente/Secretário - Barbara dos Santos Brandão - 1104430 - Mem Martins Sport Clube
Vice-Presidente - Jaime Fernando Jerónimo Santana - 0601627 - Clube Pessoal da EDP
 
CONSELHO DE ARBITRAGEM

Presidente - António João do Carmo Transmontano Trindade - 1105094 - Clube Campismo Lisboa
Vogal - José Manuel Pinto Amaral - 1200261  – CIMO
Vogal - Vanda Isabel Nunes Jerónimo Azevedo - 1203230 - Ass.Desp.Cult.Enc. Olivais
 
CONSELHO DE JUSTIÇA

Presidente - Rui Barreiros da Silva - 7602226 - Ateneu de Coimbra
Vogal - José António dos Santos Martins - 8908633 - C.C. S. João da Madeira
Vogal - Gilberto António Nunes Gonçalves - 7707722 - C.C.C. de Coimbra
 
CONSELHO DE DISCIPLINA

Presidente - Maria Eduarda Figanier de Castro - 1203246  – SINDEL
Vogal - José Manuel Faustino Bernardo - 7614150 - Clube Campismo Lisboa
Vogal - Pedro Damião Galvão - 1203240 - Fundação Inatel

CONSELHO FISCAL

Presidente - Jorge Manuel Martins de Freitas - 1000230 - Gr.Desp. Santander Totta – Lisboa
Secretário - Carlos Manuel de Jesus Correia - 0804997 - Clube Campismo Lisboa
Relator - Margarida Alexandre Nascimento Afonso - 1203245 - Clube Desp. Graça
 
Após a Assembleia Geral Ordinária em que o Orçamento para 2013 foi aprovado, os eleitos foram empossados.


 
NOTA do CPA: Em conformidade com os Estatutos da FCMP os membros da Direção não são eleitos em Assembleia Geral, contrariamente ao que se poderia deduzir da informação dada pela Comissão Eleitoral da FCMP, mas nomeados e dada posse pelo Presidente da Federação.

Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #42 em: 28 Nov 2012, 02:32 »


CONHEÇA OS FUTUROS DIRIGENTES DA FCMP


Candidatos aos diferentes órgãos sociais da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal
 pelo projeto “Descentralizar e com as Associadas projetar o futuro”



Presidente e Direção





Conselho Fiscal





Conselho de Justiça





Conselho de Disciplina





Conselho de Arbitragem




Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #41 em: 18 Nov 2012, 23:00 »





LISTAS CANDIDATAS ACEITES


A Comissão Eleitoral da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, dando cumprimento ao Estatuto e Regulamento Eleitoral da FCMP deu público conhecimento das candidaturas entradas.

O texto oficial das candidaturas pode ser acedido no Portal da FCMP e de forma direta através do seguinte endereço eletrónico:

http://www.fcmportugal.com/ResourcesUser/Data/Doc_Noticias/EleicoesListas/candidaturas.pdf


A Assembleia Geral leitoral terá lugar no próximo dia 15 de dezembro, na sede da Federação em hora a anunciar. 

Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #40 em: 16 Nov 2012, 02:00 »





CANDIDATOS AOS ÓRGÃOS SOCIAIS


Terminou no dia 15 de novembro de 2012 o prazo para apresentação de candidaturas à Presidência (e Direção) e Conselhos Fiscal, Justiça, Disciplina e Arbitragem cujas votações em Assembleia Geral terá lugar no dia 15 de dezembro próximo.

O projeto “Descentralizar e com as Associadas projetar o futuro” apresentou na sede da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal as seguintes candidaturas:


PRESIDENTE E DIREÇÃO


Mandatário - Albano Gomes (C C Chaves)

Presidente -  João Queiroz (C C Lisboa)

Direção
       Vice-presidente - Carlos Teixeira (CIMO)
       Vice-presidente/tesoureiro - Albino Santos (C P Caravanismo)
       Vice-presidente/secretário - Barbara Brandão (Mem Martins Sport Club)
       Vice-presidente - Jaime Santana – (C EDP)


CONSELHO FISCAL


Mandatário -   Luís Duarte (C C Lisboa)

       Presidente - Jorge Freitas (Grupo Desp. Santander)
       Secretário - Carlos Correia (C C Lisboa)
       Relator - Margarida Afonso (C D Graça)


CONSELHO JUSTIÇA


Mandatário - Joaquim Lucas (C C Coimbra)

          Presidente - Rui Barreiros (Ateneu Coimbra)
          Vogal - José Martins (C C S J Madeira)
          Vogal - Gilberto Goncalves (C C Coimbra)


CONSELHO DISCIPLINA


Mandatário - Luís Massa (C C C Barcelos)

          Presidente -   Maria Eduarda (SINDEL)
          Vogal - José Bernardo (C C Lisboa)
          Vogal - Pedro  Galvão (INATEL)


CONSELHO ARBITRAGEM


Mandatário - Mário Baião (CIMO)

          Presidente - António trindade – (C C Lisboa)
          Vogal - José Amaral (CIMO)
          Vogal - Vanda Azevedo (Assoc. Desp. Olivais)
 


NOTA: As candidaturas estão sujeitas a ratificação da Comissão Eleitoral para efeitos de verificação da conformidade com os preceitos estatutários.

Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #39 em: 13 Nov 2012, 20:11 »



 
JOÃO QUEIROZ                                                                                                               


É neste quadro que, mais uma vez, declaramos o nosso propósito de honrar, cumprir e fazer cumprir os compromissos consubstanciados no texto desse Programa de Candidatura, adotando sempre uma postura de proximidade, desenvolvendo contactos sistemáticos, com as Associadas, Praticantes, Técnicos e Árbitros, em cooperação direta com os Conselhos Regionais.

(João Queiroz, candidato a Presidente da FCMP – 2013/2016)



JOÃO QUEIROZ ASSUME CANDIDATURA


João Queiroz aceitou ser candidato a Presidente da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

As palavras que acima reproduzimos, extraídas de um texto que pode ser lido na integra no Portal do Projeto “Regionalizar e com as Associadas Projetar o Futuro” (http://www.fcmpofuturo.org/), representam o inicio de uma nova e diferente politica na Federação na qual os dirigentes se comprometem publicamente com um Programa de Candidatura.

João Queiroz terá o apoio do Clube Português de Autocaravanas enquanto honrar o compromisso de cumprir e fazer cumprir, como estamos convictos que o fará, o Programa de Candidatura que também é público e ao abrigo do qual foram eleitos os Delegados à Assembleia Geral que não deixarão de votar, até por um imperativo de consciência, num Presidente que é Consensual no seio das Associadas, dos Praticantes e dos Técnicos e Árbitros.

Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #38 em: 04 Nov 2012, 21:05 »



JOÃO QUEIROZ


UM PRESIDENTE CONSENSUAL


O Portal do Projeto “Regionalizar e com as Associadas Projetar o Futuro” (http://www.fcmpofuturo.org/) está a divulgar um convite ao Companheiro João Queiroz para aceitar vir a ser Presidente da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal no âmbito do Programa de Candidatura que é defendido como um compromisso que todos os candidatos subscrevem.

O CPA que apoia este convite aguarda que o Companheiro João Queiroz venha publicamente disponibilizar-se para assumir este cargo se for eleito na Assembleia Geral da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal no próximo dia 15 de Dezembro e que assuma, também publicamente, cumprir e esforçar-se por fazer cumprir o Programa de Candidatura que o CPA desde sempre vem defendendo.

Os associados do CPA e todos os autocaravanistas podem ficar seguros de que o Clube Português de Autocaravanas não dá qualquer tipo de apoio de forma “cega” e incondicional a quem quer que seja e fá-lo, nesta situação concreta, na convicção que o Companheiro João Queiroz não deixará de honrar os compromissos consubstanciados no texto desse Programa de Candidatura (http://www.cpa-autocaravanas.com/upload/Comunicado_2012-19-Eleicoes_FCMP-Programa_de_Candidatura.pdf) que divulgámos através do nosso Comunicado 2012/19 no passado dia 5 de setembro.

Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #37 em: 28 Out 2012, 11:34 »


                                      

António Sousa                         Armando Gonçalves                         Ilídio Espada
Secretário da MAG da FCMP       Presidente da MAG da FCMP       Secretário da MAG da FCMP



ELEITA A MESA DA ASSEMBLEIA GERAL


Os Delegados à Mesa da Assembleia Geral da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal tomaram posse dos cargos para os quais foram eleitos no dia 27 de outubro de 2012 numa singela, mas importante, cerimónia que teve lugar na sede da Federação.

Imediatamente após a posse foi, nos termos estatutários, votada a Mesa da Assembleia Geral de que resultou a eleição dos seguintes Delegados:

Presidente: Armando Duarte da Silva Gonçalves
Secretário:  António Maria de Sousa e Silva
Secretário:  Ilídio Espada Teixeira

Aos membros da recém eleita Mesa da Assembleia Geral da FCMP o CPA deseja as maiores felicidades no exercício dos cargos para que foram mandatados.

Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
Paulo Moz Barbosa
Administrador
Membro de Mérito
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 329

: Jan, 2010


Sócio 1882


« Responder #36 em: 26 Out 2012, 00:25 »

Boa noite,

Vejo que passou a ser possível aos sócios, que até hoje não tinham qualquer "fé" na atuação da FCMP, começarem a repensar a sua posição. E isto porque o CPA integra um conjunto de associadas que consideram que as mudanças se realizam dentro e não fora do associativismo.
Por também ser essa a minha posição, aqui deixo o meu voto para que a mudança tão desejada para o mundo autocaravanista possa ter lugar a par de um aprofundamento democrático interno.

Um abraço,
Registado

Paulo Moz Barbosa
(presidente da direção)

(viajo numa Hymer Camp 622 C)
art
Membro Júnior
**
Offline Offline

Mensagens: 8

: Jul, 2007


« Responder #35 em: 25 Out 2012, 19:55 »

Fazendo algum coro com as preocupações de alguns companheiros associados, neste tópico, considero de muito pouca relevância o facto de estarmos "federados" na FCMP. Não me lembro, desde que sou autocaravanista, de alguma vez essa Federação ter defendido os interesses da nossa "classe". Não me parece que o venha a fazer agora, apesar da nossa "adesão".
Sou autocaravanista desde 2006 e, tanto em Portugal como nas dezenas de milhar de quilómetros que fiz no estrangeiro, NUNCA pernoitei nem entrei num Parque de Campismo.

Vou ver como correm as "coisas", nesta nova etapa da vida do Clube e reconsiderarei (ou não...) a minha permanência.

Mas obviamente espero que os meus temores sejam infundados e desejo a melhor sorte e um bom trabalho aos membros eleitos.

Art
Registado
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #34 em: 25 Out 2012, 17:18 »





DELEGADOS À ASSEMBLEIA GERAL
(Resultados oficiais)


Foram hoje oficialmente publicados no Portal da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal os nomes dos Delegados à Assembleia Geral, os respetivos números de Licença Desportiva, Associação pela qual foram propostos, Região em que se integram e quem Representam.

Os Delegados à Assembleia Geral cujo mandato é de 4 anos (2013/2016) estão ordenados alfabeticamente pelo nome.

No quadro abaixo, cópia do documento que pode ser acedido no Portal da FCMP, foi acrescida a indicação dos Delegados que são apoiados pelo “Projeto de Futuro” (Lista A), únicas candidaturas feitas ao abrigo de um Programa que pode ser acedido em

http://www.cpa-autocaravanas.com/upload/Comunicado_2012-19-Eleicoes_FCMP-Programa_de_Candidatura.pdf

Os Delegados eleitos, conforme consta do Calendário Eleitoral, tomarão posse no próximo dia 27 de outubro na sede da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

O Clube Português de Autocaravanas deseja aos eleitos um bom trabalho com vista a “Manter as Tradições”, “Modernizar a Organização” e “Trabalhar para a Ação e Coesão”



Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
CAIADO
Sócio do CPA
Membro
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 27

: Jul, 2010


Sócio Nº 1901


« Responder #33 em: 21 Out 2012, 19:43 »

Parabéns aos companheiros eleitos e que tenham muita força e coragem para seguir em frente, tarefa nada fácil.
Um Abraço
Registado

Hermenegildo Rodrigues
Paulo Moz Barbosa
Administrador
Membro de Mérito
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 329

: Jan, 2010


Sócio 1882


« Responder #32 em: 20 Out 2012, 23:32 »

Parabéns aos eleitos.
Agora, mãos à obra.
Registado

Paulo Moz Barbosa
(presidente da direção)

(viajo numa Hymer Camp 622 C)
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #31 em: 20 Out 2012, 22:15 »





ASSOCIADOS DO CPA NA ASSEMBLEIA GERAL DA FEDERAÇÃO


As Listas Candidatas a Delegados à Assembleia Geral da Federação de Campismo e Montanhismo, pelo Projeto de Futuro, integravam três associados do CPA:

Eduardo Henrique Pinto da Costa - Coordenador da Delegação Regional do Norte do CPA

Ilídio Espada Teixeira - Secretário da Mesa da Assembleia Geral do CPA desde 2006 até à atualidade

João Monteiro Cardoso – Ex-membro do Conselho Fiscal do CPA (2000/2001 – Auxiliar; 2006/2007 Suplente; 2008/2009 Presidente)

Apraz-nos registar que estes três Companheiros Autocaravanistas, se entretanto, a Comissão Eleitoral não vier a descobrir algum alegado motivo para anular algum dos atos eleitorais, foram eleitos para serem Delegados à Assembleia Geral da FCMP. Os dois primeiros, como representantes dos Praticantes e o último, em representação das filiadas.

Relativamente ao Companheiro Autocaravanista Ilídio Espada Teixeira, o único que se encontra no exercício de um cargo estatutário no CPA, será obrigado a renunciar ao mesmo para poder vir a tomar posse como Delegado à Assembleia Geral da FCMP.

« Última modificação: 20 Out 2012, 22:16 por infoCPA » Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #30 em: 20 Out 2012, 19:57 »



RESULTADOS ELEITORAIS


O CPA tomou conhecimento, através de fontes que considera fidedignas, que os resultados obtidos pelas diferentes Listas “A”, candidatas a Delegados à Assembleia Geral da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, no âmbito do Projeto de Futuro (Regionalizar e com as Associadas projetar o Futuro), foram acima das expectativas.

Num universo de 30 Delegados à Assembleia Geral o Projeto de Futuro obteve 24 mandatos, o que lhe permite ter uma maioria qualificada na Assembleia Geral.

Aguarda-se para breve a publicação dos resultados eleitorais, se entretanto, a Comissão Eleitoral não vier a descobrir algum alegado motivo para anular algum dos atos eleitorais, após o que os Delegados eleitos tomarão posse no próximo dia 27 de outubro na sede da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

« Última modificação: 20 Out 2012, 19:58 por infoCPA » Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #29 em: 20 Out 2012, 19:32 »


INFORMAÇÃO


Terminadas as votações para a eleição de Delegados à Assembleia Geral da Federação de Campismo e Montanhismo este tópico deixa de estar trancado e todo o Fórum do CPA deixa de ter quaisquer restrições exceto as decorrentes das regras em vigor e tacitamente já aceites.



« Última modificação: 20 Out 2012, 19:40 por infoCPA » Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #28 em: 19 Out 2012, 12:08 »

INFORMAÇÃO


ESTE TÓPICO FICA TRANCADO ATÉ ÀS 19 HORAS DO DIA 20 DE OUTUBRO DE 2012, HORA DE ENCERRAMENTO DAS URNAS PARA AS ELEIÇÕES DOS DELEGADOS À ASSEMBLEIA GERAL DA FEDERAÇÃO DE CAMPISMO E MONTANHISMO DE PORTUGAL, APÓS O QUE SERÁ REABERTO.

QUALQUER MENSAGEM ACERCA DAS ELEIÇÕES NA FCMP COLOCADA NESTE FÓRUM ANTES DA HORA ACIMA REFERIDA SERÁ FEITO À REVELIA DA DIREÇÃO DO CPA, É DA EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR E SERÁ IMEDIATAMENTE APAGADA LOGO QUE DETETADA.


INFORMAÇÃO SUPLEMENTAR (Colocada posteriormente ao corpo desta mensagem) - As duas mensagens colocadas hoje neste tópico por dois associados do CPA não são eliminadas porque dos respetivos textos não consta, nem se pode depreender que conste, qualquer apelo ao voto ou juízo de valor, literal ou subentendido, relativamente a quaisquer das Listas candidatas a Delegados à Assembleia Geral da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.




« Última modificação: 19 Out 2012, 12:56 por infoCPA » Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
Haddock
Visitante
« Responder #27 em: 19 Out 2012, 10:57 »

Cara Teresa Paiva

Ditoso Clube que conta nas suas hostes com pessoas que se levantam de madrugada para elaborarem uma trabalhada mensagem expedida às 0510 horas da manhã.
Esta minha curta resposta tem apenas duas finalidades, das quais uma considero importante.
Empregou na sua mensagem o termo "patife" (termo seu) em relação a um sócio pelo qual tenho a maior estima e respeito embora, infelizmente, o conheça mal. Que fique assim claro: o termo empregue é seu e não meu. Definitivamente.
Não sei se me expressei bem e por isso quero esclarecer que, em relação a esse sócio, a única queixa que tenho é a de, em AG (em que eu estava presente, pois nesse tempo valia a pena ir a AGs) não ter aceite continuar à frente da Direcção do Clube abrindo assim o caminho a quem acabara de se inscrever como sócio com a única finalidade de fazer um "hold-up" sobre o clube. É um caso digno de nota o de um Clube que aceita que alguém que acaba de se inscrever como sócio ascenda directamente a Presidente da Direcção.
Quanto à maneira de estar do Capitão Haddock espero que guarde na sua memória o carácter que Hergé lhe quiz imprimir: pode ter muitos defeitos mas nunca o de ser cobarde (como parece querer insinuar).
O que este Haddock não tem vontade de fazer é imitar Dom Quixote e lutar contra moinhos de vento!
Por agora basta. Vou aguardar até 15 de Novembro pelas eventuais reacções de consócios que partilhem daas minhas preocupações. Depois logo verei. Santa Cruz pode ser um bom destino para um sábado bem passado.
Saúdo-a com respeito

Vitor Silva
Registado
teresa paiva
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 213

: Fev, 2006


Sócio Nº 294


« Responder #26 em: 19 Out 2012, 05:10 »

Caro companheiro Haddock

"A verdade, caros consócios do CPA, é que sem demagogia a maioria dos sócios se está "nas tintas" para o Clube e, com muito mais razão, para a federação campista."

Terá razão! Mas não é que grande parte dos associados do CPA tem Carta Desportiva passada pela federação campista e continuam a renová-la?
Ainda mais interessante se torna este fenómeno quando a Federação Internacional de Autocaravanismo passa esta mesma carta que serve essencialmente para a obtenção de descontos em Parque de Campismo.  Está tudo doido!
Não é que o raio dos autocaravanistas parece que vão para Parques de Campismo???
Principalmente no estrangeiro (Digo eu…)

"A verdade, caros consócios do CPA, é que sem demagogia a fundação do Clube foi feita de tal modo que ele ficou vinculado a uma entidade que cada vez menos o representa. Certos interesses assim o quiseram e continuam a querer."

Terá razão! Vejam lá uma dúzia de idiotas que, já nessa altura, embora ligados ao movimento campista sentiram necessidade de fundar um clube dirigido aos autocaravanistas pela estúpida razão de. que embora comungassem dos princípios campistas( faria muito jeito a alguns autocaravanistas passar por essa escola de respeito pelos outros), sentiram a necessidade de se distinguir do campismo e fizeram-no à luz do seu tempo, há 22 anos atrás.

Quais serão os interesses que o Clube Português de Autocaravanas ou os seus corpos gerentes atuais ou anteriores perseguem na área do campismo? Conviria denunciá-los.


"A verdade, caros consócios do CPA, é que sem demagogia estas eleições não têm qualquer relevância para o movimento autocaravanista porque aquela federação defende e defenderá interesses que não são os dos autocaravanistas."


Terá razão! Porque bom, bom é dizer mal por fora sem intervir diretamente nas decisões que influenciam o futuro das associações. É um descanso e norma praticada por muita boa gente.

"A verdade, caros consócios do CPA, é que sem demagogia é que valeria a pena ir à próxima Assembleia Geral para dizer a esta Direcção que:"

Não posso estar mais de acordo.

"-esta atitude de convocar reuniões e outras actividades do Clube com grande frequência em Parques de Campismo não é lá grande ideia;"

 Terá razão! Dos muitas dezenas eventos organizados pelo CPA ao longo de 22 anos a grande maioria é realizada em Parques de Campismo e vejam lá, vergonha das vergonhas, a grande maioria, não chega aos 100% ficando-se por uns míseros 10%.

"-esta proposta de mudança de nome do Clube só pode ser uma brincadeira (ou então existe algo de escondido por trás);"

Terá razão! É ! Esta gentinha da Direcção anda a brincar e a jogar ás escondidas. Tão às escondidas que esta intenção já tinha sido apresentada na Assembleia Geral  de 11 de Novembro de 2011 publicamente e perfeitamente audível para quem esteve presente na mesma.

"-não obstante a grande consideração que nos merece como pessoa não nos parece curial propor a elevação a Sócio de mérito a alguém que quase provocou a queda do Clube ao não querer em determinado momento assegurar as funções de Direcção, provocando o "desastre" actual.

Terá razão. Patife! depois de anos a dar o seu esforço físico e monetário em prol “daqueles associados que não ligam nenhuma ao Clube” e depois de já ter feito mais um mandato para não provocar a queda do Clube não merece senão o desprezo dos que nunca se chegam á frente( a não ser do computador)

"A verdade, caros consócios do CPA, é que sem demagogia por minha parte estaria disposto a ir ÀG para defender estas posições mas temo ser uma voz solitária "a pregar no deserto" pois creio, caros consócios do CPA, é que sem demagogia os dados estão lançados de antemão e tendo em vista a frequência habitual das AG as propostas já lá chegam aprovadas."

Terá razão! Ou não seja o comandante Haddock aquela figura corajosa da banda desenhada,
E qual é a frequência habitual das AG? Suponho que gente atenta ao Clube.

"Mas, no entanto, aqui deixo um desafio  caros consócios do CPA: se se formar um grupo que queira estar na AG para dizer à Direção de viva voz o que aqui deixo escrito, eu também lá estarei."

Terá razão em movimentar as hostes como se faz habitualmente em vésperas de Ag. Os Clubes e associações são aquilo que os sócios querem , apresentando-se em AG para de viva voz contestar ou aprovar o que em praça pública se aprova e contesta com tanta facilidade.



Saudações

Teresa Paiva

Registado

Teresa Paiva
V.N.Gaia
Haddock
Visitante
« Responder #25 em: 18 Out 2012, 17:18 »

A verdade, caros consócios do CPA, é que sem demagogia a maioria dos sócios se está "nas tintas" para o Clube e, com muito mais razão, para a federação campista.
A verdade, caros consócios do CPA, é que sem demagogia a fundação do Clube foi feita de tal modo que ele ficou vinculado a uma entidade que cada vez menos o representa. Certos interesses assim o quiseram e continuam a querer.
A verdade, caros consócios do CPA, é que sem demagogia estas eleições não têm qualquer relevância para o movimento autocaravanista porque aquela federação defende e defenderá interesses que não são os dos autocaravanistas.
A verdade, caros consócios do CPA, é que sem demagogia é que valeria a pena ir à próxima Assembleia Geral para dizer a esta Direcção que:
-esta atitude de convocar reuniões e outras actividades do Clube com grande frequência em Parques de Campismo não é lá grande ideia;
-esta proposta de mudança de nome do Clube só pode ser uma brincadeira (ou então existe algo de escondido por trás);
-não obstante a grande consideração que nos merece como pessoa não nos parece curial propor a elevação a Sócio de mérito a alguém que quase provocou a queda do Clube ao não querer em determinado momento assegurar as funções de Direcção, provocando o "desastre" actual.
A verdade, caros consócios do CPA, é que sem demagogia por minha parte estaria disposto a ir ÀG para defender estas posições mas temo ser uma voz solitária "a pregar no deserto" pois creio, caros consócios do CPA, é que sem demagogia os dados estão lançados de antemão e tendo em vista a frequência habitual das AG as propostas já lá chegam aprovadas.
Mas, no entanto, aqui deixo um desafio  caros consócios do CPA: se se formar um grupo que queira estar na AG para dizer à Direcção de viva voz o que aqui deixo escrito, eu também lá estarei.
Registado
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #24 em: 18 Out 2012, 12:51 »




PORQUE VOTAR NAS ELEIÇÕES PARA A FCMP?

PORQUE VOTAR NAS LISTAS “A”?


(10 BOAS RAZÕES)


1.   Porque a Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal é uma instituição credível a nível nacional e internacional, designadamente no âmbito do turismo de ar livre;

2.   Porque a nível nacional é a Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal uma instituição de utilidade pública que oficialmente tutela o campismo, o caravanismo, o autocaravanismo e o montanhismo e a torna uma interlocutora responsável perante entidades privadas e oficiais;

3.   Porque a nível internacional é reconhecido o prestígio da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal designadamente nas muitas e diferentes Confederações internacionais em que está federada;

4.   Porque a união em torno da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, contrariamente ao protagonismo divisionista inconsequente e irresponsável, contribui de forma sustentada e coerente para, no diálogo inteligente e na unidade na ação, a defesa da prática do campismo, do caravanismo, do autocaravanismo e do montanhismo;

5.   Porque com as dificuldades económicas e financeiras que o Mundo, designadamente a Europa e muito particularmente Portugal, atravessam e se perspetiva prolongarem por alguns anos, só interligadas numa instituição forte e organizada, como a Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, as associações construirão uma barreira que impeça o desmoronamento dos valores e da prática dos aspetos turísticos, desportivos, culturais e lúdicos que defendem no âmbito do campismo, caravanismo, autocaravanismo e montanhismo;

6.   Porque estes diferentes atos eleitorais são em si mesmos um eloquente sinal da mudança que urge implementar na Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal em benefício das associações filiadas e dos respetivos associados para o entendimento e a modernidade que os tempos presentes, numa sociedade em convulsão, obrigam;

7.   Porque o Programa de Candidatura de todos os candidatos apoiados pelo “Projeto de Mudança” representa uma inovação que consubstancia uma responsabilidade integrada, verdadeiro trabalho de unidade entre associações, em que as diferenças intrínsecas de cada organização foram levadas em conta, para que o Programa pudesse ser plenamente assumido por todos;

8.   Porque os objetivos gerais do Programa de Candidatura pretendem “Manter as Tradições”, “Modernizar a Organização” e “Trabalhar para a Ação e Coesão” e os objetivos particulares apontam para a “ (…) promoção da interação entre as Associadas, realçando os pontos de convergência, numa demonstração da força do nosso Movimento Associativo, para alcançar mais coesão e ação, com mais ambição e unidade (…) ”.

9.   Porque no Programa de Candidatura houve a preocupação de não subalternizar o campismo, o caravanismo, o autocaravanismo e o montanhismo colocando-os a um mesmo nível de preocupação e atendendo a que quase todas as associações federadas têm sócios que praticam estas atividades;

10.   Porque os candidatos aos cargos estatutários nas presentes eleições se comprometem através de um Programa de Candidatura que é um Projeto de Futuro.


E OS SÓCIOS DO CPA?

(MAIS 3 MUITO BOAS RAZÕES)


Os sócios do CPA devem apoiar este “Projeto de Futuro” pelo acima referido e ainda, no que ao autocaravanismo e ao CPA respeita, pelos motivos que se explicitam:


1.   Porque a Licença Desportiva (vulgo Carta Campista) será um documento apetecível, não só pelos seguros que abrangem os respetivos portadores como, no futuro, pelos benefícios de carater social que venha a agregar;

2.   Porque nas candidaturas se encontram autocaravanistas (João Monteiro Cardoso, Ilídio Espada Teixeira e Eduardo Henrique Pinto da Costa), sócios do CPA, que não deixarão de equacionar a defesa dos valores do autocaravanismo de forma sensata e equilibrada;

3.   Porque o Programa de Candidatura que teve a colaboração do CPA, essencialmente no que respeita ao autocaravanismo, apresenta propostas que não deixarão de fomentar a defesa dos valores do autocaravanismo como também, com o apoio da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, promover a continuação da luta contra a discriminação negativa do autocaravanismo e que são, especificamente, as seguintes:

a)   Estudar, aprofundar e dar resposta a legislação para suprir dificuldades encontradas pelos praticantes de algumas modalidades designadamente de Autocaravanismo.

b)   Propor a representação da FCMP na Comissão Europeia de Autocaravanas da FICC.

c)   Desenvolver iniciativas (Conferências, Seminários, Jornadas, Encontros e/ou Workshops), em torno de temáticas sobre a prática de atividades campistas, Autocaravanistas e caravanistas, ligadas ao Turismo e de conservação do Ambiente.

d)   Criar no seio da FCMP uma Comissão de Autocaravanistas com funções essencialmente consultivas e de auscultação obrigatória no que ao Movimento Autocaravanista respeita.

e)   Potenciar o Movimento Autocaravanista, dinamizando a sua Internacionalização junto das nossas congéneres, particularmente do sul da Europa, também com vista a promover parcerias que venham a garantir uma maior utilização dos equipamentos nacionais.

f)   Criar um órgão de apoio e informação Turística, Cultural e Legislativa, aos Campistas, Autocaravanistas e Caravanistas que se deslocam para fora do país e aos mesmos Praticantes Estrangeiros que se desloquem a Portugal.

g)   Dinamizar a aplicação da Declaração de Princípios da Plataforma de Unidade subscrita pela FCMP em 31de Maio de 2010.

h)   Promover encontros e percursos regulares que estimulem o convívio, a partilha de conhecimentos e deem a conhecer Portugal e o Turismo itinerante.

i)   Promover a busca de melhores condições para o Turismo automobilizado, seja por sinalética rodoviária adequada, instalações e infraestruturas de apoio locais e promovendo os espaços onde se possa estacionar e pernoitar em segurança.

j)   Promover melhores condições para Campistas, Autocaravanistas e Caravanistas bem como os seguros específicos às atividades e veículos com necessidades de deslocamento diferente.

k)   Sensibilizar e envolver todos os operadores para este mercado de Campistas, Autocaravanistas, Caravanistas e Montanheiros que em si mesmo promove o desenvolvimento turístico (ACAP, PRP, Gasolineiras, Poder Publico e Local, equipamentos, etc.).

l)   Envolver os Municípios e Distritos no Campismo, Autocaravanismo e Caravanismo com premiação anual.

m)   Promover protocolos com Empresas e Organizações ligadas à produção e comercialização de equipamentos e outros produtos associados ao Campismo, Autocaravanismo, caravanismo e Montanhismo.



Sem demagogias recorda-se que o Clube português de Autocaravanas é, desde a fundação e por obrigação estatutária, filiado na Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal e que em nenhum momento, mesmo em sondagens feitas no Fórum do CPA, os associados se pronunciaram a favor da saída da Federação, sendo obrigação democrática da Direção respeitar a vontade dos sócios expressa em Assembleia Geral e nos Estatutos.

Sem demagogias recorda-se que os sócios do CPA podem, em qualquer momento, requerer a convocação de uma Assembleia Geral para deliberar sobre a saída da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

Sem demagogias expressam-se razões objetivas da importância relevante que estas eleições na Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal têm para o Movimento Autocaravanista de Portugal.

Sem demagogias evidencia-se os pontos do Programa de Candidatura que respeitam direta e indiretamente aos autocaravanistas e que a maioria são uma constante preocupação dos praticantes desta modalidade que é turística.

Sem demagogias apela-se a todos os autocaravanistas que deem o benefício da dúvida a um Projeto de Futuro que a ser levado à prática contribuirá significativamente para a alteração positiva do autocaravanismo em Portugal, que o subscrevam e podendo, exerçam o direito de voto nas Listas “A”.

Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
jgomes
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 90

: Jan, 2007

Sócio Nº 1238


« Responder #23 em: 18 Out 2012, 09:17 »

Bom dia

Mas que raio de Clube e de Direcção é esta que está tão interessada nos destinos e nas eleições da FCMP?
O que é que campismo tem a ver com autocaravanismo?

Agora compreendo porque é que a Assembleia Geral no próximo mês de Novembro é no interior de um parque de campismo. Será que não haveria outro lugar para a realizar? E há tantos, que de certeza nos receberiam de braços abertos, conforme se tem verificado em anos anteriores.

Já agora sabem que mais? Quem não estiver inscrito no jantar e desembolsar a respectiva importância, não tem direito a convívio com os companheiros, pois fica cá fora à porta ou então terá que desembolsar a tarifa do parque de campismo. E esta hem!!!!!!

Acho que face às dificuldades que a crise nos traz a todos, deveriam ter pensado em todos e não em alguns. Perdoem-me o desabafo, mas eu sou daqueles que desde o princípio, tem levado «martelada» a torto e a direito.

Está visto que a Assembleia Geral vai ser só para alguns e de certeza, que o Clube vai mudar de nome. Será?
Se fosse noutro síto, talvez houvesse mais participação.

Cumprimentos

JGomes
Registado

João Gomes
Odivelas
Haddock
Visitante
« Responder #22 em: 18 Out 2012, 08:33 »

VOTAR PARA MUDAR

É este o lema apoiado pelo CPA.

Um abraço,
A única forma de mudar, para melhor. é acabar com a teimosia e abandonar a federação do campismo.
Ou acham que a vão conseguir mudar contra a vontade da maioria dos seus federados, os quais, estão afinal no seu direito.
Os interesses são divergentes, ainda não perceberam isso?
Registado
Paulo Moz Barbosa
Administrador
Membro de Mérito
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 329

: Jan, 2010


Sócio 1882


« Responder #21 em: 18 Out 2012, 00:13 »

VOTAR PARA MUDAR

É este o lema apoiado pelo CPA.

Um abraço,
Registado

Paulo Moz Barbosa
(presidente da direção)

(viajo numa Hymer Camp 622 C)
ahlagos
Membro Júnior
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 9

: Out, 2011


« Responder #20 em: 17 Out 2012, 23:53 »


Mas últimamente foi atingido o paroxismo com o frenesim em torno das eleições na federação do campismo.
Mas que raio é que eu, autocaravanista, tenho a ver com isso?
Essa federação nunca representou os autocaravanistas e nunca os representará. Os interesses não são os mesmos.
Quando é que a direcção do CPA perceberá isso?

Estou totalmente de acordo! Que disparate o CPA não perceber o que já toda a gente percebeu!
Registado

António Horta
Lagos
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 408

: Dez, 2008



WWW
« Responder #19 em: 17 Out 2012, 20:18 »



QUEM, COMO, QUANDO, ONDE e EM QUEM pode votar?


No próximo dia 20 de outubro de 2012 vão ter lugar as votações para Delegados à Assembleia Geral da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal (FCMP).


QUEM PODE E DEVE VOTAR?

•   As associações filiadas na FCMP só podem votar nas Listas Candidatas a Delegados à Assembleia Geral.
•   Os Técnicos e os Árbitros da FCMP só podem votar nas Listas Candidatas a Delegados à Assembleia Geral.
•   Os portadores de Licença Desportiva da FCMP (vulgo Carta Campista) só podem votar nas Listas Candidatas a Delegados à Assembleia Geral.


COMO PODE E DEVE VOTAR?

•   As associações filiadas na FCMP votam através de um representante devidamente credenciado para o efeito pela respetiva associação.
•   Os Técnicos e os Árbitros da FCMP votam diretamente identificando-se como técnicos e árbitros da FCMP.
•   Os portadores de Licença Desportiva da FCMP votam diretamente identificando-se através de documento válido (Bilhete de Identidade, Cartão de Cidadão, Carta de Condução, Passaporte, etc.) e apresentando a Licença Desportiva atualizada (2012).


QUANDO PODE E DEVE VOTAR?

 Pode votar presencialmente nas Listas Candidatas a Delegados à Assembleia Geral exclusivamente no dia 20 de outubro de 2012, Sábado.


ONDE PODE E DEVE VOTAR?

•   As associações filiadas na FCMP só podem votar na mesa de voto situada na Região em que se localize a respetiva sede social.
•   Os Técnicos e os Árbitros da FCMP só podem votar na mesa de voto situada na Região em que se localize a sede social da associação através da qual foi emitida a respetiva Licença Desportiva
•   Os portadores de Licença Desportiva da FCMP só podem votar na mesa de voto situada na Região em que se localize a sede social da associação através da qual foi emitida a respetiva Licença Desportiva.

As Mesas de voto (as Regiões e os Distritos abrangidos, as moradas e as horas da votação) são as constantes do quadro seguinte:



* Eleição dos Delegados em representação dos Técnicos/Árbitros

** Designação do Delegado em representação dos Filiados


EM QUEM PODE E DEVE VOTAR?

Podem e devem votar em todas as Listas A, independentemente da Região na qual exerçam o direito de voto, porque, essencialmente, são as únicas que se apresentam com um Programa de Candidatura.

O CPA e os associados do CPA votam na Região de Lisboa respetivamente numa das seguintes Listas:







« Última modificação: 17 Out 2012, 22:12 por infoCPA » Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
Páginas: [1] 2   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: