Páginas: [1]   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: O que a Direção disse em... 30 de setembro de 2012  (Lida 1130 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 330

: Dez, 2008



WWW
« em: 30 Set 2012, 01:35 »




O que a Direcção disse…


Na continuação do objetivo de pugnar por uma ainda maior consciencialização dos associados do CPA e dos autocaravanistas em geral, também em conjugação com os propósitos de transparência, rigor e verdade que são apanágio da Direção continuamos a dar relevo aos Editoriais de “O Autocaravanista” publicados desde 10 de Abril de 2010.

O “Editorial” é um artigo de fundo em que se aborda uma questão apresentando o ponto de vista do jornal, da empresa jornalística ou do redator-chefe. No nosso caso apresenta o ponto de vista da Direção do CPA.


**********************

“O AUTOCARAVANISTA” N.º 24”

**********************

EDITORIAL de 30 de setembro de 2012


A PRETO E BRANCO


Imaginar o mundo a preto e branco, com pessoas, etnias, países, associações e sabe-se lá que mais, numa dicotomia do bom e do mau, para além de irreal, deve ser extremamente cansativo.

Dividir os autocaravanistas em bons e maus consoante as preferências que têm na prática consciente e responsável do autocaravanismo e nas opções que fazem pelas associações em que se integram, não só é irreal e cansativo como, também, é doentio.

Defender e preconizar apenas e exclusivamente uma única vertente do autocaravanismo é marginalizar os que se não revêm nessa prática e assumir de forma redutora o ideal autocaravanista.

Uma associação verdadeiramente autocaravanista é aquela que se preocupa e defende TODOS os autocaravanistas, em todas as vertentes do autocaravanismo, através da procura constante do equilíbrio no seio do Movimento Autocaravanista de Portugal.

É na defesa de todos os autocaravanistas, desde pelo menos Maio de 2010 com a subscrição da Declaração de Princípios da Plataforma de Unidade, que consideramos a luta contra a discriminação negativa como a questão mais relevante que pode e deve unir os autocaravanistas.

Por ignorância ou demagogia, mais uma vez a preto e branco, os defensores de uma única vertente do autocaravanismo apontam os parques de campismo como responsáveis pela discriminação negativa dos autocaravanistas, escamoteando que existem diferentes “tipos” de parques (privados, municipais, associativos…) com objetivos e posturas distintas, onde podemos eventualmente encontrar parceiros.

O radicalismo a preto e branco não é apanágio de um CPA moderno, democrático e eficiente, virado para a construção de um futuro que defenda e beneficie todos autocaravanistas.

Há muito que vimos dizendo que a prática do autocaravanismo é, em si mesma, um nicho de mercado muito apetecível que envolve muitos e muitos milhares de euros e, por isso mesmo, há muito que se nos afigura que a discriminação negativa do autocaravanismo é uma questão primordialmente politica que tem que ser resolvida nesse âmbito.

Somente através da consciência política dos autocaravanistas, unidos, sabendo o que querem e disponíveis para lutarem, é que se poderá avançar para uma Lei em que os interesses económicos se não venham a sobrepor às liberdades da prática do autocaravanismo e que seja feita com e para todos os autocaravanistas

Estarão os autocaravanistas suficientemente unidos, conscientes do que querem e com força e disponibilidade para lutarem e conseguirem uma Lei em que os interesses económicos se não venham a sobrepor às liberdades da prática do autocaravanismo?

Pressupor que existem condições para se abrir a caixa de pandora de leis que regulem um mercado de milhares de euros a favor dos autocaravanistas é estultícia, é ingenuidade, é irresponsabilidade.

Não queiramos ser nós autocaravanistas a abrir as portas a Leis que impeçam as autocaravanas de estacionar na via pública por períodos superiores a 48 horas como esteve quase para acontecer em 2009 com o Projeto Lei 778/X.

Nem tudo pode ser a preto e branco. Há mais cores.

A Direção

 
Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
Páginas: [1]   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: