Páginas: [1]   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: ACREDITE SE QUISER - O monitor de baterias  (Lida 5933 vezes)
0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.
Viajante
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 104

: Jun, 2007


Sócio Nº 798


« Responder #2 em: 07 Dez 2011, 19:30 »

Boa noite companheiro NomuKaiki,

A experiência que tenho sobre monitores de bateria limita-se ao uso do que tenho na minha autocaravana e que não é um equipamento "stand alone" pois que vem integrado no bloco de gestão de energia (EBL) do fabricante alemão SCHAUDT.No entanto, posso informar que o mais utilizado e mais popular é o de fabrico Britânico da marca NASA, modelo BM-1.  Poderá obter mais informações, nomeadamente o preço, numa casa de artigos náuticos em  Portugal, em  http://www.nasamarine.com/proddetail.php?prod=BM2

Espero que a informção seja útil

Viajante
Registado
nomukaiki
Membro Júnior
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 12

: Out, 2011


« Responder #1 em: 07 Dez 2011, 11:23 »

Mais uma excelente contribuição super útil ! Obrigado !

Pode sugerir algum monitor de baterias que aconselhe ?

Obrigado

Joao Martins
Registado

João Martins
Braga
Viajante
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 104

: Jun, 2007


Sócio Nº 798


« em: 07 Dez 2011, 00:17 »



ACREDITE SE QUISER – O monitor de baterias

As baterias auxiliares (baterias da célula, também designada por habitáculo) exigem de nós muito pouca atenção para que tenham uma vida longa e saudável.

Como muito pouca atenção não significa nenhuma atenção, eis alguns procedimentos e cuidados a dispensar-lhes: 

1- Usar um bom carregador de 220V, preferencialmente com curva de carga IUOU (1)
2- Limitar ao mínimo o tempo em que as baterias não estejam carregadas a 100%.
3- Sempre que possível usar o carregador de 220V, porque é um dispositivo que garantidamente carrega a 100% as baterias, no regime de carga adequado. É muito importante fazer frequentemente cargas completas.
4- Desligar as baterias ao prever uma imobilização de mais de três semanas, se não houver qualquer meio de ir repondo as perdas.
5- Não sujeitar as baterias a descargas intensas. Poupá-las, pondo o motor a trabalhar antes de ligar aparelhos de grande consumo, como máquinas de café, secadores de cabelo, etc.
6- Limitar o consumo a 50% da capacidade nominal das baterias.
7- Desligar tudo impreterivelmente ao ser atingido o limite mínimo de 10,5V, caso não seja feito automaticamente.
8-Ao usar baterias “com manutenção”, acertar o nível de electrólito, limpar e untar terminais, pelo menos uma vez por ano.

Para podermos limitar o consumo a 50% da capacidade nominal e para sabermos se as baterias estão carregadas a 100%, necessitamos de meios que nos permitam medir o estado de carga das baterias, também usualmente designado por SOC (2). Há três métodos correntes para avaliação do estado de carga de uma bateria:

1 – Avaliação do estado de carga por medição da voltagem

As autocaravanas dispõe normalmente de “indicadores” do estado de carga das baterias, mas que mais não são do que simples voltímetros, uns analógicos (de ponteiro) outros digitais, com mais ou menos Led’s, com mais ou menos barras, com mais ou menos cores. Ora, um voltímetro quando não nos engana totalmente, o melhor que consegue fazer é dar-nos uma noção muito grosseira do estado real da carga da bateria.
Uma bateria em bom estado, que apresente 12,24 Volts nos seus terminais, medidos após uma hora em repouso, tem uma carga acumulada efectiva de 50%. Esses mesmos 12,24 Volts poderão corresponder somente a cerca de 28% de carga se forem medidos quando a bateria estiver na fase de carregamento e poderão corresponder a cerca de 90% de carga, se medidos na fase de descarga. Assim, o mesmo valor de voltagem tanto pode significar 28% de carga, como 90%, como qualquer outro valor intermédio. Tudo depende das circunstâncias em que é feita a medição, pelo que ajuda muito ter alguma capacidade de adivinhação. A avaliação do estado de carga duma bateria em mau estado, com base na medição da voltagem, ainda poderá ser mais errónea.
A medição da voltagem de uma bateria em bom estado, só traduz o seu estado de carga com alguma exactidão, depois de ter permanecido pelo menos uma hora em repouso. Isto obriga a que um dos terminais seja desligado para que não haja qualquer carga ou descarga. Não é funcional.

2 – Avaliação do estado de carga por medição da densidade do electrólito

A medição da densidade do electrólito contínua a ser prática corrente. Um densímetro dá indicações verdadeiras, mas a dificuldade de acesso às baterias torna este método pouco cómodo e moroso, além de não ser aplicável em baterias seladas, tais como as de Gel e Agm.

3 – Avaliação do estado de carga com um Monitor de Bateria (3)

O monitor de bateria é um pequeno computador que dá indicações equivalentes às que são dadas pelo computador de bordo duma viatura, nomeadamente o consumo instantâneo, o consumo médio, quantos litros restam no depósito, para quantos quilómetros dá, etc.

De modo similar, o monitor de bateria diz-nos a voltagem da bateria, a corrente de carga, a corrente de descarga mas, verdadeiramente importante, o estado de carga da bateria em Amperes-Hora armazenados e o estado de carga em valor percentual. Nalguns modelos também dá o tempo estimado até à carga completa, o tempo estimado até à descarga aconselhada e ainda o alarme de tensão baixa.

O monitor de bateria é um totalizador dos AH (Amperes-Hora) que entram na bateria, cuja contagem pára quando é atingida a carga completa e que subtrai AH quando a bateria está em descarga. Este microcomputador trabalha com diferentes algoritmos para a carga e para a descarga e para fazer a computação dos totais, toma em conta diversos parâmetros tais como a idade, a capacidade, o tipo de bateria, a temperatura ambiente, o regime de carga, o regime de descarga, as perdas, a voltagem e outras mais.

O monitor de bateria fornece informação idónea e instantânea e é particularmente útil para quem, não sendo espartano no consumo, não quer chegar ao ponto de causar danos às baterias por descargas demasiado profundas ou ficar inadvertidamente sem energia.
 
Que você pode viver sem um monitor de bateria, pode, mas não é a mesma coisa.

 ACREDITE SE QUISER

Viajante

Notas:
(1)- IUOU  http://cpa-autocaravanas.com/forum/index.php?topic=2364.0
(2)- SOC -  State Of Charge ou Estado de Carga
(3)- Monitor de Bateria - também designado por Ordijauge e Battery Monitor

Alguns links com informação sobre monitores de bateria:

NASA 
 http://www.nasamarine.com/proddetail.php?prod=BM2

 VOTRONIC 
 http://www.aasolar.co.nz/IVT%20Solar%20Controllers.html

 ALDEN
http://www.transplanet.fr/boutique/info_produit.asp?num=9426
http://www.planete-accessoires.fr/ordijauge-alden-200a-avec-ecran-p-11358.html

VICTRON ENERGY
http://www.victronenergy.pt/battery-monitors/

DIVERSOS
http://www.lojanautica.pt/index.php/vmchk/Electricidade/Baterias-e-Carregadores/Monitores-de-bateria/View-all-products.html
http://www.jgtech.com/monitors.htm
http://www.top-accessoires.com/advanced_search_result.php?%20%20keywords=ordijauge
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: