Páginas: 1 2 [3]   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: Pedido de esclarecimento sobre gás  (Lida 66812 vezes)
0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.
Decarvalho
Visitante
« Responder #17 em: 27 Jun 2007, 23:14 »

carissimo Antonio, e Rduarte

nao percebo nada de gás...
mas que as repsol sao intermutaveis coma BP gás...são
e que ha BP gas em toda a europa...há..e Galp apenas em Portugal e  Espanha e Repsol em Espanha, Portugal e algumas localidades de fronteira em França...

mas vou tentar localizar mais informaçao, e em qualquer caso o ideal é mesmo consultar um fornecedor habilitado de gás...
« Última modificação: 28 Jun 2007, 10:57 por Decarvalho » Registado
AC1972
Visitante
« Responder #16 em: 27 Jun 2007, 22:47 »

Boa noite,

 Coloco 2 perguntas:

 1 - Será que percebi bem, se usar bp ligh (butano) posso trocar a garrafa por exemplo em espanha?
 2 - Só um reparo a pressão do butano é 30 mbar e a do propano é 37 mbar, será que não há problema em usar o redutor da repsol em butano? ou o redutor a que se refere não é de propano?

Um abraço,

 António Carvalho
Registado
rduarte
Visitante
« Responder #15 em: 27 Jun 2007, 22:09 »

Boa Noite

Obrigado Decarvalho

Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #14 em: 27 Jun 2007, 22:02 »

alo..................

yes companheiro Rduarte.
Da mesmo e foi isso mesmo que fiz...apesar da tentaçao da menina da GALP... que
1)alem de incompativel no sistema,
2)não é transparente
3) e ate é mais pesada que a BP light...
4) e não é internacional...

boas voltas e reviravoltas.
« Última modificação: 27 Jun 2007, 22:02 por Decarvalho » Registado
rduarte
Visitante
« Responder #13 em: 27 Jun 2007, 12:33 »


Bom Dia

Companheiros,

Disseram-me que o redutor que tenho na AC gás propano Repsol, dá para colocar uma BP-light será verdade.


Boa Viagem
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #12 em: 19 Fev 2007, 23:21 »

Já reparou que as mangueiras do gás têm uma data gravada?
Pois é, essa é a data em que devem ser substituídas, por uma questão de segurança.

A propósito de gás, "puxo" para cima o que em tempos aqui escrevi.


Companheiros, obrigado a todos pelos esclarecimentos.
Concluo que a solução depende do tipo de hábitos de cada um no que toca ao uso da AC. Em todo o caso, face ao que dizem e ao que eu próprio apurei, atrevo-me a dizer que há 3 tipos de solução:

A-solução base: 1 garrafa BP light ou Galp-pluma, porque são as mais leves e o peso conta. Pessoalmente prefiro a BP porque é semi-transparente o que permite mais facilmente ver o gás que resta, e, porque tem rede de distribuição em vários países europeus.

B-Solução flexível, por permitir ajustar-se às características de utilização. Passa por adquirir uma torneira em T e acoplar-lhe:
- B1- a solução base (BP light), mais
- B2- um redutor da Repsol (que tanto serve para butano como propano e existe em toda a Península Ibérica). A garrafa de 6Kg butano-propanado parece-me uma interessante escolha para o Inverno. Situações mais adversas exigirão a troca pela garrafa de Propano, mas isso não será problema pois o redutor é o mesmo.
- B3- um redutor da Campingaz e uma garrafa R907 com 2,750Kg de butano (há campingaz propanado mas só para lanternas) . Eu sei que é mais caro, mas encontra-se por toda a Europa, seja em parques de campismo seja nas cadeias comerciais. Por isso é uma forma de desenrascar quando as alternativas nos falham.

C-Solução energético-dependentes: fazer uma adpatação para instalar um depósito de GPL. Passa a poder reabastecer nas gasolineiras de vários países europeus e, ainda por cima, com gás mais barato. O problema é que o custo da transformação só compensa para quem tenha hábitos de elevado consumo.

Concluiria pois, dizendo que a solução mais adequada a cada um depende da duração das viagens e das características do sítio para onde se vai.
Terei aprendido mal a lição? Se sim, corrijam-me, PF.

Em complemento da informação do Ruy, aqui ficam mais alguns preços:
-- BP light, por troca com uma garrafa de aço (e muita discussão que envolveu um telefonema para a BP) paguei 32€ (16.20 do gás e 16 de caução).
-- Garrafa R907 da campingaz cheia 30€ (11€ só o gás).
-- Redutor Repsol, Galp, ... 8€
-- Torneira em T com acessórios de ligação, 14€ 
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #11 em: 24 Ago 2006, 19:50 »

Sobre o assunto em destaque, veja-se o seguinte tópico:
http://cpa-autocaravanas.com/forum/index.php/topic,444.0.html
« Última modificação: 24 Ago 2006, 19:50 por Raul Lopes » Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #10 em: 02 Abr 2006, 22:15 »

Companheiros,

Aproximam-se  as férias da Páscoa que para alguns é uma oportunidade de passarem uns dias na neve aqui ao lado.
Quem o fizer tenha presente que será conveniente ir prevenido com  gás propano.

É que a baixas temperaturas o botano congela e, em Espanha só se consegue comprar propano se tivermos uma garrafa igual para troca. Lá o butano é de venda livre, mas o propano obriga à assinatura de um contrato com a marca, que entre outras coisas requer  a fiscalização da instalação (da casa e, não da autocaravana!).
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #9 em: 10 Jan 2006, 01:23 »

A empresa que comercializa estas garrafas não terá representante em Portugal?
Registado
time_out
Visitante
« Responder #8 em: 10 Jan 2006, 00:52 »

Apagado por solicitação do autor
« Última modificação: 21 Mar 2006, 13:36 por NunoR » Registado
Zeca Santos
Visitante
« Responder #7 em: 05 Jan 2006, 20:47 »

Time-Out,

Apenas disse que eu tenho para caso de emergência, não cria problemas de segurança o seu enchimento.........mas não é permitido.

"Já agora onde existem essas botijas?"

A que botijas é que te referes? se são as próprias para GPL~, não existem, o que existe e eu me refiro são depósitos para GPL, que são devidamente homologados e autorizados, e estes sim já permitem abastecimento "sem batota", mas o risco de enchimento é o mesmo, ou seja, não há.

Saudações Autocaravanistas

Registado
time_out
Visitante
« Responder #6 em: 05 Jan 2006, 10:34 »

Apagado por solicitação do autor
« Última modificação: 21 Mar 2006, 13:36 por NunoR » Registado
Zeca Santos
Visitante
« Responder #5 em: 05 Jan 2006, 00:10 »

Olá Time-Out,

É verdade ..... não é permitido o enchimento das botijas, mas é uma pequena batota em caso de aflição.

Os depósitos próprios existem em Portugal e de facto são mais práticos, poderão levar até 90litros de GPL e deixar o compartimento das botijas vazio.

Saudações Autocaravanistas
Registado
time_out
Visitante
« Responder #4 em: 04 Jan 2006, 23:32 »

Apagado por solicitação do autor
« Última modificação: 21 Mar 2006, 13:37 por NunoR » Registado
Zeca Santos
Visitante
« Responder #3 em: 29 Dez 2005, 00:52 »

Companheiro Raul,

O peso a mais julgo que não é significativo ........ mas cada um é que sabe. O descanso não "pesa"?

Estes adaptadores para encher as botijas não existem feitos, visto que variam de marca para marca, mas em qualquer instalador de GPL auto fazem um adaptador por cerca de 20 a 30€.

Atenção que não é conveniente usar nas novas botijas leves.

Saudações Autocaravanistas
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #2 em: 28 Dez 2005, 15:45 »

Ora áqui está outra solução, embora com mais peso!
Companheiro Zeca, onde se compra o tal adaptador para GPL? (de preferência na zona de Lisboa).
Obrigado.
Registado
Zeca Santos
Visitante
« Responder #1 em: 28 Dez 2005, 14:26 »

Boas Companheiros,

O gás é um tema já muito falado, e julgo que só poderá haver dúvidas para quem sai relativamente pouco ou só no verão. No meu caso como saio todos (quase) fins de semana, e passeios para além de Espenha é só de verão e no máximo nunca poderá ultrapassar 30 dias, uso:

- 2 botijas propano GALP (que também há em toda a peninsula)
- 1 inversor automático com reductor
- 2 válvulas e respectivas liras para propano
- 1 adaptador para em caso de emergência abastecer GPL (nunca foi usado)

Existem sistemas automáticos com aquecimento para evitar a congelação, mas usando o propano nunca senti essa necessidade

Assim nunca tive problemas com gás e até já deu para emprestar botijas.

Saudações Autocaravanistas
Registado
Fórum anterior
Visitante
« em: 20 Dez 2005, 13:30 »

Citar
Posted by: Raul Lopes Nov 29 2005, 10:11 PM

Ora vivam companheiros,

Do que tenho visto, uma questão que os autocaravanistas (eu incluído) não têm bem resolvida é a do gás a usar na AC. As minhas dúvidas podem resumir-se em duas perguntas:

1- Mesmo considerando as garrafas mais leves que a Galp e a BP acabam de lançar, andar com duas garrafas sempre é mais uns kilos de peso. E se em vez de duas garrafas usássemos uma garrafinha da Camping-gaz para as situações de emergência em que a garrafa grande acaba? Este tipo de gas provoca algum problema no funcionamento do frigorifíco e/ou do fogão?

2- Aproxima-se a época do tempo frio em que há quem recomende o gas propano. Com base na V/ experiência, em que situações envolventes é que se corre mesmo o risco de o gas congelar? (já agora, isso também pode acontecer com o gasóleo?).

Desculpem-me a ignorância, mas se passar por aqui algum especialista na matéria ficaria grato pelos esclarecimentos. Além disso tenho esperança de que outros possam beneficar dos esclarecimentos. 

Citar
Posted by: Ruy Figueiredo Dec 3 2005, 09:56 PM

No seguimento da questão sobre o gás aqui vai uma achega.
Galp, é oque eu uso e creio que são as melhores condições.
Preço do gás Galp garrafa nova 17,10€ B.P. 16,60€ nesta se pode ver o nível do gás
Depósito Galp 20€ actualmente dão 5€ pela velha vai passar a sêr 15€ até ao fim do ano, atenção que só será passado um recibo de 5€.
Depósito B.P. 25€ pela garrafa velha a B.P. não dá nada e não recebe a garrafa antiga o distribuidor por "simpatia" pode dar alguma coisa.
Ambas as garrafas têm menos gás, (cerca de dois kilos menos)
O reductor é o mesmo do antigo em ambos os casos,(só para butano)
O congelamento em butano é 0º o propano é -45º
Os nossos aparelhos queimam ambos os gases, atenção aos reductores para o propano é diferente em ambos os casos.
O Camping gás pode ser usado, atenção ao reductor, tem que ser mudado, este gás é butano.
É um pouco longo mas creio ter respondido à questão.
Se alguém tiver algo a acrescentar ou a corrigir está à vontade.
 



Citar
Posted by: Paulo Rosa Dec 6 2005, 12:34 AM

Olá,

Eu uso a mesma técnica do meu amigo time_out  !

Utilizo 2 garrafas, 1 de 11Kg de propano + 1 de 6 Kg de butano, porque não há 6Kg de propano (tudo da REPSOL). Tem a vantagem que ele refere de na península estarmos à vontade.

Pessoalmente tenho sempre a garrafa de propano "activa", pois gosto mais desse gás, dado ter um cheiro mais suave, após ser queimado pelo frigorífrico.

Esta solução que nós utilizamos é vantajosa, pois o redutor é o mesmo.

Confirmo também o que o time_out refere, relativamente ao butano propanado da Repsol.

Um abraço, 

Citar
Posted by: Raul Lopes Dec 13 2005, 08:05 PM

Companheiros, obrigado a todos pelos esclarecimentos.
Concluo que a solução depende do tipo de hábitos de cada um no que toca ao uso da AC. Em todo o caso, face ao que dizem e ao que eu próprio apurei, atrevia-me a dizer que há 3 tipos de solução:

A-solução base: 1 garrafa BP light ou Galp-pluma, porque são as mais leves e o peso conta. Pessoalmente prefiro a BP porque é semi-transparente o que permite mais facilmente ver o gás que resta, e, porque tem rede de distribuição em vários países europeus.

B-Solução flexível, por permitir ajustar-se às características de utilização. Passa por adquirir uma torneira em T e acoplar-lhe:
- B1- a solução base (BP light), mais
- B2- um redutor da Repsol (que tanto serve para butano como propano e existe em toda a Península Ibérica). A garrafa de 6Kg butano-propanado parece-me uma interessante escolha para o Inverno. Situações mais adversas exigirão a troca pela garrafa de Propano, mas isso não será problema pois o redutor é o mesmo.
- B3- um redutor da Campingaz e uma garrafa R907 com 2,750Kg de butano (há campingaz propanado mas só para lanternas) . Eu sei que é mais caro, mas encontra-se por toda a Europa, seja em parques de campismo seja nas cadeias comerciais. Por isso é uma forma de desenrascar quando as alternativas nos falham.

C-Solução energético-dependentes: fazer uma adpatação para instalar um depósito de GPL. Passa a poder reabastecer nas gasolineiras de vários países europeus e, ainda por cima, com gás mais barato. O problema é que o custo da transformação só compensa para quem tenha hábitos de elevado consumo.

Concluiria pois, dizendo que a solução mais adequada a cada um depende da duração das viagens e das características do sítio para onde se vai.
Terei aprendido mal a lição? Se sim, corrijam-me, PF.

Em complemento da informação do Ruy, aqui ficam mais alguns preços:
-- BP light, por troca com uma garrafa de aço (e muita discussão que envolveu um telefonema para a BP) paguei 32€ (16.20 do gás e 16 de caução).
-- Garrafa R907 da campingaz cheia 30€ (11€ só o gás).
-- Redutor Repsol, Galp, ... 8€
-- Torneira em T com acessórios de ligação, 14€ 

Citar
Posted by: Paulo Rosa Dec 13 2005, 11:26 PM

Parece-me tudo correcto Raul, e bem sintetizado (como não poderia deixar de ser  )!!

Para que tudo fosse 5*, era uma das "light" passar a forncer propano. 
« Última modificação: 21 Mar 2006, 13:37 por NunoR » Registado
Páginas: 1 2 [3]   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: