Páginas: [1]   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: Foz do Rio Lis  (Lida 3919 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Elias
Visitante
« Responder #12 em: 03 Jul 2010, 22:59 »

Boa noite companheiros/as.

O estacionamento para viaturas ligeiras, autocaravanas ou não, requer um espaço diferente, devido óbviamente ao gabarito das mesmas, o qual se procura tipificar em planta.

Não sabendo qual a intenção do promotor, a qual condenaria se fosse no sentido da segregação, recai a minha atenção para aquilo que considero uma atitude pouco pensada.

No meu ponto de vista, será/é uma lacuna do plano ao se projectarem apenas doze espaços para autocaravanas. Neste sentido, é uma curta visão.

Elias em Moura
Registado
Paulo Moz Barbosa
Administrador
Membro de Mérito
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 330

: Jan, 2010


Sócio 1882


« Responder #11 em: 03 Jul 2010, 20:35 »

Percebo as boas intenções do José Gonçalves mas continuo a estar em desacordo com os seus pontos de vista.
Argumenta com a falta de civismo de alguns (infelizmente a maioria) AC. Pois bem, o que devem fazer as autoridades: multá-los e colocá-los na ordem ou acantonar os verdadeiros AC?
É esta a verdadeira questão e a única que deve ser debatida. E o CPA só deve intervir para ajudar as autoridades e autarquias a resolver este dilema.
Por mim voto na 1ª alternativa.
Um abraço,
Registado

Paulo Moz Barbosa
(presidente da direção)

(viajo numa Hymer Camp 622 C)
paiser
Visitante
« Responder #10 em: 03 Jul 2010, 18:32 »

Companheiro Jose´Gonçalves

Concordo com quase tudo o que disse mas,400 ou 500 automóveis estacionados,mesmo bem que estejam,também não provoca um péssimo impacto ambiental? E quando ao fim de um dia de praia e as pessoas regressam para as suas viaturas e começam a petiscar com as portas abertas e por vezes até com as cadeiras abertas,para descansar de um dia de praia.A minha idéia é que há muita gente a falar mas a acertar pouco.
Registado
jose_goncalves
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 149

: Dez, 2007



« Responder #9 em: 03 Jul 2010, 12:32 »

Bom dia Companheiro Paulo Moz Barbosa,

O que está em causa não é termos direito a estacionar ou não, a sermos priviligiados ou não, a pagar impostos ou não!

O que está em causa são os autênticos Acampamentos que um amontoado de autocaravanas provocam, muitas em práticas ilegais de Campismo na Via Pública outras nem por isso, mas mesmo assim é um impacto negativo uma tal concentração de 20;30;40 ou mais autocaravanas alinhadianhas provocam e esse, queiramos ou não, é um impacto super negativo!!!

Quando o Bom senso e o Civismo não imperam torna-se necessário Regular, e Regular implica, sempre, perca de direitos para uns tantos que até nem tiveram nada a haver com o assunto.

Quando o Ser Humano não "aprende" a "bem" tem que ser "ensinado" a "mal". Se assim não fosse não haveria nenhum tipo de Legislação sobre assunto algum!!!

Esta Autarquia em particular, não me parece estar a seguir o "Caminho Radical" mas antes a tentar conciliar interesses.

Enquanto tal for possível, creio que será preferível.

Isto, claro está, é a milha leitura dos acontecimentos.

Facultem-me dados concrectos em contrário para ler de outra forma, ou de outro ângulo.

Até lá, esta é a leitura que faço, daí que entenda ser Nobre este tipo de tomada de atitude e a entenda como sendo um passo útil no Autocaravanismo.

Ah! Em outro Fótum, alguém hoje comentou ter passado pelo Algarve e ter admirado o lado negativo dos acampamentos realizados por quase 100% de autocaravanistas nacionais.

Sempre os mesmos, as mesmas atitudes, os mesmos comportamentos inadequados, as mesmas irresponsabilidades, e depois, aqui d'el rei, o CPA que vá lá defender a sua "Dama"!!!

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves
(Guimarães)
Registado

José Gonçalves
Guimarães
http://ohotelrolante.blogspot.com
Paulo Moz Barbosa
Administrador
Membro de Mérito
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 330

: Jan, 2010


Sócio 1882


« Responder #8 em: 02 Jul 2010, 17:59 »

Retomo o meu ponto de vista: não ao isolamento de AC. Não temos malária nem outro tipo de doença contagiosa.
Há, como em todos os grupos sociais, muitos prevaricadores. Que sejam punidos na hora.
Não concedo prioridade aos ligeiros sobre as AC. Se num parque há lugares vagos, são para quem lá chegar primeiro. Os que pagamos impostos devem usufruir dos meios públicos em pé de igualdade.
Qualquer legislação que altere esta relação de forças deveria ter a discordância do movimento AC.
Um abraço,
Registado

Paulo Moz Barbosa
(presidente da direção)

(viajo numa Hymer Camp 622 C)
jose_goncalves
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 149

: Dez, 2007



« Responder #7 em: 02 Jul 2010, 13:22 »

Caro Companheiro e Amigo JGomes,

Convém não esquecer que a Legislação em vigor proibe, pura e simplesmente, o estacionamento de mais de 10 unidades, com capacidade para a prática de Campismo, esteja ou não a efectuar actos de Campismo na Via Pública. Está na Lei, se bem que até à data ninguém a cumpriu!!! Mas isso são outras guerras!

O que esta Autarquia pretendeu, e penso que bem em minha opinião, foi evitar os excessos cometidos no Algarve e em Porto Covo, por exemplo.

É preferivel ter 12 lugares exclusivamente destinados à prática de Autocaravanismo Itinerante, e acabar-se pura e simplesmente com todos os outros excessos a não ter nenhum, Achio eu!!!

Quanto a não termos lugar porque já estão ocupados, mas isso já não acontece em qualquer parque de estacionamento, em autocaravana ou fora dela???

Se aqueles lugares já estiverem ocupados, assim o entendo eu, estaciono em qualquer outro local onde tenha condições para me acolher. Claro que se houverem mais meia dúzia de autocaravanas aí estacionadas estarei obviamente em risco de ser expulso por violar a Legislação em vigor, aliás, coisa que as Autoridades à muito deveriam ter começado a aplicar. Talvez não estivessemos aqui e agora a discutir o sexo dos anjos. Acho eu!

Daí que aprove e entenda ser nobre uma Autarquia tomar este Caminho de convergência em vez de optar por Caminhos limitativos e impeditivos como acontece em Porto Covo, no Algarve e cada vez mais em várias localidades onde os excessos continuam a ser praticados na mais impávida e serena atitude!

Afinal o que queremos?

Tudo?

Está visto que não podemos nem temos o direito a ter tudo. Está provado.

Estamos numa altura de estudar Caminhos de Convergências e obviamente de cedências de parte a parte.

Assim entendo eu, apenas eu.

Desculpe Amigo Gomes mas não entendo a sua tomada de atitude.

Há aí algo que não bate certo!

Mas tudo bem!

Eu entendo assim e afirmo e reafirmo assim. Com provas em contrário talvez possa convencer-me a mudar o Caminho mas não creio que tenha esses argumentos!

Um abraço e até breve, em Lisboa,

José Gonçalves
(Guimarães)
Registado

José Gonçalves
Guimarães
http://ohotelrolante.blogspot.com
jgomes
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 90

: Jan, 2007

Sócio Nº 1238


« Responder #6 em: 02 Jul 2010, 09:05 »

Bom dia.

O estacionamento é só para 12 Acs. Então se por casualidade, algum companheiro chegar depois dos lugares todos preenchidos, onde vai estacionar? E chamam a isto uma atitude nobre de uma autarquia!!!
De cert :-\eza que se estacionar fora do parque para isso reservado, vai logo ter à perna alguém a dizer-lhe: «aqui não pode, tem um parque exclusivo para estas viaturas».
Um abraço e fiquem bem.
JGomes   Shocked Shocked Shocked
Registado

João Gomes
Odivelas
jose_goncalves
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 149

: Dez, 2007



« Responder #5 em: 02 Jul 2010, 07:36 »

Não compreendo a satisfação destes AC quando se vão criar diferentes parques para ligeiros e AC. Então uma AC deixou de ser um veículo ligeiro?
Não perceberão que se está a criar uma diferença que a lei não contempla?
Temo que esta prática se generalize.
Então lá teremos as AC atiradas para "guetos" bem delineados pelos autarcas "amigos".
Um abraço,

Bom dia Companheiros e Companheiras,
Bom dia Companheiro Paulo Moz Barbosa,

Não sou ninguém para defender este ou aquele comportamento esta ou aquela iniciativa Autárquica.

Contudo, permita-me que esclareça o seguinte, segundo a minha perspectiva e a minha leitura:

Com a iniciativa presente, penso, não passámos a ser uma classe à parte no seio rodoviário. Continuamos a conduzir uma viatura ligeira de passageiros até 9 lugares e um peso bruto de 3.500Kg.

Continuamos a ter o direito de estacionarmos onde o espaço disponível o permitir, respeitando talvez as boas Regras de Ouro do Autocaravanismo, como convém para não criarmos conflitos desnecessários, creio eu.

O que deixaremos provavelmente de ter, se é que alguma vez o tivémos, porque segundo a Legislação em vigor é proibido o "acantonamento" de um número superior a 10 autocaravanas com uma distância inferior a 300 metros entre elas, dizia eu, perdemos o "direito" aos infindáveis ajuntamentos de autocaravanas e similares. Esse "direito" foi-nos "retirado!

Mas a Autarquia, de uma forma urbana e civilizada, criou-nos condições para, num determinado local, que não um Parque de Campismo e com boas condições para a Prática de Autocaravanismo Itinerante, podermos pernoitar e efectuar as necessárias manobras de manutenção, serviços de abastecimentos e despejos.

Penso que o que está em causa é isso e apenas isso.

Confundir esta atitude nobre de uma Autarquia, do litoral ainda por cima, local eleito pela esmagadora maioria dos autocaravanistas, com um cercear de movimentos ou com a eventual criação de nova "separação" de classe automobilistica penso não ser uma atitude ponderada e reflectida. Penso!

Daí que considere ser de louvar e enaltecer toda e qualquer Autarquia que para além de fazer cumprir a Legislação em vigor crie melhores condições para o Autocaravanismo Itinerante.

As Autarquias, se quiserem, podem pura e simplesmente proibir o estacionamento, criando as tais Normas e Posturas Municipais sem darem qualquer alternativa ao Autocaravanismo Itinerante.

A partir daqui, cabe-nos a nós, Autocaravanistas, o bom senso de acolhermos como boas ou más estas iniciativas.

Convém depois não reclamar de atitudes mais ou menos bem ponderadas e reflectidas.

Um abraço a todos e até sempre,

José Gonçalves
(Guimarães)
Registado

José Gonçalves
Guimarães
http://ohotelrolante.blogspot.com
Elias
Visitante
« Responder #4 em: 01 Jul 2010, 21:55 »

Boa tarde aos companheiros/as.

Medidas como esta, serão sempre de aplaudir, largas em visão, equilibradas na protecção.

Que em outros locais deste país, os senhores autarcas e demais dirigentes, possam seguir este  exemplo.

Companheiro Paulo Barbosa, a sua observação é pertinente! Contudo, SUPONHO EU DE QUE.., a separação das autocaravanas seja para o planeador/projectista, uma questão de zonamento que contemple este tipo de veículos, tendo em atenção, raios de viragem, manobras de aproximação, abertura de portas... etc. Não pondo em causa a autocaravana que esteja dentro do limite do peso, logo caracterizada como v.lig. evidentemente.

Elias em Moura
Registado
Paulo Moz Barbosa
Administrador
Membro de Mérito
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 330

: Jan, 2010


Sócio 1882


« Responder #3 em: 01 Jul 2010, 20:20 »

Não compreendo a satisfação destes AC quando se vão criar diferentes parques para ligeiros e AC. Então uma AC deixou de ser um veículo ligeiro?
Não perceberão que se está a criar uma diferença que a lei não contempla?
Temo que esta prática se generalize.
Então lá teremos as AC atiradas para "guetos" bem delineados pelos autarcas "amigos".
Um abraço,
« Última modificação: 01 Jul 2010, 20:22 por Paulo Moz Barbosa » Registado

Paulo Moz Barbosa
(presidente da direção)

(viajo numa Hymer Camp 622 C)
edurana
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 97

: Set, 2008



« Responder #2 em: 01 Jul 2010, 11:10 »

Companheiros:
É de autarcas assim que  precisamos. Mas atenção que teremos, ao frequentar este espaço, e os ouros tambem claro, de lhes retribuir com a nossa civilização.
Um abraço
Registado

Eduardo Rana
Seixal
jose_goncalves
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 149

: Dez, 2007



« Responder #1 em: 01 Jul 2010, 07:55 »

Bom dia Companheiros e Companheiras,

É sempre de Louvar e enaltecer este tipo de intervenção Autárquica.

Saibamos agradecer publicamente esta tomada de atitude e saibamos também respeitar as Práticas Saudáveis do Autocaravanismo e certamente serão evitados os "conflitos" entre Autarquias e Autocaravanistas.

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves
(Guimarães)
Registado

José Gonçalves
Guimarães
http://ohotelrolante.blogspot.com
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Offline Offline

Mensagens: 1 369

: Dez, 2008



WWW
« em: 01 Jul 2010, 01:09 »

Companheiros

O autocaravanismo umas vezes mal outras vezes bem?

http://www.metronews.com.pt/2010/06/30/requalificacao-da-foz-do-rio-lis-marinha-grande/

Saudações
« Última modificação: 01 Jul 2010, 01:09 por infoCPA » Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
Páginas: [1]   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: