Páginas: [1] 2   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: Projecto - Algarve  (Lida 13535 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
teresa paiva
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 213

: Fev, 2006


Sócio Nº 294


« Responder #38 em: 03 Out 2008, 14:11 »

Companheiro José Vieira

É verdade que poucos se pronunciaram publicamente sobre o projecto, mas não o companheiro RDuarte que, sobre o assunto, aqui colocou 2 posts. O que, a meu ver, também vale como contributo.

um abraço

Teresa Paiva
Registado

Teresa Paiva
V.N.Gaia
rduarte
Visitante
« Responder #37 em: 30 Set 2008, 23:17 »

Boa Noite

Companheiros José Vieira, ainda bem que as minhas preocupações eram infundadas.

Porque se calhar é importante ter preocupações é sinal que estamos atentos e preocupados.

Alias eu ainda defendo a teoria de cada macaco no seu galho…

Mas se o companheiro quiser fazer uma demonstração dos seus conhecimentos pode começar a expor por aqui o seu contributo.

Boa Viagem
Registado
josé vieira
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 248

: Nov, 2006

Sócio Nº 1228


« Responder #36 em: 30 Set 2008, 22:33 »

Companheiro RDuarte

Afinal as suas preocupações relativas à resposta do CPA ao relatório, eram infundadas........

Já agora quais foram as sugestões que enviou sobre o assunto?- Eram certamente coincidentes com a resposta do clube........

Registado

José Graça Vieira
Constância
http://www.viajarsemdestino.blogspot.com/
rduarte
Visitante
« Responder #35 em: 30 Set 2008, 09:17 »

Bom Dia

Hoje é dia 30 de Setembro será que os socios do CPA podem saber se o

CPA enviou algum documento?


Tal como tinha sido prometido já chegou o CD do projecto do Algarve este encontra-se ao dispor de todos para leitura e análise.
Serão bem vindas mensagens ou sugestões sobre o assunto.
O trabalho terá que ser entregue antes do dia 30 de Setembro.
Dado o tamanho só foi possivel colocálo na página.
Todos devem saber a morada mas aqui vai.
www.cpa-autocaravanas.com , cá espero os vossos escritos
.
´
É que de acordo com o post do nosso Presidente o trabalho supostamente já foi enviado!!!

Boa Viagem

Registado
jose_goncalves
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 149

: Dez, 2007



« Responder #34 em: 29 Set 2008, 19:33 »

Caros companheiros de estrada,
Não é meu habito intervir normalmente neste ou noutro qualquer forum.
Sou um auto-caravanista algo fora do normal.
Primeiro, porque sou o primeiro a "fugir" de um local quando lá chego e vejo mais que uma dezena de auto-caravanas. Procuro logo um local menos "sobreocupado"! Manias... Manias que até à data me têm valido ser bem acolhido aonde chego, inclusivê perto das autoridades tais como G.N.R.. Até à data nunca ninguém veio perto de mim comentar o que quer que fosse, no que respeita à pratica de auto-caravanismo enquanto Turismo Itinerante, obviamente!
Segundo, porque fico triste quando vejo colegas a "degladiarem-se" por "dá cá aquela palha". Decididamente, não faz o meu género!
O meu género será mais do tipo:
- Um bem aja à população de Freixo de Numão e seus representantes autárquicos. Ontem, num telejornal, comentaram positivamente o quanto querem nas suas terras os auto-caravanistas, isto a propósito das vindimas.
"...Que venham muitos, que permaneçam e conheçam os seus usos e costumes, que "gastem" no supermercado do "Manel", que comam no restaurante do "Joaquim", enfim, que tragam o seu dinheiro para esta terra! São bem vindos!..."
Fiquei orgulhoso de ser auto-caravanista, sinceramente, fiquei orgulhoso!
Pena é que as autarquias e localidades mais "ricas" sejam tão pobres de espírito, como alguns companheiros infelizmente, e não vejam na nossa "classe", na classe dos que querem conhecer o país e os seus recantos os melhores produtores de riqueza para as suas terras.
Já aqui comentei que nós, enquanto auto-caravanistas, temos o poder de dar a conhecer a todos e em todo o mundo o melhor que há em cada recanto, por mais escondido que esteja.
Pena é que a Câmara de Ovar, como outras, tenham uma visão tão mesquinha e desfazada do que é ser auto-caravanista.
Pena é que estas autarquias não nos vejam como potenciais "investidores" nas suas terras. Apenas nos vêm como "porcos, feios e maus"!!!
Que punam efectivamente quem transgride. Sem apelo nem agravo!
Mas deixem-nos em paz! Pelo menos áqueles que não vos levam "lixo"!
Colegas e companheiros, parem essas "guerrinhas" que não nos levam a lado nenhum! Por favor!
Façam esse favor à nossa Classe.
Saudações auto-caravanistas.
Registado

José Gonçalves
Guimarães
http://ohotelrolante.blogspot.com
campista
Visitante
« Responder #33 em: 29 Set 2008, 17:18 »

Companheiros, sou o campista socio  1521 e tenho a dizer o seguinte.
se aparecem no algarve ou em qualquer outro ponto do pais corridas de todo o terreno que deixam os caminhos as populacoes em misero estado,nao ouço vozes discordantes, se se efectuam jogos de futebol, ou provas de ciclismo que monopolizam centenas de agentes de segurança que faziam mais falta nas ruas nao ouço vozes discordantes, note-se que nao tenho nada contra estas modalidades, apenas procuro termos de comparacao. o autocaravanismo que e uma actividade maravilhosa que maioritariamente e praticada pela familia, que leva mais valias aos sitios por onde passamos, e com grande tristeza que se constacta quase diariamente artigos nos jornais contra os autocaravanistas. Assim, salvo mellhor opiniao, devera o clube  ir tentando junto das autarquias informar os mesmos que nao se podem rotular os ACS   de falta de higiene se eles proprios nao fornecem as condiçoes minimas de que precisamos para poder praticar a nossa modalidade, ou seja simplesmente um caixote de lixo, uma torneira com agua e uma pia de esgotos, tao simples como isto.
um abraço do campista algarvio.
Registado
Elias
Visitante
« Responder #32 em: 27 Set 2008, 11:06 »

Bom dia companheiros
  Sobre este assunto, já muito li e sobretudo a polémica levantada últimamente.    
 A meu ver, quer existam pontos a favor ou contra, os primeiros são de inaltecer os segundos serão de condenar e jamais aceitar!
  
  Os autocaravanistas são proprietários de um veículo ligeiro, -de maior porte em alguns casos-, mas igual a outros que pela estrada circulam! Impedir o seu livre estacionamento, é no mínimo ir de encontro a leis estabelecidas  e pura descriminação, o que não é aceitável num estado democratico.
 
  Tal como os "outros" pagamos o gasóleo ao mesmo preço que já contém impostos, pagamos o imposto de circulação, pagamos o seguro e pagaremos o estacionamento como os outros em qualquer lugar! É um direito de liberdade adquirido- desde que nos coloquem espaços apropriados para tal em planos urbanos bem estruturados-  Infelizmente poucos existem no nosso país! Contudo, onde existem locais de estacionamento livre também temos o direito de lá estacionar como os outros.  Se o espaço não está preparado, é devido aos tais planos.

  Assim, impedir que uma autocarana estacione ou até pernoite, desde que não transpareça para o exterior qualquer visibilidade, que ponha em causa a moral pública, faça descarga de liquidos ou abertura de toldo, onde está o mal?
  
  Já fui possuidor de uma renault-espace, cujo volume é razoavel, pois eu e a minha família nela pernoitámos e comemos, neste caso, poderia estacionar onde muito bem entedesse. Então por analogia, os senhores detentores e promotores do documento proíbitivo desta causa, terão de fazer outro que proíba toda e qualquer pessoa, possuidora de um veículo que permita dormir e comer dentro dele de estacionar,  tal como proíbem as autacaravanas e, de também terem de ir para um parque de campismo.
  
   A título de exemplo, morando eu em Moura, Baixo Alentejo, vou várias vezes ao Algarve- Olhão, porque gosto de ir ao mercado de produtos regionais feito ao Sábado e, porque não posso estacionar num parque por sinal bastante amplo e perto do dito mercado, fui estacionar num local mais afastado em terra batida, já que o parque de campismo fica longe deste local, ora, quando voltei a autocaravana tinha sido assaltada.
  Portanto não é justo, não é correcto é anti-liberdade etc. etc. que nos obriguem a sermos pessoas de segunda e fugirmos para locais afastados e escondidos.
  
  Recuso-me a ser pessoa de segunda no meu País.
  E, tal como diz o naufrago dos malucos do riso, "deixem-me voltar para a ilha" neste país que se diz democrático e no qual se veem retirando direitos adquiridos e por esta leva, qualquer dia os portugueses dirão, deixem-nos voltar para o antes do 25 de Abril.

Os meus cumprimentos,
Elias, em Moura.
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #31 em: 26 Set 2008, 22:14 »

este post é só para esclarecer os companheiros que o facto de eu e o Nuno termos incluído aqui duas mensagens em simultâneo sobre o mesmo assunto foi pura coincidência.
Só me dei conta da mensagem do Nuno quando acabei de escrever a minha e a introduzi no fórum.

Até por isso podem avaliar da lisura de procedimentos que usámos neste assunto, basta olhar para a forma como terminam as duas mensagens.
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #30 em: 26 Set 2008, 22:08 »

Companheiro Errante, e outros companheiros interessados nesta discussão.

Compreendo o seu sentir, mas como não quero contribuir para a terapia ocupacional de alguns à custa do autocaravanismo, abstenho-me de comentar algumas coisas entretanto por aqui ditas.  Limito-me a lembrar a forma como terminava a primeira mensagem que neste fórum escrevi sobre o Relatório da CCDR e o comentário crítico que com o Nuno submeti a sufrágio:


Nota:
como anexo, em formato word, deixa-se o texto com os comentários colocados a sufrágio.
Quem assim o entender pode usar o texto, no todo ou em parte, noutras diligências institucionais que entenda fazer em paralelo a esta petição pública junto da CCDR-Algarve.

Como não podia deixar de ser o primeiro destinatário desta nota final era a Direcção do CPA, a quem entretanto me dirigi por email sobre o mesmo assunto. Pelo menos para já, é tudo o que posso dizer no sentido de ajudar os companheiros a melhor compreenderem o que está a passar-se.

Ah, devo também acrescentar que ninguém me ouviu em público criticar nenhum dos pareceres emitidos a propósito do Relatório da CCDR, e que não fui eu quem foi fazer queixinhas à CCDR de um dos pareceres sobre o referido relatório, tentando assim mostrar à CCDR uma imagem dividida dos autocaravanistas e menosprezar o indiscutível peso "político" das mais de 5 centenas de pessoas que se revêem nas críticas feitas no documento de que sou primeiro subscritor.

Finalmente, para que não restem dúvidas, nem o assunto seja aproveitado para fazer ruído, declaro aqui que estou pronto a deixar de o ser o primeiro subscritor do documento se alguma instituição autocaravanista com legitimidade representativa quiser assumir o texto como seu.


Registado
nunor
Visitante
« Responder #29 em: 26 Set 2008, 22:08 »

Nenhum deles contudo ( ou os seus progenitores) teve a humildade ou a democraticidade interna, de antes de enviarem os respectivos documentos os colocarem interna e serenamente em análise e discussão neste FÓRUM de companheiros !


Companheiro Errante, mais um esclarecimento e apenas e só isso e nada mais na manga e outras coisas mais que por aí se vai dizendo como se só agora tivessmos descoberto a pólvora....

O parecer Raul/NunoR a que se juntaram mais de meio milhar de companheiros, ao contrário de todos os outros ainda não foi remetido para a CCDR. Democraticamente colocamos à disposição de todos para que aqueles que se quisessem associar e subscrever o fizessem.

Diria ainda que muito provavelmente, e digo isto com a mais profunda sinceridade, que se não fosse o parecer Raul/NunoR, hoje ainda não conheceríamos o teor de nenhum deles que foram primeiro remetidos e guardados a sete chaves. Mas assim que foi divulgado o nosso parecer, rapidamente saltaram cá para fora....

Por último e discordando em absoluto desta suas palavras em relação ao parecer Raul/Nunor:

 

Terá isto a haver com uma generalizada falta de hábitos democráticos,... e em particular na gestão de coisa comum? Não sei responder.



Nota:
como anexo, em formato word, deixa-se o texto com os comentários colocados a sufrágio.
Quem assim o entender pode usar o texto, no todo ou em parte, noutras diligências institucionais que entenda fazer em paralelo a esta petição pública junto da CCDR-Algarve.

Quer melhor exemplo de sentido de responsabilidade e de cidadania que é colocar à disposição parte ou o todo do nosso parecer? E isto sem querer louros e medalhas como outros que são sempre os primeiros a fazer tudo...

Nuno Ribeiro

Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #28 em: 26 Set 2008, 21:09 »

Amigo errante....

venho pedir-lhe duas rectificaçoes, para não estar a laborar em dois  erros, (involuntarios decerto) nem fundamentar mais erros junto de quem o lê...

1) Ora veja la com toda a calma neste topico, na pagina anterior, o meu post de 9 de setembro...e mais uma achega de 11 de Setembro...e ainda, posteriormente enviei antes o parecer da Newsletter...para o CPA (ruy de Figueiredo) antes de o remeter para a CCDR.. com ou sem A,  fica claro para todos-menos um- que se trata da mesma comissao de coordenaçao e desenvolvimento regional, do Algarve.).

Ou seja, as linhas mestras foram aqui colocadas, e em directo tambem como contribuição e apoio à elaboaraçao do parecer, ou comunicado, ou carta do CPA.

Humildade...toda
oportunidade sem oportunismo, toda,
abertura toda...

2) mesmo não sendo proprietario de um parque de campismo. Não vale a pena insistir...Tenho o direito moral e constitucional e a reserva da vida privada para ficar por aqui. em directo esclarecerei o que mais entender

Fica a qui o link para a noticia e fotos da Newsletter sobre a  inauguraçao da area de serviço do Alenquer Camping (protocolo assinado pelo gerente e pelo CPA) e obras certificadas pelo CPA, numa festa dos 17 anos do CPA, e na presença do Vereador da CM de Alenquer Luis Rema....a que seguiu uma visita turistica a Misericordia, Museu Joao Mario, e prova de vinhos.... tudo a contento de todos...

 eu  ajudei então, o que pude...junto de todos os interlocutores...


http://camping-caravanismo-e-autocaravanismo.blogspot.com/2007/01/cma-o-cpa-e-o-alenquer-camping.html
http://camping-caravanismo-e-autocaravanismo.blogspot.com/2007/01/inaugurao-e-certificao-da-as-de.html

E ha ainda neste web site do CPA, a galeria do CPA, varias fotografias do evento...de zeca umbelina, por ex. ...e no Boletim do Clube...idem....
Nessa altura recebeu-se e esta ainda publicada esta msg na Newsletter:

Obrigado companheiro DeCarvalho pela ajuda na organização deste evento.
Também ao Vice Presidente da CM de Alenquer, Luis Rema, o meu agradecimento pela excelente tarde cultural que nos proporcionou.
Nuno Ribeiro


3) Quanto a sua sugestao final....obvio que nao me oponho...mas repare que a Newsletter não se reclama de  copy right...e não cobra nem preços, nem honorarios....

Bem Haja..
« Última modificação: 26 Set 2008, 21:55 por Decarvalho » Registado
errante
Visitante
« Responder #27 em: 26 Set 2008, 19:46 »

Companheiros

Este tópico inicia-se  com Ruy Figueiredo pedindo sugestões,....para a missiva a apresentar pelo CPA à CCRA.

O prazo acaba a 30 de Setembro,..temo que sejamos colocados perante mais um facto consumado,... não sujeito a "critica"!

Aos que pensam que: " Isso era discussão a mais..."

Eu direi que, se a CCDRA, pensásse assim, o documento  produzido seria o que se viu...


Foram feitos e enviados à CCRDA, já quatro pareceres: MIDAP, CCP, RAUL/NUNOR  e NEWSETTER.   Todos verdadeiramente meritórios e dignos.

Nenhum deles contudo ( ou os seus progenitores) teve a humildade ou a democraticidade interna, de antes de enviarem os respectivos documentos os colocarem interna e serenamente em análise e discussão neste FÓRUM de companheiros !

Foi pena,...penso, ter-se-iam fácilmente esbatido as divergências que agora tendem a acentuar-se!

Terá isto a haver com uma generalizada falta de hábitos democráticos,... e em particular na gestão de coisa comum? Não sei responder.

Todos se mostram esforçados e generosos, disso não há dúvida!

O CPA concerteza em breve colocár-nos-á , perante mais uma missiva,...perante mais um facto consumado!

É pena... e antes que isso aconteça,... eu atrevo-me já a sugerir ao CPA que nessa missiva em elaboração pelo CPA, se peça à CCRDA a atenção às demais missivas  já tornadas públicas.

E em particular aquela que é subscrita pela Newsletter,... dado ser para nós felizmente, a opinião e visão  técnico-jurídica esclarecida e generosa de um ilustre e estimado Companheiro Autocaravanista, simultâneamente proprietário de um Parque de Campismo e membro da AECAMP....o que serve também para a CCRA mais fácilmente interpretar e aquilatar da justeza e JUSTIÇA do que agora se reclama.

Enfim,...qualquer coisa do género (que eu não sou grande redactor)! A que creio o Compaheiro Decarvalho, não se oporá!?

Afinal é só dar o corpo ao lobby!  Wink

Citando Ulisses,.... Votos de Melhor Companheirismo
Cardoso

P.s: urge, uma outra perspectiva das coisas!
« Última modificação: 26 Set 2008, 20:21 por errante » Registado
pressler
Visitante
« Responder #26 em: 26 Set 2008, 16:54 »

Boa tarde!

Sr NunoR

O que lhe tentei dizer, como outras pessoas lhe têm andado a dizer neste forum é isso mesmo:" ponha de lado a histeria e as novelas das 5 da tarde", fique satisfeito com as 520 assinaturas que já tem e espero que mais venha a ter e siga em frente na defesa do autocaravanismo.
Esqueça o atritos do passado, pois já deve ter percebido que o autocaravanismo está em mudança. Não seria bom para o autocaravanismo português se um presidente de junta, freguesia ou camara visita-se este forum para fazer ideia do que é o autocaravanismo e os autocaravanistas e desse de caras com toda esta desconversa. Pensava 2 vezes antes de nos criar uma AS na sua terra.
Ana Pressler
Registado
josé vieira
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 248

: Nov, 2006

Sócio Nº 1228


« Responder #25 em: 26 Set 2008, 15:10 »

Companheiro Raúl Lopes

Agradeço-lhe, o tirar de chapéu, pelo facto de eu pôr acima de tudo os interesses do autocaravanismo, na verdade, sou assim, e sempre fui assim, apesar das acusações de que já fui vítima neste mesmo local......
Outros tempos...............  .
Quanto aos dividendos, que se pretendem retirar, cada um julgará por si, e invocando a sabedoria popular "a carapuça, enfia a quem couber".
Companheiro Raúl Lopes, pode ter a certeza que a mim ela não entra............
Lamento os desaguisados, com o Decarvalho, pessoa com quem apenas tive um fugaz encontro na Assembleia Geral na FIL, mas que bem à sua maneira, tem dado contributos muito importantes na defesa do autocaravanismo.
Possívelmente, se esses contributos, fossem dados desinteressadamente, por todas as partes, estes episódios não surgiriam e, havia sim, era uma simbiose de todos eles, no que resultariam beneficios inestimáveis para o movimento.
Façamos um esforço nesse sentido. ponhamos para trás das costas, certos individualismos, e procuremos dentro da divergência, aquilo que de comum todos defendemos.....o AUTOCARAVANISMO


Cumprimentos

José Vieira
Registado

José Graça Vieira
Constância
http://www.viajarsemdestino.blogspot.com/
nunor
Visitante
« Responder #24 em: 26 Set 2008, 14:56 »

vivam...

Artigo 26.º da Constituição da República:
Outros direitos pessoais
 1. A todos são reconhecidos os direitos à identidade pessoal, ao desenvolvimento da personalidade, à capacidade civil, à cidadania, ao bom nome e reputação, à imagem, à palavra, à reserva da intimidade da vida privada e familiar e à protecção legal contra quaisquer formas de discriminação.

2. A lei estabelecerá garantias efectivas contra a obtenção e utilização abusivas, ou contrárias à dignidade humana, de informações relativas às pessoas e famílias.

(.............)

Pondo de lado as histerias e as novelas da 5 da tarde, há quem no autocaravanismo goste muito de provocar e ser provocador, mas quando é servido da mesma receita, aparece imediatamente como uma virgem ofendida e a invocar códigos de ética e bons costumes.

No caso concreto quantos mais pareceres houver melhor, é sinal que existem muitas pessoas, associações, movimentos, federações e afins interessadas neste assunto. O que se condena é que se utilize esse mesmos trabalhos para achincalhar os outros. É esta situação que se critica.

Como o José Vieira diz, independentemente do autor ser o A, o B, o C, o Mr Bogus, a Lady Nokia e outros que tais, o que interessa é que todos eles alertam para os perigos que este relatório a ser aprovado como está pode despoletar no acolhimento das acs no Algarve e no resto do País.
Quem se quer associar ao parecer do CCP, associa-se, se o quiser também fazer ao parecer do MIDAP, óptimo, se quiser também assinar a petição, óptimo. O que não é óptimo é escrever isto:

" (...) III – Na generalidade (...)
(...)
Consideramos pois o trabalho da CCRDA como sério, e por isso invulnerável à crítica fácil e populista, de que pretende sequestrar, aprisionar, ou aquartelar as autocaravanas nos parques de campismo do Algarve![/color] (...)"
(http://camping-caravanismo-e-autocaravanismo.blogspot.com/2008/09/simmas-parecer-do-gabeiente-de-estudos.html)

Critiquem à vontade, neste fórum, no do CCP, nos blogs, onde bem entenderem. Adiram, não adiram, assinem, não assinem, estejam à vontade, mas um ataque despropositado, baixo e reles num relatório a enviar para um entidade oficial é altamente condenável e muito pouco ético, principalmente vindo de quem variadissímas vezes faz publicidade ao bom nome, à reputação, à cidadania, etc......Parece que em casa de ferreiro, espeto de pau.....

E não é apenas o Nuno Ribeiro e o Raul Lopes que se sentem incomodados por estas palavras. Os vários emails recebidos de autocaravanistas a alertar para estes comentários são bem elucidativos de que não foi nada feliz esta observação.

Será tão difícil perceber isto? Ou será que 520 assinaturas fazem cócegas a alguém......

Nuno Ribeiro
Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #23 em: 26 Set 2008, 14:00 »

vivam...

Artigo 26.º da Constituição da República:
Outros direitos pessoais
 1. A todos são reconhecidos os direitos à identidade pessoal, ao desenvolvimento da personalidade, à capacidade civil, à cidadania, ao bom nome e reputação, à imagem, à palavra, à reserva da intimidade da vida privada e familiar e à protecção legal contra quaisquer formas de discriminação.

2. A lei estabelecerá garantias efectivas contra a obtenção e utilização abusivas, ou contrárias à dignidade humana, de informações relativas às pessoas e famílias.

(.............)
Registado
Raul Lopes
Visitante
« Responder #22 em: 26 Set 2008, 13:00 »

Companheiros,

Eu posso testemunhar a última afirmação do José Vieira, e tiro-lhe o chapéu por isso, por saber colocar o interesse do autocaravanismo acima das suas questões pessoais.

Já quanto ao resto do que diz na mensagem não sei a que se refere, mas estou certo que não poderá estar a pensar em mim (nem no NunoR) pois não esperamos qualquer tipo de dividendo, muito menos nos movem ambições ocultas:
Verifica-se, no entanto, que até nisto, se procuram desde já retirar dividendos, através de deduções que no minimo são duvidosas, para não dizer pretensiosas, numa lamentável demonstração de ambições ocultas, que em vez de unir, divide.
Não iremos, certamente, a lado nenhum, se mantivermos esta nossa mentalidade mesquinha, e ávida por protagonismos pessoais, em contraponto com aquilo que responsávelmente deveríamos TODOS defender, e que passa pelo reconhecimento do autocaravanismo, e pela sua urgente regulamentação.
Eu, apoiarei, todos os documentos, petições, movimentos e entidades que defendam o autocaravanismo, independentemente de os seus autores serem o A ou oB ou ainda o C.
Cumprimentos

Sobre isto, a única coisa que sei é que o Decarvalho começou por defender a necessidade de um contra-relatório ao texto da CCDR-Alg. Depois parece que escreveu um parecer que fez subscrever pelo MIDAP (a troca sistemática de CCDR por CCRDA nos dois pareceres é elucidativa do seu autor), entretanto decidiu escrever outro parecer que subscreveu através de outra das suas múltiplas personalidades, parecer esse que pela sua estrutura e pelo seu conteúdo mais parece não um contra-Relatório mas um Contra-parecer Raul-Nuno, chegando ao ponto de dizer à CCDR para não se preocupar com as críticas que fazemos pois não são sérias nem honestas mas apenas populistas e sensacionalistas, etc.

Pessoalmente não me afectam minimamente tais disparates esquizofrénicos, mas não creio que este tipo de atitudes dignifique a imagem dos autocaravanistas e receio bem que possa vir a ter consequências gravosas para o autocaravanismo. O futuro o dirá, e nessa altura cada um deverá assumir as suas responsabilidades, mesmo aqueles que se comportam como inimputáveis.

Por agora não me preocupa que haja mais pareceres, mesmo que seja para dizer mal do que assinei, preocupa-me isso sim a hipótese de o CPA se não manifestar oficialmente sobre o assunto. É que o CPA continua a ser o único clube com legitimidade para reivindicar o estatuto de representante dos autocaravanistas portugueses.
Por mim o meu protagonismo chegará em breve ao fim, terminará no momento de enviar a carta para a CCDR-Algarve.
Registado
josé vieira
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 248

: Nov, 2006

Sócio Nº 1228


« Responder #21 em: 25 Set 2008, 15:38 »

Boa tarde a todos:

Quando há já alguns dias a CCDRA, apresentou, um documento caracterizando a autocaravanismo no Algarve, o mesmo, foi unânimemente elogiado por todos, pois mais não era do que a primeira grande pedrada no charco, no que ao a autocaravanismo diz respeito.
Depois de lido e relido esse documento, surgem os primeiros documentos de análise, em vários formatos, incluindo as petições.
É gratificante verificar que TODOS eles, são consonantes na defesa intransigente dos nossos direitos, e, assim sendo, é natural que cada um de nós autocaravanistas, lhes manifestemos o nosso total apoio, independentemente se é apenas um documento de análise ou uma petição. Por mim, dou o meu total apoio a TODOS eles, numa prespectiva de união, em defesa do movimento autocaravanista.
Verifica-se, no entanto, que até nisto, se procuram desde já retirar dividendos, através de deduções que no minimo são duvidosas, para não dizer pretensiosas, numa lamentável demonstração de ambições ocultas, que em vez de unir, divide.
Não iremos, certamente, a lado nenhum, se mantivermos esta nossa mentalidade mesquinha, e ávida por protagonismos pessoais, em contraponto com aquilo que responsávelmente deveríamos TODOS defender, e que passa pelo reconhecimento do autocaravanismo, e pela sua urgente regulamentação.
Eu, apoiarei, todos os documentos, petições, movimentos e entidades que defendam o autocaravanismo, independentemente de os seus autores serem o A ou oB ou ainda o C.

Cumprimentos
Registado

José Graça Vieira
Constância
http://www.viajarsemdestino.blogspot.com/
Manel
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 64

: Out, 2006


« Responder #20 em: 25 Set 2008, 12:30 »

Companheiro De Carvalho:

APOIADO!

P.S: A Todos os que estão interessados na "DIGNIFICAÇÃO" do Autocaravanismo:

É necessário mostrar-nos, participando e apoiando, para que, cada vez mais, quem olha (de fora) para o Autocaravanismo, não veja só "AQUELES QUE NOS ENVERGONHAM"!

 Saudações a todos!
Registado

Eugénio Reis
Torres Novas
ULISSES
Visitante
« Responder #19 em: 25 Set 2008, 09:57 »

Excelentíssimo de DeCarvalho

     Estou em consonância com o Parecer que apresentou à CCDRA. Documento ilustrativo de um muito qualificado "turista itinerante" que, entretanto, também é uma personalidade ímpar.
     Bem haja.
Registado
errante
Visitante
« Responder #18 em: 25 Set 2008, 00:40 »

Companheiro Decarvalho

Ao ler o parecer publicado na Newsletter que apaixonadamente gere,... por mim e pelo investimento que tenho feito em pregões, sobre o valor das acções futuras do  Ilustre Jurista por esta causa comum, deixo-lhe como expressão de apreço e admiração, um simples

Bem-haja, Companheiro!

CardosodaSilva
Registado
Zito
Visitante
« Responder #17 em: 24 Set 2008, 19:11 »

Caro Decarvalho

Os meus sinceros parabéns pelo excelente trabalho apresentado.

Um Abraço
Zito
Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #16 em: 24 Set 2008, 11:27 »

Ora vivam !

No seguimento das primeiras observações e comentarios que aqui publicamos logo a 9 de setembro, e entretanto desenvolvidos, foi elaborado um parecer final do gabinete de estudos da Newsletter (enviado previamente para informaçao do CPA e do MIDAP) que ja seguiu ao seu destino , para a CCDRA.

Para quem sem paixão, mas interesse isento queira seriamente aprofundar  este tema, aqui fica na integra aquele texto do parecer:

http://camping-caravanismo-e-autocaravanismo.blogspot.com/2008/09/simmas-parecer-do-gabeiente-de-estudos.html


Boas voltas e reviravoltas, de AC e de neurónios....
« Última modificação: 24 Set 2008, 11:28 por Decarvalho » Registado
errante
Visitante
« Responder #15 em: 19 Set 2008, 20:49 »

Companheiros

Sabemos que quem trabalha estas questões, vê estas missivas como "Reclamações de Estilo ", a irem directamente para o lixo, porque não estando fundamentadas técnico e/ou juridicamente não obrigam, não elucidam e não ajudam  quem tenha a espinhosa missão de construir um quadro legal justo!

Deste ponto de vista, é minha opinião que as três missivas já conhecidas, MIDAP,CCP e Raul/Nuno, são idênticas! O que se compreende pela (segundo dizem) inexistente legislação de apoio ao que se reclama!

Entendo ainda que tanto a missiva do MIDAP como a do CCP, têm o mérito acrescido de tentarem estabelecer pontes de diálogo, pelo facto (e mais uma vez mérito) de se posicionarem como organizações !

Contudo a missiva Raul/Nuno, não sendo representativa de nenhuma organização, tem o mérito de associar  a voz livre do desagrado pelo actual estado de coisas, constituindo-se em uma mais-valia que, a meu ver se pode entender e atender no âmbito do exercício de uma livre cidadania, e que eu também tive a honra de subscrever online.

Entendo que no conjunto,... todas elas se completam e servem com generosidade e oportunidade a causa autocaravanista!

Vamos aguardar pela missiva do CPA.

Melhores cumprimentos


Registado
teresa paiva
Sócio do CPA
Membro de Mérito
***
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 213

: Fev, 2006


Sócio Nº 294


« Responder #14 em: 19 Set 2008, 19:18 »

Companheiro Duarte

Na minha primeira intervenção sobre este tema eu afirmei logo que que havia pontos sensíveis no relatório e portanto a contestar.
Para mim o que está em causa é a forma de abordagem para com um estudo feito, a meu ver, com seriedade que em muitos pontos nos é favorável, que contraria os pontos de vista sobre o autocaravanismo de muitas autarquias lá mencionadas, que também aponta alguns abusos(sobreavaliados)e que faz principalmente um retrato mais ou menos fiel do que tem sido a dificil relação entre a lei(que não existe) e as autoridades municipais.
O estudo tem uma conclusão que acho fundamental para nós: é afirmado que não é com proibições que se resolve o problema e por isso se apontam soluções.
Não são todas as soluções do nosso agrado? Seguramente.
Mas será a melhor forma o envio de uma petição, de título sensacionalista, a maneira de tentarmos reverter essas soluções?
A comissão que elaborou o relatório, pede opiniões sobre o mesmo, o que quer dizer que está, como esteve desde o início, pronta para ouvir os interessados na matéria e manda-se-lhe logo com uma petição em cima?
Não me parece a melhor forma de nós autocaravanistas mostrarmos que estamos interessados na resolução dos problemas que o turismo itinerante veio trazer a quem não sabe o que fazer com esta realidade.
É neste espirito, bem português, de criticar e atacar, em vez de colaborar, que muitas vezes as coisas aparecem já feitas.
O facto de não colaborar não nos dá a garantia que as medidas desfavoráveis não venham a ser implementadas, correndo o risco de ficarmos só com essas e perdermos as favoráveis.

A minha discordância é portanto na forma não no conteúdo. Como o companheiro disse anteriormente, pela primeira vez alguém fez algo e fez bem. Não nos agrada tudo, vamos contrapôr.

Quanto ao CPA não me compete a mim responder-lhe, mas não vale a pena fingir que nada sei por isso tenho a certeza que enviará o seu comentário ao relatório.

Sobre MIDAP nada a dizer.

Por tudo isto perante a sua primeira opinião, que não me parece muito diferente da minha, não compreendi o porquê do apoio á petição.

cumprimentos

Teresa Paiva



Registado

Teresa Paiva
V.N.Gaia
Páginas: [1] 2   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: