Páginas: [1] 2   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: Avaliação do trabalho da Direcção  (Lida 7322 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Decarvalho
Visitante
« Responder #28 em: 01 Abr 2008, 16:09 »

Vivam Acs...

esta tematica anda dispersa por varios topicos...
e do embaraço da escolha, escolhi este topico para deixar registado que desde 7 de Janeiro de 2008 que a Newsletter transcreveu o relatorio sumario das actividades da anterior direcção, (a partir da sua publicaçao neste forum) contribuindo assim para a sua divulgaçao na blogoesfera.

Continua em:
http://camping-caravanismo-e-autocaravanismo.blogspot.com/2008/01/relatorio-do-bienio-2006-2007-do-cpa.html
« Última modificação: 01 Abr 2008, 17:58 por Decarvalho » Registado
xispeteo
Membro
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 48

: Mar, 2007


« Responder #27 em: 08 Jan 2008, 21:48 »

Infelizmente, motivado por um final curso e por um trabalho de investigação que me está a deixar os cabelos em pé e me proibem de dar km á minha AC, não vou poder estar presente na Assembleia Geral de Abrantes.
No entanto não gostaria de deixar passar ao lado este acontecimento sem deixar algumas palavras.
Para os mais atentos, seria dispensável o registo escrito da avaliação do magnifico trabalho efectuado por esta direcção nos ultimos dois anos.
Pessoalmente já exprimi a minha tristeza aos elementos da direcção face ao seu afastamento.
Julgo que tal como a grande maioria dos socios, tambem eu estou confiante que a actual direcção reconsidere a sua decisão de  nao se recandidatar, e volte a tomar o rumo do clube por mais alguns anos.
Apesar de estarmos em plena democracia, neste momento e depois de todo o trabalho feito, pessoalmente nao acredito existir uma equipa que consiga manter a velocidade a esta maquina que a actual direcção colocou em movimento no sentido de engrandecer a imagem do AC em Portugal.
Pelo facto de nao puder estar presente para manifestar  o meu agrado e o meu desejo de continuidade da presente direcção, resta-me esperar por noticias neste forum, e que essas noticias sejam favoraveis ao desenvolvimento do Autocaravanismo em Portugal
 
« Última modificação: 08 Jan 2008, 21:56 por xispeteo » Registado

Paulo Rita
Alenquer
pirix
Visitante
« Responder #26 em: 08 Jan 2008, 16:36 »

ZZekas Subscrevo as suas afirmações.
Fernando Nunes
Registado
ZZekas
Visitante
« Responder #25 em: 08 Jan 2008, 16:22 »

Presados Companheiros , associados do C.P.Autocaravanas.
A breves dias da realização da Assembleia Geral do nosso Clube,gostaria de exprimir a minha opinião .
Em poucas palavras quero dizer o que me vai na alma relativamente a toda a problemática em que estamos envolvidos.
Não é demais elogiar tudo o ue as Direcções do C.P.A. através dos tempos têm vindo a construir para os seus associados.
No decorrer do exercício do mandato da actual Direcção, muito de concreto foi conseguido , e que todos passámos a beneficiar, não podemos , nem devemos ter a memória curta ,e sabermos honrar-nos a nós próprios , pois quem dirige a nossa Associação são os Dirigentes que elegemoos , portanto os nossos representantes, e por consequência, não são "eles" que lá estão a dar o seu melhor, mas sim NÓS.
Decerto todos sabemos que nas nossas vidas, nem sempre conseguimos,realizar os nossos objectivos como gostaríamos e por isso temos de reformular algo , afim de que mais à frente os consigamos realizar.
É aqui que eu pretendo que tenhamos a eloquência de pensar, e agir em conformidade com a situação presente.
Aceito que a Direcção esteja melindrada com tanta atoarda, que neste Fórum foi escrita, com azedume, ao ponto destes nossos representantes , não se encontrarem ao momento motivados para continuarem a dirigir o destinos do nosso Clube .
Decerto saberemos em local próprio, portanto na Assembleia ter a ombridade de  sensibilizar-mos os elementos da Direcção que reconsiderem a posição assumida, embora seja plausível, que existam alguns membros não se possam disponibilizar por motivos pessoais, mas que tenhamos a responsabilidade de não inviabilizar o bom prosseguimento da obra meritória que esta Direcção tem vindo a desenvolver, com a disponibilização dos Associados que se solidarizem para completar o Elenco Directivo para o próximo biénio.
Estou convicto de que saberemos ultrapassar este momento menos bom  porque a nossa Associação está  passar.
Tenhamos a consciência de que estamos num momento ascendente para a dignificação do Turismo Itenerante e que muito de concreto foi realizado.
Bem hajam todos os que tiverem a possibilidade estarem presentes, e embuídos dum espírito construtivo, de forma a contribuirmos para um bom desenrolar dos trabalhos da Assembleia.
Saudações Autocaravanistas

    " Zzekas"

(António Borges)

Sócio nº 1117- Nº Antigo
Registado
pastelinho
Visitante
« Responder #24 em: 08 Jan 2008, 12:40 »

Amigos associados
Sou um sócio recente deste clube e pelo que tenho lido no forum, terá havido fortes razões ( críticas injustas?,insultos pessoais?,inveja?) para que esta Direcção não se queira recandidatar.
Lamento que tal não aconteça,pois continuariam o excelente trabalho que têm feito.
Assin sendo,a próxima Direcção irá debater-se com um grande problema, que é o de ter que trabalhar muito e bem,pois a fasquia está muito alta e os sócios querem sempre mais.
Aproveito para felicitar a Direcção cessante pelo excelente trabalho que fez em prol do Autocaravanismo e desejar felicidades à próxima Direcção que venha a ser eleita,pois tambem eu lá estarei em Abrantes para participar na AG


Saudações Autocaravanistas


pastelinho
Registado
cunhacoimbra
Visitante
« Responder #23 em: 08 Jan 2008, 12:14 »

Bom dia, caros companheiros.

Tenho seguido com alguma atenção o desenrolar dos acontecimentos através do forum e gostaria de dizer também de minha justiça. Então aí vai:
1 - A actual direcção tem-nos feito sentir a sua indisponibilidade para continuar como tal, apesar do trabalho realizado durante o seu mandato e facilmente perceptível por quem esteja minimamente atento;

2- Esta decisão terá por base, não o desinteresse dos seus elementos pela vida associativa no CPA, mas sim o desencanto por actuações de sócios do clube os quais, terão posto em causa de forma acintosamente provocatória a actuação da direcção,

3- Pelo que me tem sido dado perceber, esses sócios pretenderão assumir os destinos do clube, com propósitos não declarados;

Como sócio relativamente recente do CPA, não frequentador do espaço fisico da sede, dado que resido em Coimbra e portanto totalmente desconhecedor do que aí se passa, vejo com alguma preocupação  a eventual não recandidatura da actual direcção ou de alguns dos seus membros mais dinâmicos.
Até compreenderei o seu desencanto face às eventuais críticas se que têm sido alvo mas... todos sabemos que nesta coisa do associativismo, existem elementos sempre prontos a criticar e profissionais do bota-abaixo, aliás um desporto muito praticado neste país, principalmente por incompetentes comodistas, raivosamente invejosos do sucesso do trabalho dos outros aos quais pretendem travar e se possível substituir tendo em vista unicamente a sua autopromoção através da visibilidade que, julgam, o cargo apetecido proporciona.
Como bons manobradores que são e até porque nada fazem, têm muito tempo para as suas baixas manobras e algumas vezes até conseguem os seus objectivos.
A consequência é o desbaratar de todo um trabalho anterior, com as inevitáveis e profundamente desastrosas consequências.

Quem anda nestas coisas do associativismo está careca de ver situações semelhantes e sabe também que após essa fase, resta aos verdadeiros dirigentes recomeçar o seu trabalho, agora com mais dificuldade, dada a degradação a que essas aves a que eu chamo cucos (pões os ovos no ninho de outras aves), conduziram a associação.

Vem este arrazoado a propósito da próxima AG do dia 12.
Peço encarecidamente que a actual direção reconsidere a sua posição e se recandidate em nome do trabalho realizado que necessita de continuidade.
Não conheço pessoalmente nenhum dos actuais directores, mas o trabalho realizado fala por eles e seria profundamente desatroso para o CPA, que o mesmo fosse assaltado por um grupo de quaisquer cucos arvorados em autocaravanistas e, se calhar até, prontinhos a aproveitar o trabalho da actual direcção com objectivos inconfessáveis.

Acho que os verdadeiros autocaravanistas devem comparecer em Abrantes e formar uma vaga de fundo de apoio à actual direcção e contra quaisquer golpadas de oportunistas.

Por mim, e pela 1ª vez, lá estarei, apesar de no dia 11 ter de me deslocar a Portimão. 

Um bom dia para todos
Registado
snowcat
Visitante
« Responder #22 em: 08 Jan 2008, 10:38 »

Eu sou novo como sócio e iniciado nestas andanças do Autocaravanismo.
Das mensagens sobre este assunto é indubitável que o trabalho da actual direcção foi bom e merece ser continuado.

Não sei e tão pouco quero saber quais os motivos REAIS pelo que a actual direcção não se quer recandidatar, no entanto "cheira-me" que há ressentimentos pessoais motivados a criticas ou circunstâncias que atingiram alguns elementos da Direcção.

Meus amigos, se a vossa recanditatura não se efectua por este motivo então estão a decidir mal.
Se foram criticados é porque fizeram obra, se foram motivo de inveja de alguns (daqueles que só falam e nada fazem) entao coloquem-nos no desprezo. Nêm lhe dêm resposta.
Se foram ofendidos pessoalmente então cortem pela raíz.
Se foram traídos então aprenderam que a vida é assim e devemos ter cautela antes de "nos despirmos" por quem ainda não conhecemos bem.

O que interessa é o trabalho que se vê e quanto mais e melhor ele fôr, mais inveja vai gerar.

Prossigam no vosso caminho e independente da vossa decisão final, os meus parabéns


« Última modificação: 08 Jan 2008, 11:44 por snowcat » Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #21 em: 08 Jan 2008, 10:16 »

alo associados que vão a Abrantes...

Aqui fica uma repetiçao parcial do depoimento com que abri este topico:

pelo trabalho desta direcção.... Em especial do Presidente que serenamente se mantem numa actvidade discreta, do Nunor pela sua eficente disponibilidade e, last but not de least, desculpem lá o inglês o buldozer que é o Raul Lopes, a quem às vezes falta o combustivel da paciência .

Registo o modo como a direcção honrou o seu dever de cidadania na boa gestao e performance do CPA. Gostava de registar no dia 12, depois da AG o bom cumprimento do dever de cidadania dos associados que vão criar condições para  amaioria de quem concluiu este mandato  poder continuar por mais um bienio....

.......até porque nao se vislumbra neste forum nem programa nem candidatos alternativos, e em democracia responsavel é bom que programas e candidatos sejam publica e atempadamente conhecidos.

Ou não é assim?
« Última modificação: 17 Mai 2009, 09:57 por Decarvalho » Registado
drocks
Visitante
« Responder #20 em: 08 Jan 2008, 01:37 »

Boas caros autocaravanistas.
Eu sou um mero novo sócio deste clube, que me pareceu ter uma dinâmica valida!
acerca do trabalho todo prestado não sei dizer, mas parece que as AS. e um feito num pais como o nosso, sem sombra de duvida, que o seguro foi um grande feito.... Por isso tudo acho que desde já vos tenho de dar os meus parabéns, e se alem disso tudo ainda arranjaram forma de juntar uns quantos mais ao clube do autocaravanistas, acho que e a cereja em cima do bolo.... Por isso por mim não os conheço mas estão de parabéns.
Não queria deixar passar esta oportunidade de dar um pequeno comentário a alguns ditos e outras coisas assim, É triste que neste pais ainda graça a inveja e seja premiado a incompetência eu aprendi que o que me interessa e obra feita bem feita, o resto e já dizia o meu Pai "os cães Palavra censurada e a caravana passa" e depois eles calam-se. Façam-me um favor todos se puderem ajudar contribuir participar, ou outra forma positiva qualquer, façam-no, de outra forma pensem se vale a pena serem eternamente do contra porque não ganhão nada com isso...

Os parabéns a quem merece e aos meus companheiros da estrada..
Um Bom Ano e uma Boa Viagem
J.Teixeira.
« Última modificação: 08 Jan 2008, 01:44 por drocks » Registado
Decas
Visitante
« Responder #19 em: 08 Jan 2008, 01:34 »

Quando integrei esta Direcção não conhecia nenhum dos seus membros, só em termos virtuais.
Após uma reunião de reconhecimento in loco, admirei-me por ver um jovem, de idade ( pois afinal jovens somos todos pelo menos de espírito) integrar uma Direcção de um Clube, com sócios de um escalão etário muito mais avançado. Normalmente os jovens não têm paciência para "cotas". Muito mais me admirei, por saber que esse jovem, tinha um bebé pequenino que requeria a sua atenção,um casamento recente, trabalhava e morava na margem sul, e após um dia de trabalho ainda se deslocava a Lisboa, todas as semanas, pagando do seu bolso os gastos, e ficava em reuniões até as 24h00. Mais me admirei ainda quando esse jovem me confessou, que era um campista de nascença e só utilizava a Autocaravana em Campings.
Questionei-me que motivação moveria este jovem, no meio de membros "desajustados" da sua idade, e o que o faria lutar por algo que até não viria a usufruir.
Esse jovem confessou-me viver no seio do Associativismo Desportivo desde que nasceu. Tanto o seu pai como o seu avô, foram dirigentes associativos e ele aprendeu cedo o significado do termo responsabilidade social.
Convivo diariamente com jovens e sei a opinião que temos da nossa juventude.
Após o conhecer e com ele trabalhar, pouco é certo, mas muito o contactar aqui no Fórum, pedi-lhe para agradecer ao pai por ter educado um filho com grandes princípios como, integridade, honestidade, rigor e sentido de solidariedade. Qualidades difíceis de encontrar nos dias que correm.Mais uma vez te peço que agradeças por mim ao teu pai e ao teu avô (que não tenho o prazer de conhecer) pelos tempo que perderam na tua educação e formação.
Sem desprimor pelos demais membros da Direcção, obrigada Nuno Ribeiro, pois são jovens como tu, que me fazem ter esperança, no futuro deste país.
« Última modificação: 08 Jan 2008, 01:47 por Decas » Registado
msilva
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 257

: Ago, 2006


Visitante Nº 1053


« Responder #18 em: 08 Jan 2008, 00:26 »

Caros membros da direcção:
A auto-avaliação do vosso trabalho é algo que deixa qualquer direcção associativa a espumar de inveja.
Como diz a companheira Decas só não é compreensivel é a negação a recandidatura mas compreendo pois quanto mais se faz mais se é critícado.
Um abraço
MSilva
Espero poder estar presente em Abrantes.
« Última modificação: 08 Jan 2008, 00:28 por msilva » Registado

Mário Silva
Loures
Decas
Visitante
« Responder #17 em: 08 Jan 2008, 00:15 »

Estes relatório sintético, dentro da medida do possível, dado o trabalho ter sido tanto que o torna longo, revela o empenho com que 6 pessoas, solidárias com o próximo e com sentido cívico de intervenção social, apresentam ao fim de dois anos de um mandato voluntário. Seis pessoas que isentas de qualquer gratificação ou remuneração, contribuiram com o seu tempo, dedicação, trabalho e se calhar dinheiro, para levar a cabo, o objectivo a que se propuseram. Profissionais nas suas áreas às vezes não fazem melhor, nem tanto em tão pouco tempo.
Apesar de já ter manifestado aqui e noutros lugares o meu agradecimento por tal nobre gesto em prol de todos nós, há uma ideia que me ocorre sempre, quando penso no que esta Direcção fez.
Tanto trabalho, dedicação e empenho, manifesta grande motivação e vontade. Então porque é que pessoas tão empenhadas, com tantas qualidades e com projectos a meio, não se recandidatam?

Não parece que o que aqui é exposto na mensagem da Direcção sobre o balanço de 2 anos de actividade, espelhe o comportamento de pessoas desistentes. Revela sim um grande sentido de militância social.

Aqui reside a minha dúvida. O que é que falhou, para que um Clube, grande em número de associados, mas pobre na disponibilidade dos mesmos, perca a dedicação destas pessoas?

Deixo aqui a minha reflexão, talvez no meio de tantos sócios alguém me ajude a decifrar o enigma.
 
Registado
cpa
Visitante
« Responder #16 em: 07 Jan 2008, 23:18 »

Dá-se aqui a conhecer aos sócios, por antecipação da informação a distribuir na Assembleia Geral, o Relatório das principais actividades a que a Direcção cessante esteve ligada.


Relatório sintético da actividade da Direcção do CPA em 2006 e 2007

Sem desprimor para o trabalho feito por outros, qualquer observador atento reconhecerá que em matéria de afirmação institucional do CPA, de visibilidade pública do autocaravanismo e de dignificação da imagem social dos autocaravanistas, se fez mais nestes dois anos do que nos restantes quinze. O mesmo se pode dizer no que se refere à promoção de áreas de serviço para autocaravanas ou no que concerne à luta contra as proibições de estacionamento. As condições do Protocolo de Seguros que assinámos falam por si.
Cerca de 3 centenas e meia de novos sócios nestes dois anos são bem o testemunho da correcção do rumo que seguimos.

Recordemos as principais realizações da responsabilidade desta Direcção.

1.   Mantivemos a tradição do Clube organizando 12 eventos de confraternização dos sócios (o dobro da média anual dos últimos anos):

•   Em 2006: Encontro do Cartaxo, Encontro de Castanheira de Pêra e Encontro da Murtosa, Passeio pelo Alto Tejo;
•   Em 2007: Encontro do 16º Aniversário-Alenquer; Encontro da Nauticampo-Lisboa; Encontro de Abrantes; Acampamento da Ericeira; Passeio pela Serra de Montemuro; Inauguração da Área de Serviço da Batalha, de Abrantes e de Pedrógão;

2.   Iniciámos o processo de reorganização interna do Clube, acertando o passo com a sociedade informatizada do nosso tempo
(uma nota de reconhecimento para o esforço que a Amélia Reis fez para se adaptar às exigências da informática e da Internet)
•   Actualizámos (pela 1ª vez) o ficheiro de sócios e reformulámos a ficha de sócio. Alteramos os procedimentos de gestão do ficheiro de sócios, acabando com o ficheiro em papel;
•   Redefinimos os procedimentos contabilísticos, passando a contabilidade a fazer-se integralmente em suporte informático;
•   Passámos a comunicar regularmente com os sócios através de e-mail;
•   Registámos em nome do Clube um domínio na Internet, criámos e mantivemos nós mesmos uma página do CPA na Internet, qual janela do Clube aberta ao Mundo;
•   Criámos uma Base de Dados sobre Áreas de Serviço e locais de pernoita acessível aos sócios via Internet;
•   Criámos uma aplicação informática que permite a qualquer um fazer-se sócio do Clube através da Internet (mais de uma centena apenas em 6 meses);
•   Criámos o Fórum-Autocaravanismo que passou a ser instrumento privilegiado de comunicação com os sócios e com os autocaravanistas em geral. Este fórum é actualmente uma espécie de ponto de encontro obrigatório dos autocaravanistas, registando entre 50 e 60 mil visitas mensais.

3.   Abrimos o Clube ao Mundo e começámos a construir o prestígio institucional necessário para que o CPA seja visto como uma referência pela generalidade dos autocaravanistas e como um parceiro credível na defesa dos interesses dos autocaravanistas por parte das autoridades oficiais
•   Durante este mandato foram enviadas às mais diversas entidades e à comunicação social cerca de uma centena de documentos com Comunicados de Imprensa, tomadas de posição institucional, esclarecimentos técnicos, propostas de parceria, etc. Há 391 Autarquias e 413 jornalistas que passaram a receber regularmente informação sobre as actividades do CPA.
•   O Boletim oficial do CPA sofreu uma profunda reestruturação tanto do ponto de vista gráfico como do seu conteúdo e dimensão, adquirindo uma dignidade que lhe faltava, com o que se conquistou para o Clube uma nova imagem institucional e se aumentou o potencial de obtenção de patrocínios publicitários.
•   Os protocolos assinados com a ExpoBatalha, a Exponor-Natura e com a FIL-Nauticampo permitiram ao CPA passar a dispor de um stand próprio digno e gratuito em todas as grandes feiras-exposições de autocaravanismo em Portugal, aí se dando a conhecer e aí acolhendo os sócios. A Expo-Natura ostentou o símbolo do CPA nos seus cartazes de promoção. Imaginam qual é o valor comercial destes protocolos?
•   Criámos a CARTA de AUTOCARAVANISTA, com tudo o que ela encerra de simbólico.
•   Colaborámos com a revista espanhola El Camping y su Mundo na elaboração de um Guia de Áreas de Serviço na Península Ibérica, que contribuirá não só para divulgar o CPA além fronteiras como para promover o autocaravanismo em Portugal.
•   Contribuímos activamente para que se tenha falado mais de autocaravanismo na sociedade portuguesa durante este dois anos do que em todos os 25 anos anteriores juntos. As quase 7 mil mensagens no Fórum, as reportagens do jornal Público e a entrevista dada à rádio TSF são apenas os exemplos mais marcantes onde o CPA e o autocaravanismo mereceram um destaque nacional sem precedentes.

4.   Contribuímos decisivamente para a abertura de uma nova página nas condições em que se pratica o autocaravanismo em Portugal. Por força do trabalho de credibilização institucional do CPA, não só passámos a ser escutados enquanto representantes dos interesses dos autocaravanistas, como passámos a ser reconhecidos enquanto parceiro estratégico. Isso permitiu que as condições para se praticar o autocaravanismo em Portugal tenham conhecido um sério e decisivo impulso, ao mesmo tempo que reforçámos as vantagens materiais oferecidas pelo Clube aos sócios. São disso exemplo:
•   O acordo negociado com a Allianz e a Castela&Veludo que veio revolucionar o mercado português de seguros de autocaravanas. Muitos sócios passam a poupar num só ano mais do que aquilo que pagaram de cotas ao CPA em toda a sua existência (isto caso tenham sido sócios fundadores). Por isso este acordo é também uma garantia de financiamento permanente do Clube, pelos novos sócios que irá trazer ao CPA. É a garantia de viabilidade financeira do Clube. Mas não é só o Clube que ganha, mesmo os nossos detractores ficam a ganhar. Não fosse o nosso trabalho e todos os autocaravanistas continuariam a pagar o dobro do que pagamos agora pelo seguro da autocaravana.
•   Quando iniciámos funções havia em Portugal 2 áreas de serviço para autocaravanas de acesso não condicionado. Hoje existem 15 (sem contar com os espaços fechados dos campings).
Por força dos protocolos que criámos passámos a ter em Portugal áreas de serviço em campings que estão abertas aos autocaravanistas sem necessidade de pernoitarem no parque, o que é uma inovação. Inovação é também o azulejo de certificação, que além do mais é uma montra de publicidade ao CPA. Agora até se diz que é fácil criar uma área de serviço, até parece que elas nascem como os cogumelos. Então porque não surgiram elas nos últimos 15 anos? Alguém acha que seria tão fácil como o é agora criar uma área de serviço se não fosse o projecto técnico que elaborámos, a apresentação que dele fizemos a quase 4 centenas de Autarquias Locais, a forma como gerimos a imagem pública do CPA e das inaugurações entretanto realizadas? Há mais de 10 anos que no CPA e na Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal se tentava definir um Projecto de Área de Serviço. Nós fizêmo-lo e encontrámos parceiros para o concretizarem.
Poder-se-ia ter ido mais longe, mas infelizmente houve que “deixar cair” quase 2 dezenas de processos de negociação em curso para a criação de outras tantas áreas de serviço. Apesar disso, nos próximos meses seremos chamados a estar presentes na inauguração da área de serviço de Moncorvo, na de Nelas e na de Coimbra (sim, leu bem: Coimbra, na margem do Mondego).

•   Os primeiros passos no dossier legal foram dados com as diligências junto da GNR da PSP da DGV e do Provedor de Justiça. Tais diligências, no sentido de esclarecer as condições jurídicas da prática do autocaravanismo em Portugal, foram a partir de certa altura interrompidas por falta de condições internas para prosseguir o rumo definido. Mafra é uma boa ilustração: apesar do apelo feito, quantos foram os sócios que transmitiram à Câmara o seu apoio à proposta que a Direcção do Clube colocou à consideração da Câmara e da Assembleia Municipal? Nenhum!

À luz da experiência vivida pela Direcção que hoje cessa funções, cabe agora aos sócios reflectir seriamente sobre o rumo que querem para o Clube. Em particular impõe-se avaliar se o movimento autocaravanista português, e o CPA em particular, estão preparados para enfrentar a batalha da institucionalização jurídica do autocaravanismo em Portugal.

A Direcção do CPA

Ruy Figueiredo, presidente
Raul Lopes, vice-presidente
Emidio Campos, tesoureiro
Abílio Mira
Nuno Ribeiro
Vitor Santos
Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #15 em: 12 Dez 2007, 14:22 »

alo Rduarte e demais e bons companheiros deste forum

Deve ainda levar-se a credito da direcção a pressao positiva (porque pedagógica) que tem vindo a exercer sobre parques de campismo para que estes se apetrechem de areas de serviço adequadas aos autocaravanistas e obtendo também preço mais favoraveis....

é o caso pelo menos, e apesar da controversia de Ericeira e , tambem o caso do Alenquer Camping, alem do caso de Pedrogão referido no ultimo post.
« Última modificação: 12 Dez 2007, 14:23 por Decarvalho » Registado
rduarte
Visitante
« Responder #14 em: 12 Dez 2007, 13:18 »

Bom Dia

Ninguém pode contestar o trabalho desenvolvido por esta direcção, se duvidas existem, basta quantificar as AS que surgiram nestes dois anos, Vermoil, Terrugem, Estarreja, Batalha, Abrantes, Pedrógão, Ericeira, Moncorvo e Nelas, estas duas ultimas por inaugurar, para além disto esta Direcção desenvolveu um trabalho excelente no que diz respeito a imagem do clube, de realçar entrevista a TSF e Edição do Publico, nunca o CPA esteve tão divulgado, conseguiram transformar um clube que eu diria de bairro num clube que poderá transformar-se no verdadeiro representante da modalidade ou mesmo quem sabe a futura Federação.(apesar de eu continuar a achar que ainda somos poucos)
Tenho a certeza de um acréscimo substancial de sócios para o clube, agora importa manter os mesmos com as cotas em dia!!!! Grin Grin Grin
Quando me tornei sócio deste clube foi devido aos preços do seguro da AC, já na altura o CPA liderava as negociações de seguros, mas esta Direcção consegue uns valores bastante baixos para o que se praticava, tenho a certeza que criaram uma revolução nas seguradoras. Huh Huh Huh
Depois surgiu o fórum o local onde todos os sócios podem expor as suas ideias se na verdade somos poucos a faze-lo com o andar da carruagem muitos mais iram surgir não tenho dúvidas de afirmar que continuo sócio graças a sua existência. Grin Grin Grin
Mas certamente que nem tudo foi rosas, para que isso fosse conseguido ficamos a dever aos responsáveis por esses factos o tempo perdido em prol da modalidade que todos adoramos, desta Direcção guardo a imagem de saudáveis e acesas discussões.

Da minha parte resta-me dizer o meu muito obrigado a todos e que se repensarem a vossa tomada de posição podem contar com o meu apoio no que for possível
O que desejo para o CPA, é que este continue a crescer de uma forma sustentada



Boa viagem
Registado
Ameneses
Hero Member
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 960

: Mai, 2006



« Responder #13 em: 11 Dez 2007, 12:59 »

Bom Dia Autocaravanistas.

Não vou  acrescentar nada ao que aqui se tem «dito».

Já lamentei e lamento novamente que a actual Direcção não se requeira candidatar a um novo mandato. Da parte deles é irredutivel.
"No dia 12 de Janeiro não digam que não vos avisei!", diz o Rual Lopes.

Da minha parte irei estar na AG e como pelas caras costumo «vêr» o interior (será que sou médium?) só me restará votar em branco na lista que se apresentar... que se fôr quem eu penso adeus novas áreas, adeus novas ideias, adeus, adeus.... só restarão os bolinhos de bacalhau no bar da Sede.

Saudações Autocaravanistas.

Ameneses
Registado

Adérito Meneses
Aveiro
pirix
Visitante
« Responder #12 em: 11 Dez 2007, 11:48 »

Não gostaria de ver esta direcção nervosa. O trabalho está ai, não acredito que necessite de publicidade, só não vê quem não quiser .

Sou mais exigente com os que me estão mais próximos. do que com os que nada me dizem .

Gostaria de ver continuidade neste Trabalho e em equipa que... não se mexe.



Registado
angel_eug
Visitante
« Responder #11 em: 11 Dez 2007, 01:24 »

Boas noites companheiros...

Companheiro Raúl, "calar" não é sinónimo de "anuir", de dizem sim, de concordar...


Se lerem com atenção o que por aqui tem sido escrito verificarão que aqui foi dito (e não contestado) que uma certa pessoa (não vou mencionar o nomes para não me acusarem de estar a fazer perseguições pessoais)

No dia 12 de Janeiro não digam que não vos avisei!

Sabe o companheiro, que para certas verborreias, o melhor é mesmo o silêncio, evita-se "publicidade enganosa" a certas mentes e nada como os deixar a falar sózinhos...

Voltando ao que interessa, venha de lá mais um mandato e continuar a OBRA...

Boas vagas nas "NAUS"...

e.s.
Registado
j brito
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 67

: Set, 2006

Visitante Nº 971


« Responder #10 em: 11 Dez 2007, 00:13 »

companheiros:
Tambem sou dos que pensam que actual Direcção tem desenvolvido um bom trabalho, pelo qual os felicito.
Portanto, se tiverem disponibilidade, penso que o devem continuar..... recandidatando-se.
Boas viagens
« Última modificação: 11 Dez 2007, 00:14 por j brito » Registado

José Teixeira de Brito
Coimbra
Raul Lopes
Visitante
« Responder #9 em: 10 Dez 2007, 20:38 »

Oh companheiros, vocês andam distraídos. De tanto quererem que nos recandidatemos passaram a achar que fizemos o que não fizemos. Nem viram que afinal tudo é obra de outros.

Se lerem com atenção o que por aqui tem sido escrito verificarão que aqui foi dito (e não contestado) que uma certa pessoa (não vou mencionar o nomes para não me acusarem de estar a fazer perseguições pessoais)
Citar
já fez mais pelo autocaravanismo nacional do que o CPA fez e fará nos tempos mais próximos, dentro e fora das nossas fronteiras


Se assim é para quê preocuparem-se com quem vai dirigir o CPA? O Clube não é  preciso para nada, precisamos é de mais sócios destes (e candidatos não faltam).
É claro que também há a solução dois em um: eleger esse sócio e os seus amigos para a Direcção do CPA. É fácil, e GRATIS Smiley  Quem se portar bem ainda tem direito a um pastel de bacalhau no bar da sede.

No dia 12 de Janeiro não digam que não vos avisei!
« Última modificação: 10 Dez 2007, 20:39 por RaulLopes » Registado
Decarvalho
Visitante
« Responder #8 em: 10 Dez 2007, 16:17 »

alo....

como comecei este tema permitam-me que estranhe....
so as visualizaçoes que estao registadas?.......só 13?
nem falo nas intervenções.....

quero acreditar que quem cala consente, mesmo que neste caso nem sequer leia ou veja....

e que 13 é numero de sorte!
« Última modificação: 10 Dez 2007, 16:18 por Decarvalho » Registado
Laucorreia
Visitante
« Responder #7 em: 10 Dez 2007, 13:19 »

Caros companheiros
Por muito que procuremos no passado, será difícil encontrar paralelo no tratamento dos interesses do colectivo do CPA, como esta direcção o vem fazendo.
Todos teremos consciência que, neste último mandato, esta direcção deu passos importantes para a defesa dos seus associados, quer no que toca a implementação de Áreas de Serviço e Pernoita para AC's, quer, neste caso particular, do seguro das mesmas.
Verifica-se, também, uma dinâmica evolutiva neste caso, que é, elementarmente, justo saudar.
Reafirmo o que já escrevi antes - durante anos a fio, paguei um elevado seguro, sem qualquer melhoria, contratado através de um "protocolo" realizado, também, no âmbito do CPA.
Felizmente que o Raul e esta direcção trabalharam para este novo protocolo e puderam encontrar da parte da Castela & Veludo, como mediadores da Allianz, um parceiros interessado e colaborante.
Espero que esta boa relação predure, para além dos mandatos das direcções, actual e futuras.

Caros companheiros da Direcção, nomeadamente o Ruy, o Raul e o Nuno

Entendo que vale a pena um apelo, para que repensassem a vossa vontade de abandonar, no final do mandato.
Existem, no CPA, estou convicto disso, muitos companheiros que vos apoiam, e creio que em largo número.
Ceder às "investidas" pontuais dos detractores do trabalho interessado e esforçado que tiveram, e dos resultados obtidos, seria como que "entregar o ouro...", prejudicando, eventualmente, todos os outros.
Entenda-se, tudo isto, de forma figurativa, e com o respeito que é devido pela diferença de opiniões. Outra coisa serão as injúrias, e essas merecem-me natural repúdio.
Cordial e solidariamente,
Laucorreia
« Última modificação: 10 Dez 2007, 13:20 por Laucorreia » Registado
zebravo
Visitante
« Responder #6 em: 10 Dez 2007, 11:00 »

Bons dias
Os meus parabéns pela melhoria do protocolo CPA/Allianz/Castela&Veludo.
É uma pena que esta direcção não pretenda continuar... Estão a fazer um trabalho notável em prol do autocaravanismo em Portugal!

Saudações autocaravanistas
Registado
angel_eug
Visitante
« Responder #5 em: 10 Dez 2007, 00:36 »

Olá companheiros...

Continuando e reforçando um anterior post....

Companheiros de Direcção, continuo certo que os companheiros não acabaram o vosso projecto, melhor, o nosso projecto...

VENHA DE LÁ MAIS UM MANDATO !!!!!!

Cumps... e boas vagas para as "NAUS" ...
e.s.
Registado
Decas
Visitante
« Responder #4 em: 09 Dez 2007, 16:48 »

Viva Raul...

razão temos aqueles que acham que esta direcçao deve dirigir ate ao ultimo dia do mandato...
Boa!

E eu diria mais, até ao último dia do próximo mandato Wink Pode ser?
Registado
Páginas: [1] 2   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: