Páginas: [1]   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: Áreas de Serviço, para que servem?  (Lida 1460 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
RCruz
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 118

: Set, 2006


« Responder #8 em: 28 Set 2006, 12:20 »

Olá a todos os companheiros (as) e muito ba tarde

Efectivamente como diz o companheiro DDuarte o que vi foram autenticos filmes mas como já vinha com 2200 Km nas "rodinhas" e estavamos a menos de uma semana do fim das férias por ali ficamos mas também lhe adianto que saiamos de manhã e só regressavamos ao final da tarde e que durante o dia frequentavamos umas prainhas isoladas que existem entre S. Torpes e Porto Covo e só não ficavamos ai porque um dos meus três rebentos tem um medo danado de ficar em locais isolados, de qualquer forma, mesmo dentro da AS de Porto Covo procuravamos sempre o nosso "cantinho".
No tocante às outras Autarquias seguirem o exemplo de Porto Covo julgo que estará de acordo comigo quando que lhe digo que isso só depende de nós. Se formos correctos e cordiais creio que essa poderá ser uma possibilidade mas... sabendo nós o que se passa... o tempo o dirá

Saudações autocaravanistas e boas viagens a todos

Um abraço

RCruz
Registado

Rui Cruz
Palmela
rduarte
Visitante
« Responder #7 em: 28 Set 2006, 11:21 »

Bom Dia

Companheiro Rcruz, entendo perfeitamente o que quer dizer em relação a Porto Covo, mas infelizmente o problema  actual da vila é o numero de AC, que se juntam nestes locais para pernoitar, por receber bem é simplesmente invadida de Junho a Setembro a média de AC a pernoitar em Porto Covo não deve baixar as 100, pelo menos sempre que passo por lá e essa a sensação que tenho, isto significa que seria impossível ficarem todos na Área de Pernoita  existente visto está ter dimensões reduzidas, o problema poderia ser solucionado se outras Juntas de Freguesia ali perto optassem por soluções idênticas, logo existiria um dispersar do numero de AC.
No que diz respeito aos infractores estes iram existir sempre e só com legislação e formas de os punir se poderá melhorar algumas situações.
Quanto ao seu post a única coisa que não entendo é como conseguiu estar três dias a ver esses filmes?
É por essas e por outras que cada vez mais prefiro isolar-me, evitando esses aglomerados, (Por vezes quando dou de caras com estas situações de descargas em locais impróprios revolto-me e penso se estas pessoas quando vão aflitos na rua fazem as suas necessidades em qualquer lugar ou será que procuram um WC?)
A que tentar mudar a mentalidade dos infractores com exemplos de bom comportamento e civismo, isto vai demorar o seu tempo esperemos que os resultados
apareçam e que não seja tarde

Boa Viagem
Registado
nunor
Visitante
« Responder #6 em: 28 Set 2006, 10:02 »

Olá Rcruz

Interessante post. Infelizmente podemos encontrar o que referiu noutros locais. Acho que não está a ser "visionário derrotista" nem sequer "mensageiro da desgraça". Está apenas a ser realista e a antever uma realidade que poderá ser mais próxima do que pensamos se não alterarmos os nossos comportamentos.

Nós últimos dias aqui no fórum do CPA e no do CampingCar tem se debatido o problema dos comportamentos menos próprios e espero que isso faça os autocaravanistas pensarem que se continuarem com este tipo de comportamento descrito nos vários tópicos, cada vez mais encontraremos obstáculos ao nosso estacionamento. Temos que ser claros, se eu por exemplo fosse autarca de Porto Côvo e observasse estes comportamentos não descansaria até conseguir arranjar forma de expulsar dali os autocaravanistas. Claro que nesta situação estaria também a penalizar os cumpridores que nada têm a ver com isso, mas por causa de uns pagam todos....

Não há outro caminho que não seja o de fazer os despejos apenas nos locais próprios para isso. E não é assim tão complicado....

Nuno

 
Registado
RCruz
Membro de Mérito
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 118

: Set, 2006


« Responder #5 em: 27 Set 2006, 19:58 »

Olá Companheiros. A todos as minhas saudações.

Também eu no final de Agosto passei pelo espaço disponibilizado pela Junta de Freguesia de Porto Covo e, em primeiro lugar, quero aqui deixar um bem haja pela atitude daquela Junta de se ter lembrado dos autocaravanistas e ter disponibilizado aquele espaço onde somos bem recebidos e onde podemos estar sem que as autoridades nos venham incomodar Wink.
Pena que sejam poucas as Autarquias a proceder desta forma.

Em segundo lugar gostaria de deixar aqui também o meu contributo para um tema que nos toca em particular enquanto autocaravanistas e em geral enquanto cidadãos.

Pois enquanto permaneci naquele espaço tive oportunidade de verificar que ali se encontravam companheiros, se assim lhes posso chamar, que quando lá cheguei, estes já lá estavam e quando abandonei definitivamente aquele espaço ao fim de três dias eles ainda lá ficaram com as suas autocaravanas e caravanas de toldo aberto dia e noite, viradas umas para as outras a fazer de "quintalinho" alcatifa no chão cadeiras e mesas no exterior, fogareiros e todos os artefactos e utensilios que são próprios de serem usados num qualquer parque de campismo Angry.

Tive oportunidade de verificar aquilo que é referido no anterior post, companheiros a lavarem autocaravanas e ainda outros "utilizadores" a lavarem carros pela parte de fora do espaço, ou seja, na rua ao cimo do espaço paralela ao ponto de água Shocked.

Vi companheiros despejarem os tanques no local correcto mas, após o despejo a dirigirem-se para o local de prenoita com o escoamento aberto, talvez para que despejasse o resto da àgua existente no depósito. Undecided

Também vi muitos daqueles companheiros que ali permaneciam à longo tempo com a velha esperteza de deixar a torneira do tanque e ela ir pingando ao longo do dia e da noite ou então, havia mais de meia duzia de autocaravanas com avarias nas torneiras Undecided. Neste caso não se pode dizer que grão a grão enche a galinha o papo mas antes que pingo a pingo livra-se o espertinho do que não necessita Wink.

Independentemente de isto tudo Porto Covo continua a ser uma Vila que nos recebe bem e não merece que alguns companheiros continuem a pernoitar e a acampar no estacionamento da praia grande nem tão pouco na rotunda da praia do banho e muito menos por tudo o que é falésia.

Abstendo-me de ser autocaravanista desde à quase dez anos e campista à mais de vinte e fazendo o exercicio de olhar da rua para dentro daquele espaço, sinceramente não gostei do que vi Huh.

Autocaravanas a poucos centimetros umas das outras Shocked. Que tipo de privacidade têm aqueles companheiros? Lixo espalhado por todo o lado, sacos de plástico, garrafas e garrafões de água, bocados de papelão que já serviram de alcatifa debaixo dos toldos. Undecided

Dejectos de animais domésticos e tudo o mais que se possa imaginar Undecided.

Posto isto, gostaria apenas de referir o seguinte: Somos nós autocaravanistas que estamos a ditar o nosso fim em Porto Covo e das duas uma, ou a Junta de Freguesia encontra uma forma de controlar o que se passa naquele espaço, uma vez que nós não somos capazes de o fazer, impondo um controlo de entradas e eventualmente uma taxa de utilização o que geraria uma fonte de receita para a Junta que por sua vez a podia aplicar no melhoramente daquele espaço, promovendo ainda junto das autoridades policiais um maior rigor no aconselhamento aos companheiros que pernoitam noutras zonas que não o façam e se dirijam para o local indicado ou então vamos num futuro muito próximo deixar de poder utilizar aquele local em virtude da pressão urbanistica que aquele municipio é alvo agravado pela aprovação do novo plano de ordenamento urbanistico da Peninsula de Troia e Litoral Alentejano Cry.

É demais conhecido o interesse do Grupo Sonae e outros grupos espanhóis que querem fazer da franza entre Tróia a Vila Nova de Milfontes um condominio fechado de acesso só a alguns e os autocaravanistas de certeza que não fazem parte desses Angry.

Portanto aqui fica em forma de alerta uma antevisão do que se irá passar num futuro próximo em Porto Covo se nós, autocaravanistas não conseguirmos alterar o rumo das situações e, não me venham chamar de visionário derrotista ou mensageiro da desgraça. Sejamos objectivos e realistas Embarrassed.

Cumprimentos a todos os companheiros(as) e boas viagens

Rcruz
Registado

Rui Cruz
Palmela
rduarte
Visitante
« Responder #4 em: 27 Jul 2006, 11:49 »

Bom Dia

Companheiro Edgar eu sempre que vou para Sul gosto de passar uma noite em Porto Covo, porque acho que somos bem recebidos por lá, mas inflizmente continuam-se a ver situações como a que acabou de descrever, assim como alguns donos de AC, que continuam a acampar junto a Praia Grande, e alguns com a torneira das aguas sujas aberta para a via publica.
Quando isto acontece onde nos recebem bem pouco mais há a comentar, eu penso que este tipo de pessoas, jamais iram alterar os seus comportamentos, estes seram os autuados um dia que exista legislação.
Quanto ao companheiro Tapada já se percebeu que não gosta de AS, mas o chico esperto em questão pretendia uma Area de Serviço para lavar a AC, alguns dos que por aqui passam pretendem as mesmas para efectuarem a manutenção ao nivel dos abastecimentos e despejos das AC


Boa Viagem
« Última modificação: 28 Jul 2006, 08:49 por RDuarte » Registado
tapada
Visitante
« Responder #3 em: 26 Jul 2006, 22:26 »

Mais um "chico esperto". Se calhar um daqueles que vem para aqui exigir mais AS's.
« Última modificação: 26 Jul 2006, 22:27 por tapada » Registado
Edgar
Visitante
« Responder #2 em: 26 Jul 2006, 22:19 »

 
Caros companheiros, como todos devem saber os Autocaravanistas são normalmente bem aceites, em Porto Covo, tanto que nos foi reservada uma area quase dentro da Vila, não terá as melhores condições, mas as poucas que tem por vezes são mal aproveitadas.
Junto ao local em que se encontra o esgoto para despejos, e a torneira para abastecimento de água, ha um Aviso a proibir a lavagem de autocaravanas, ora aconteceu-me a mim,   há pouco tempo ir atestar água e despejar as águas sujas, e estava a sair um companheiro que tinha estado a lavar a autocaravana, (já não fui a tempo de lhe chamar a atenção) resultado como o local não é acimentado, ficou um imenso lamaçal, eu fiz o que tinha que fazer, mas no final fiquei com a A.C. cheia de lama por dentro.
Companheiros, se queremos ser respeitados e ter locais onde somos bem recebidos, vamos todos cumprir as regras estabelecidas, a comunidade agradece !
E por hoje é tudo.
Edgar
Registado
rduarte
Visitante
« Responder #1 em: 11 Abr 2006, 11:32 »

Olá companheiro Nuno

Espero que alguêm do CPA tenha dado a esses companheiros??? uma copia da cartilha, e que de seguida procedam a aplicação dos estatutos, por não cumprimento do art.7 linha B, aplicando o art.8.
Só assim o bom nome deste clube podera vingar.
Esta imagem não pode ser dada por autocaravanistas que procuram ser respeitados e que lutam por melhores condições, muito menos num encontro do Clube.

Registado
nunor
Visitante
« em: 10 Abr 2006, 13:49 »

Companheiros

Por mais que discutamos que tipo de clube queremos, se devemos ou não alterar os estatutos, se a FCMP defende ou não os interesses dos autocaravanistas, quais serão as melhores estratégias para se criarem mais áreas de serviço, como sensibilizar as autoridades locais para o nosso tipo de turismo, a actual e futuras direcções do CPA nunca poderão defender de forma capaz o movimento autocaravanista se alguns de nós (felizmente poucos mas ainda em quantidade significativa)continuarmos a fazer os despejos de águas residuais em locais não autorizados.
Ontem à saída do local do Encontro foi possível observar no meio do campo de futebol várias poças de águas provenientes de despejos inconscenciosos de alguns que definimos como companheiros. Foi também possível observar a deslocação de várias ACs para a esquerda do campo de futebol onde fizeram aí os seus despejos.
Assim por mais e melhores argumentos que tenhamos, nunca conseguiremos que nos levem a sério. Sempre pensei que eram apenas os ACs errantes que o faziam, ontem fiquei com a certeza que no seio do nosso CPA temos alguns destes indíviduos.
É altura destes indíviduos refletirem e pensarem no que fazem. Na minha modesta opinião, no CPA não têm lugar.
Nuno

 
« Última modificação: 10 Abr 2006, 13:50 por NunoR » Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: