Páginas: [1]   Ir para o fundo
Imprimir
Autor Tópico: Caminhada 02 dezembro - Pinhal Novo  (Lida 183 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
infoCPA
Administrador
Hero Member
*****
Mensagens: 1 201

: Dez, 2008



WWW
« em: 27 Nov 2017, 12:36 »

Do nossa parceria com o Grupo Flamingo recebemos a seguinte informação:

"Bom dia,

As inscrições para a caminhada de dezembro do Grupo Flamingo estão abertas.

O Pinhal Novo, na segunda metade do século XIX, era um local despovoado, de grandes pinhais que alimentavam o gado da região e o mercado de lenha de Lisboa. A falta de mão-de-obra na região obrigava a recrutar grande quantidade de pessoas vindas de outras paragens. Estes trabalhadores, que nos locais de origem tinham grandes dificuldades económicas e poucas perspetivas de futuro, viam na migração a resposta para os seus problemas.

A zona da Beira Litoral (Gândara e vale do Mondego), pobre e sem grandes recursos, era um dos locais preferidos dos contratadores de mão-de-obra.

Os trabalhadores agrícolas, trazendo apenas uma mala de madeira contendo duas mudas de roupa e alguns alimentos (os chamados “caramelos de
ir-e-vir”) e com o acesso facilitado desde a inauguração da linha férrea em 1861, vinham trabalhar para Rio Frio por temporadas, chegando por
altura da vindima e regressando à terra natal para festejar o S. João.

Eram tempos difíceis, em que crianças e adultos trabalhavam de sol a sol nos diversos trabalhos agrícolas necessários ao ciclo produtivo da grande
herdade de Rio Frio onde foram utilizados os primeiros adubos químicos em Portugal.

Este grande fluxo de migrantes e de trabalhos transformou o Pinhal Novo, no início do século XX, no mais importante entroncamento ferroviário a sul
do Tejo (onde desembarcavam anualmente cerca de 12 430 toneladas de mercadorias, servindo ainda cerca de 43 340 passageiros) e fez de Rio Frio
a maior vinha do mundo.

Ao longo da evolução do Pinhal Novo, o caminho-de-ferro transformou-se na espinha dorsal da freguesia e, embora divida a povoação ao meio, também une/liga o seu passado e o seu futuro.

Refira-se que a população, inicialmente escassa, foi sofrendo acréscimos:
os “caramelos” da Beira Litoral e do Vale do Mondego, os “ratinhos” da Beira e muitos outros vindos do Alentejo. Mas o grande crescimento
demográfico teve lugar entre 1970 e 1975, devido à fixação de população vinda do Alentejo e do Algarve.

Iremos caminhar no antigo ramal ferroviário que ligava o Pinhal Novo ao Montijo, num percurso urbano. De seguida, vamos visitar o Museu da Música
Mecânica (MMM) e, após esta visita, teremos o nosso almoço de Natal.
 
IMPORTANTE: Trata-se de uma atividade da responsabilidade do GrupoFlamingo-Associação de Defesa do Ambiente, ONGA - Regional, com o Estatuto
de Utilidade Pública, pelo que é obrigatório ser-se associado para poder participar nesta caminhada. Por razões alheias à organização, este
programa pode ser parcial ou totalmente alterado.

Mais informações em anexo.

Saudações Ambientais
Grupo Flamingo"


Esta atividade é aberta aos associados do CPA nas condições descritas.

« Última modificação: 27 Nov 2017, 12:40 por infoCPA » Registado

Associação Autocaravanista de Portugal - CPA
Portugal
Páginas: [1]   Ir para o topo
Imprimir
 
Ir para: